Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/117
Tipo: Dissertação
Título: Influência do tabagismo na qualidade de vida de idosos da comunidade
Título(s) alternativo(s): Influence of smoking on quality of life of elderly of the community
Autor: Viana, Dayane Aparecida 
Primeiro orientador: Rodrigues, Leiner Resende
Resumo: O tabagismo é considerado uma doença e é responsável pela principal causa de morte evitável em todo o mundo. Esse hábito compromete não apenas a expectativa de vida, mas também a qualidade de vida (QV). Os objetivos deste estudo foram verificar os fatores sociodemográficos e econômicos associados ao tabagismo na população idosa; caracterizar entre os idosos tabagistas o tempo de exposição ao tabaco e entre os idosos ex-tabagistas o número de cigarros que fumavam por dia, o tempo em que foi exposto ao tabaco e o tempo em que cessou o hábito; caracterizar os itens do Teste de Dependência à Nicotina de Fagerström (FTND) e o grau de dependência nicotínica entre os idosos tabagistas; comparar os escores de QV dos idosos tabagistas, ex-tabagistas e não tabagistas; caracterizar os escores de QV de acordo com o grau de dependência nicotínica; associar os escores de QV com o grau de dependência nicotínica e o tempo de exposição ao fumo dos idosos tabagistas e associar os escores de QV com o tempo de cessação do tabaco dos idosos ex-tabagistas. Trata-se de um estudo quantitativo, transversal, observacional e analítico, com 980 idosos da zona urbana do município de Uberaba-MG. Utilizou-se os instrumentos Miniexame do Estado Mental, Questionário Brasileiro de Avaliação Funcional e Multidimensional, World Health Organization Quality of Life Bref, World Health Organization Quality of Life Assessment for Olders Adults e o FTND. As análises procederam por meio de estatística descritiva, teste Cramer s V, Regressão Logística Multinomial Múltipla, ANOVA, Spearman s, Pearson e Regressão Linear Múltipla (p&#8804;0,05). Esta investigação foi aprovada pelo CEP/UFTM. Encontrou-se percentual de 122 (12,4%) idosos tabagistas e 320 (32,7%) ex-tabagistas. Os idosos tabagistas apresentaram-se com 3,57; 2,36 e 1,82 mais riscos de chances de ser do sexo masculino (p<0,001), estar na faixa etária de 60 a 69 anos (p=0,004) e não ter companheiro(a) (p=0,008), respectivamente. Os idosos fumantes têm esse hábito há 49,48±14,95 anos, consomem menos de 10 cigarros/dia (50,8%), acendem o primeiro cigarro entre 31 e 60 minutos após acordar (36,1%) e apresentaram baixo grau de dependência à nicotina (31,1%); os ex-fumantes consomem em média 18,47 cigarros/dia, ficaram expostos por 27,83 anos e deixaram o hábito há 24,00 anos. Houve predomínio (48,4%; 52,8% e 56,7%) de boa QV e satisfação com a saúde (42,6%; 47,5% e 48,3%), respectivamente entre os idosos tabagistas, ex-tabagistas e não tabagistas. Não houve diferença significativa entre os escores de QV dos idosos tabagistas, ex-tabagistas e não tabagistas. Os maiores escores de QV variaram de acordo com os graus de dependência nicotínica. Os idosos fumantes com elevados níveis de dependência à nicotina apresentaram piores escores de QV na faceta morte e morrer (p=0,036), e aqueles com maior tempo de exposição ao fumo, pior QV no domínio físico (p=0,002). Os idosos ex-fumantes, com pouco tempo de cessação do vício, também apresentaram piores escores de QV no domínio psicológico (p=0,010). Os resultados elucidam que o sexo, a faixa etária e a situação conjugal são fatores associados ao tabagismo na população idosa e evidenciam a pior QV dos idosos com maior dependência à nicotina, maior tempo de exposição ao fumo e menor tempo de cessação do hábito.
Resumo: Smoking is considered a disease and it is the main cause of avoidable deaths worldwide. This habit involves not only the life expectancy, but also the quality of life (QoL). This study aimed to assess socio-demographic and economic factors associated with smoking in the elderly population; characterize the time of exposure to tobacco among smoking elderly, and among former smoking elderly, characterize the number of cigarettes that one used to smoke per day, how long has been exposed to tobacco and how long he/she ceased the habit; characterize items of Fagerstrom Test for Nicotine Dependence (FTND) and the degree of nicotine dependence among smoking elderly; compare QoL scores of aged smoker, former smokers and nonsmokers; characterize QoL scores according to the degree of nicotine dependence; associate QoL scores to the degree of nicotine dependence and the time of exposure to smoke in smoking elderly and associate QoL scores over time since smoking cessation in former smoking elders; This is a quantitative study, transversal, observational and analytical, with 980 elderly living in the urban area of the municipality of Uberaba (MG) Brazil. Instruments used: Mini Mental State Examination; Brazilian Multidimensional Functional Assessment Questionnaire; World Health Organization Quality of Life Bref; World Health Organization Quality of Life Assessment for Older Adults; and FTND. The analysis proceeded by means of descriptive statistics Cramer's V test, Multiple Multinomial Logistic Regression, ANOVA, Spearman's test, Pearson s test and Multiple Linear Regression (p&#8804;0.05). This investigation was approved by the Ethics Committee on Human Research of the Federal University of Triangulo Mineiro (UFTM). The percentage found was 12.4% (122) of aged smokers and 32.7% (320) of former smokers. Smoking Elderly presented 3.57, 2.36 and 1.82 more likely to be male (p<0.001), aged 60-69 years (p=0.004) and have no companion (p=0.008) respectively. Elderly smokers have this habit for 49.48±14.95 years, consume less than 10 cigarettes a day (50.8%), light up their first cigarette between 31 to 60 minutes after waking up (36.1%) and had low degree of nicotine dependence (31.1%). Former smokers have consumed an average of 18.47 cigarettes a day, were exposed to smoke for 27.83 years and stopped smoking 24.00 years ago. Good QoL (48.4%, 52.8% and 56.7%) and satisfaction with health (42.6%, 47.5% and 48.3%) predominated among aged smokers, ex-smokers and nonsmokers, respectively. There was no significant difference between the scores of quality of life for aged smokers, former smokers and non-smokers. The highest scores for QoL varied according to the degree of nicotine dependence. The smoking elderly with high levels of nicotine dependence had worse QoL scores on the facets death and dying (p=0.036), and those with longer exposure to smoke worse QoL in the physical domain (p=0.002). The elderly ex-smokers with short time from cessation of the addiction also had worse QoL scores in the psychological domain (p=0.010). The results show the socio-demographic and economic factors associated with smoking in the elderly population and highlight the worst QoL of elderly people with greater nicotine dependence, longer exposure to smoke and shorter time from smoking cessation.
Palavras-chave: Idoso
Hábito de Fumar
Qualidade de Vida
Aged
Smoking
Quality of Life
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Atenção à Saúde das Populações
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: VIANA, Dayane Aparecida. Influence of smoking on quality of life of elderly of the community. 2013. 90 f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde das Populações) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 20-Dec-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Dayane A Viana.pdf1,4 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.