Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/118
Tipo: Dissertação
Título: A prática da punção venosa na coleta de sangue em recém-nascidos em um hospital público universitário
Título(s) alternativo(s): The practice of venipuncturing for blood tests in neonates in a public teaching hospital
Autor: Oliveira, Ellen Cristina Vargas 
Primeiro orientador: Iwamoto, Helena Hemiko
Resumo: Na rotina assistencial ao neonato, é possível perceber a extensa variedade de procedimentos realizados pela equipe de saúde e, neste contexto, a punção venosa periférica é considerada uma prática inerente a essa rotina. Alguns profissionais enfrentam dificuldades na punção venosa devido à estrutura anatômica do recém-nascido (RN) e, para o sucesso na obtenção da amostra sanguínea, os responsáveis pela coleta passam a utilizar procedimentos não padronizados. Este estudo teve como objetivo descrever os materiais utilizados e os procedimentos realizados pelos profissionais da equipe médica e de enfermagem na punção venosa periférica, para a coleta de sangue em neonatos, bem como determinar os escores de adesão às recomendações preconizadas pelo Ministério da Saúde (MS) e sua relação com as características profissionais. Trata-se de um estudo descritivo, seccional e com análise quantitativa. A coleta de dados foi realizada entre os meses de maio a julho de 2013, por meio de um instrumento elaborado, organizado e validado especificamente para a realização desta pesquisa, com base no manual utilizado como referência. Os profissionais, entre técnicos e auxiliares de enfermagem, enfermeiros, pediatras e residentes em pediatria e/ou neonatologia, foram abordados no próprio setor de trabalho e, dos 246 (100%) trabalhadores, 146 (63%) profissionais participaram da pesquisa. Em relação ao procedimento e aos materiais utilizados, o que mais chamou a atenção das pesquisadoras foi o agulhado utilizado para coleta de sangue, em que 39 (26,7%) profissionais utilizam agulha conectada a uma seringa, 51(34,9%) usam agulha comum (25x0, 07 mm ou 25x0, 08 mm), 31(21,2%) utilizam agulha comum (25x0, 07 mm ou 25x0, 08 mm), porém quebram o canhão da agulha, 11(7,5%) relatam utilizar agulha conectada ao scalp/butterfly e 11(7,5%) profissionais marcaram mais de um tipo dentro destes procedimentos, portanto, o procedimento utilizado para punção venosa com vistas à coleta de sangue foi, em alguns pontos, divergente do recomendado pelo MS. Sobre a adesão da técnica preconizada, os profissionais apresentaram escore geral de 62,69, sendo o grupo dos enfermeiros a categoria que mais aderiu às recomendações com escore de 67,98 (DP=7,43). Na correlação entre o escore geral de adesão e as características profissionais, apenas a categoria profissional e turno de trabalho apresentaram significância estatística (P>0,001). Demais correlações foram praticamente nulas, e nenhuma foi estatisticamente significativa, indicando que não há uma relação entre as variáveis tempo e os escores de conhecimento. Conclui-se que a maioria dos profissionais realiza a técnica por meio de procedimentos divergentes do preconizado pelo MS, com a adaptação empírica de materiais, na tentativa de facilitar a punção venosa no RN. Os enfermeiros apresentaram maior escore de adesão, e os médicos, o menor escore. É importante considerar que os profissionais que participaram deste estudo relataram que o procedimento realizado para a coleta de sangue no RN é considerado, por eles, a melhor forma de obter a amostra de sangue, contudo, reitera-se a necessidade de maiores reflexões e estudos complementares acerca da temática deste trabalho.
Resumo: In the routine care of the newborn, it is possible to notice a wide variety of procedures performed by the health team, and the peripheral venipuncture is considered a practice inherent to this routine. Some professionals face difficulties in venipuncture due to the anatomical structure of the newborns (NB), and to succeed in obtaining the blood sample, those responsible for the collection start using nonstandard procedures. This study aims to describe the materials utilized and the procedures performed by the medical and nursing staff in the use of venipuncture for blood sampling neonates, and to determine the scores of the adherence of these staffs to the guidelines issued by the Ministry of Health (MH), discovering what is the relationship of these scores with their professional traits. This is a sectional descriptive study, with a quantitative analysis. The data collection was carried out between the months of May and July, 2013, by means of an instrument designed, organized and validated specifically for this research, based on the manual used as a reference. Professionals, including technicians and nursing assistants, nurses, pediatricians and pediatric and/or neonatology residents were addressed in their own workspace, and from the 246 (100%) workers, 146 (63%) participated in the survey. Considering the procedure and materials used, what has caught the researchers' attention was the needles used for blood collection. 39 (26.7%) professionals use a needle attached to a syringe; 51 (34.9%) use a common needle (25x0, 07 mm or 25x0, 08mm); 31 (21.2%) use a common needle (25x0, 07 mm or 25x0, 08mm), but break the plastic point of the needle; 11 (7.5%) reported using a needle attached to a scalp/butterfly vein set; and 11 (7.5%) professionals reported using more than one of these types of procedures. Therefore, the procedure used for blood collection via venipuncture was, at some points, divergent from the guidelines prescribed by the MH. Relating to the adherence to the recommended procedure, professionals showed an overall score of 62.69, being the nurses the category that adhered the most to the recommendations, with a score of 67.98 (SD = 7.43).Considering the correlation between the overall score of the adherence to the guidelines and the general professional traits of the health team, only the professional category and the working shifts presented themselves as statistically significant (P> 0.001). Other correlations were virtually nil, and none was statistically significant, indicating that there is a relationship between the variables time and knowledge score. It is concluded that most professionals utilize different procedures than those recommended by the MH, empirically adapting materials in an attempt to facilitate the venipuncture in the NB. Nurses had the highest adherence score, and physicians, the lowest one. It is important to consider that the professionals who were part of this study reported that the procedure they use to collect blood in NB is considered by them the best way to get the blood sample; in spite of that, we reiterate the need of further reflection and further studies on the theme of this work.
Palavras-chave: Recém-nascido
Coleta de amostras sanguínea
Enfermagem
Punções
Enfermagem Neonatal
Equipe de Assistência ao Paciente
Conhecimento
Newborn
Blood Specimen Collection
Nursing
Punctures
Neonatal Nursing
Patient Care Team
Knowledge
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Atenção à Saúde das Populações
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: OLIVEIRA, Ellen Cristina Vargas. The practice of venipuncturing for blood tests in neonates in a public teaching hospital. 2013. 85 f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde das Populações) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 16-Dec-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Ellen CV Oliveira.pdf1,91 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.