Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/135
Tipo: Dissertação
Título: Qualidade de vida de pacientes com diabetes mellitus tipo 1
Título(s) alternativo(s): Quality of life of patients with type 1 diabetes mellitus
Autor: Lima, Lívia Aparecida Pereira de 
Primeiro orientador: Weffort, Virgínia Resende Silva
Resumo: O DM1 é uma doença crônica com início geralmente na infância e na adolescência, podendo prejudicar o crescimento, o desenvolvimento e o ajuste psicossocial de seus portadores. A compreensão do impacto do DM1 e o seu manejo no cotidiano dos adolescentes são muito importantes; por isso avaliar a qualidade de vida referente à saúde de crianças e adolescentes portadores de DM1 na visão do paciente e do cuidador, descrever o perfil sociodemográfico e clínico e identificar os possíveis fatores que influenciam na qualidade de vida desses pacientes foram os objetivos deste trabalho. A pesquisa foi desenvolvida no Ambulatório de Endocrinologia Pediátrica do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Foram avaliados 63 pacientes com DM1 e seus cuidadores, em acompanhamento no período de abril a julho de 2009. Os dados foram coletados por meio de um instrumento contendo as variáveis sociodemográficas e clínicas e outro para avaliação da qualidade de vida, denominado PedsQL 4.0, aplicado durante as consultas de rotina. As características sociodemográficas dos pacientes com DM1 deste estudo foram semelhantes em relação ao sexo, sendo a maioria da cor branca e solteira. Em relação à escolaridade, 58,5% dos pacientes com idade de 8 a 12 anos frequentavam a escola e 2,4% dos pacientes com 13 a 18 anos declararam sem escolaridade, a renda prevalecente entre as famílias é de 1 a 3 salários mínimos. A hemoglobina glicada estava alterada 59,1% e 60%, na faixa etária de 8 a 12 e 13 a 18 anos, respectivamente. Com relação à atividade física, apenas a metade dos pacientes declararam praticar algum tipo de exercício físico regularmente. O acompanhamento nutricional atingiu 59,1% da faixa etária de 8 a 12 e 58,5% os de 13 a 18 anos e desses constatou-se que 40,9% e 36,6% respectivamente, apresentaram adesão ao tratamento dietético. Ao analisar os escores de QV desses pacientes e seus cuidadores, observaram-se maiores escores em todos os domínios do PedsQl 4.0 para o relato dos pacientes em relação ao relato dos cuidadores. O estudo mostrou que os principais fatores pesquisados que influenciam a qualidade de vida dos portadores de DM1 foram: acompanhamento nutricional, atividade física, valores bioquímicos alterados de hemoglobina glicada e frutosamina. A presença de complicações associadas ao DM1, ausência de atividade física e o número de internações durante o último ano apresentaram relação com a QV. Os portadores de DM1 são indivíduos expostos a fatores potencialmente determinantes de uma diminuição da QV, seja no campo físico ou psicossocial. Ferramentas como o PedsQL 4.0 podem ajudar profissionais da saúde a ter essa melhor compreensão, além de servir como um importante critério para avaliação do efeito do tratamento do diabetes. Elas podem ajudar a entender as consequências do diabetes para esses pacientes assim como subsidiar as políticas públicas destinadas a esta população.
Resumo: The DM1 is a chronic disease starting usually in childhood and adolescence and it may impair growth, development and psychosocial adjustment of their carriers. Understanding the impact of type 1 diabetes and its management in adolescents' daily life are very important. Thus, the main of this work were to assess the quality of life on the health of children and adolescents with type 1 diabetes in the view of the patient and the caregiver to describe the sociodemographic and clinical profile as well as to identify the possible factors that influence the quality of life of these patients. The research was conducted in the pediatric endocrinology clinic of the Hospital de Clinicas, Federal University of Triângulo Mineiro. We evaluated 63 patients with type 1 diabetes and their caregivers through monitoring from April to July of 2009. Data were collected using an instrument containing the demographic and clinical variables and another one to evaluate the quality of life, called the PedsQL 4.0, applied during routine consultations. The characteristics of the patients with type 1 diabetes in this study were similar in gender, the majority of them white and unmarried. Regarding to education, 58.5% of patients aged 8 to 12 years in school and 2.4% of patients with 13 to 18 reported no schooling; prevalent income among families varies between 1 to 3 minimum wages. The modified hemoglobin was 59.1% and 60%, aged 8 to 12 and 13 to 18, respectively. In relation to physical activity, only half of the patients reported some form of regular exercise. Nutritional follow-up reached 59.1% of the age of 8 to 12 and 58.5% those of 13 to 18 and among them it was found an average of 40.9% and 36.6% respectively that showed adherence to dietary treatment. By analyzing the scores of QOL of patients and their caregivers it was showed higher scores in all domains of PedsQL 4.0 for the report of patients as to the one compared to the caregivers. The study showed that the main studied factors which influence the quality of life of patients with DM1 most were monitoring nutrition, physical activity, altered biochemical values of glycated hemoglobin and fructosamine. Patients with complications associated with type 1 diabetes, lack of physical activity and the number of hospitalizations during the past year were associated with QOL. The DM1 individuals are exposed to such factors as potential determinants of a decline in QOL, both in physical or psychosocial field. Tools such as the PedsQL 4.0 can help health professionals to have that understanding, and to serve as an important criterion for evaluating the effect of diabetes treatment. They can help to understand the consequences of diabetes for these patients as well as they can support public policies for this population.
Palavras-chave: diabetes mellitus tipo 1
qualidade de vida
criança
adolescente
diabetes mellitus type 1
quality of life
children
adolescent
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Atenção à Saúde das Populações
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: LIMA, Lívia Aparecida Pereira de. Quality of life of patients with type 1 diabetes mellitus. 2009. 129 f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde das Populações) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 18-Dec-2009
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Livia.pdf1,18 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.