Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/111
Tipo: Dissertação
Título: Práticas demonstrativas de adesão ao pré-natal por gestantes adolescentes
Título(s) alternativo(s): Practical demonstration of adherence to prenatal care for pregnant adolescents
Autor: Melo, Mariana Martins de 
Primeiro orientador: Silva, Sueli Riul da
Resumo: Apesar de gravidez não ser sinônimo de doença, a maternidade precoce apresenta vulnerabilidade não só biológica, mas também econômica e social. Por isso a importância de um atendimento pré-natal de qualidade e a exploração das práticas de autocuidado em gestantes adolescentes, preparando-as para enfrentarem positivamente a maternidade. O objetivo geral deste estudo foi identificar as práticas demonstrativas de adesão às orientações recebidas no atendimento pré-natal. Tratou-se de estudo quantitativo exploratório de delineamento transversal, desenvolvido no serviço de pré-natal do Ambulatório Maria da Glória do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Para coleta de dados utilizou-se dois roteiros, um abordando o perfil das jovens e as práticas de adesão e outro referente às orientações recebidas. Os dados foram processados e analisados no programa de software Statistical Package for Social Science (SPSS) versão 16.0. Na análise utilizou-se distribuição de frequência simples, comparação de médias e correlação de Pearson e Spearman. O grupo foi composto por 30 gestantes adolescentes na faixa etária entre 13 e 18 anos, com companheiro fixo, ensino fundamental incompleto, do lar, com renda individual inexistente e renda familiar de um a três salários mínimos. Os métodos contraceptivos mais citados utilizados antes da gestação foram o hormonal oral, o preservativo masculino e o coito interrompido. A gravidez não foi planejada pela maioria, mas era desejada. No geral, as gestantes eram primíparas e estavam no terceiro trimestre de gestação. A adesão ao pré-natal foi considerada suficiente, porém insatisfatória. Em relação às orientações recebidas durante a assistência, apesar de nenhuma análise estatística ter sido significante, verificamos um frequente aumento nos escores de adesão quando as jovens são orientadas. Este trabalho revela que, de forma geral, deve-se dispensar à jovem gestante um cuidado integralizado, em um amplo contexto de suas vidas, articulando as facetas biológica, socioeconômica, educacional e familiar.
Resumo: Although pregnancy is not synonymous with disease, early motherhood presents vulnerabilities not only biological but also social and economic. Hence the importance of prenatal care quality and operation of self-care practices in pregnant teenagers, preparing them to face positively motherhood. The aim of this study was to identify the practices demonstration of adherence to the guidelines received prenatal care. This was a quantitative study of exploratory cross-sectional design, developed in the service of Prenatal Clinic Maria da Glória, Clinical Hospital, Federal University of Triangulo Mineiro. For data collection we used two scripts, one addressing the profile of young people and practices regarding membership and other guidance received. The data were processed and analyzed in the software program Statistical Package for Social Science (SPSS) version 16.0. In the analysis we used simple frequency distribution, mean comparison and correlation of Pearson and Spearman. The group was composed of 30 pregnant adolescents aged between 13 and 18 years, with a steady partner, elementary school, at home, with personal income and family income nonexistent one to three minimum wages. The most cited contraceptive methods used before pregnancy were the hormone orally, the male condom and withdrawal. The pregnancy was not planned by most, but was wanted. In general, pregnant women were primiparous and were in the third trimester of pregnancy. Adherence to prenatal care was considered sufficient, however unsatisfactory. Regarding guidance received during the tour, although no statistical analysis was significant, there was an increase in scores often adhesion when young people are targeted. This work shows that, in general, one should dispense to the young pregnant woman paid a care in a broader context of their lives, articulating facets biological, socioeconomic, educational and family.
Palavras-chave: Gravidez na adolescência
Cuidado pré-natal
Autocuidado
Enfermagem
Pregnancy in adolescence
Prenatal care
Self Care
Nursing
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Atenção à Saúde das Populações
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: MELO, Mariana Martins de. Practical demonstration of adherence to prenatal care for pregnant adolescents. 2012. 87 f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde das Populações) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 21-Dec-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Mariana M Melo.pdf1,23 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.