Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/143
Tipo: Dissertação
Título: Qualidade de vida e sobrecarga de estresse do cuidador de idoso com histórico de acidente vascular encefálico.
Título(s) alternativo(s): Quality of life and stress burden of the caregiver elderly with a history of stroke.
Autor: Santos, Nilce Maria de Freitas 
Primeiro orientador: Tavares, Darlene Mara dos Santos
Resumo: O Acidente Vascular Encefálico (AVE) é uma das principais causas de incapacidade funcional entre os idosos. Esses idosos, na maioria das vezes, necessitam de um cuidador para ajudá-los na realização das suas atividades de vida diária. Devido ao cuidado em longo prazo é imposta ao cuidador uma sobrecarga que pode levá-lo a ter problemas físicos, psicológicos, sociais e financeiros, que acabam por afetar a sua qualidade de vida. Os objetivos do presente estudo foram caracterizar os cuidadores de idosos com histórico de AVE segundo as variáveis sociodemográficas, tipo e número de morbidades; mensurar a qualidade de vida e a sobrecarga de estresse do cuidador; correlacionar o número de morbidades com os escores de qualidade de vida do cuidador e o escore de sobrecarga de estresse; correlacionar os escores de qualidade de vida com o escore de sobrecarga de estresse do cuidador; verificar os fatores associados à sobrecarga de estresse e a qualidade de vida do cuidador. Trata-se de um inquérito domiciliar transversal descritivo. Foram entrevistados 46 cuidadores de idosos com AVE. Os dados foram coletados através dos instrumentos: semi-estruturado, BOMFAQ, WHOQOL-BREF e ZBI. Foi realizada a análise descritiva, correlação de Pearson e regressão linear múltipla (método Enter) (p<0,05), por meio do software SPSS 17.0. Esta pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Protocolo Nº 1512. Houve prevalência de cuidadores do sexo feminino (93,5%), idade média de 55,4 anos (DP±14,17), casados ou moram com companheiro (58,7%), com 4&#9500;8 anos de estudo (28,3%) e renda de 1 salário mínimo (34,8%). Apresentaram média de 4,65 morbidades (DP±2,75), sendo mais prevalentes problemas de visão (69,6%), problemas de coluna (69,5%) e problemas para dormir (58,7%). Na análise da qualidade de vida obteve-se maiores escores nos domínios relações sociais (67,57) e físico (64,52) e, menor, no domínio meio ambiente (54,82). A sobrecarga de estresse do cuidador obteve escore de 27,22, condizente com uma moderada sobrecarga. O maior número de morbidades do cuidador correlacionou-se com os menores escores nos domínios: físico (r= -0,556; p= 0,000), psicológico (r= -0,512; p= 0,000), meio ambiente (r= - 0,365; p= 0,013) e relações sociais (r= - 0,280; p= 0,059). O maior escore de sobrecarga de estresse correlacionou-se com os menores escores nos domínios: físico (r= -0,0392; p= 0,007), psicológico (r= -0,461; p= 0,001), relações sociais (r= -0,379; p =0,009) e meio ambiente (r= -0.416; p= 0,004). O número de morbidades do cuidador foi o preditor que mais contribuiu para os menores escores nos domínios físico (b= -0,492) e psicológico(b =-0,429). O maior escore de sobrecarga de estresse do cuidador foi o preditor de menor escore para o domínio de qualidade de vida relações sociais (b= -0,303). Estes dados podem fornecer subsídios para que a equipe de saúde proponha estratégias de melhoria da qualidade de vida do cuidador e por conseqüência melhore o cuidado oferecido aos idosos acometidos por AVE.
Resumo: The stroke is one of the major causes of disability among the elderly people. Those elderly in most cases require a caregiver to assist them in achieving their life activities daily. Due to the long-term care it is required from the caregiver overload that can lead him or her to have physical, psychological, social and financial problems that can affect their quality of life. The goals of this study were to characterize the caregivers of elderly with a history of stroke according to the variables demographics, type and number of morbidities; measure the quality of life and the burden of stress caregiver; correlate the number of morbidities with scores of quality of life of the caregiver and scores overload stress scores; correlate scores of quality of life with the score of stress overload caregiver; identify factors associated with overload stress and quality of life of the caregiver. It is a cross sectional household survey. There were 46 interviewed caregivers of an elderly with stroke. The data were collected through instruments: semi-structured, BOMFAQ, WHOQOLBREF and ZBI. The descriptive analysis, Pearson correlation and multiple linear regression (Enter Method) were developed, through the software SPSS 17.0. This research was approved by the Beings Human Research Ethic Committee from Federal University of Triângulo Mineiro, Protocol Nº 1512. The prevalence of caregivers was female (93,5%), mean age 55,4 years old (DP±14,17), married or living with a partner (58,7%), with 4&#9500;8 years of education (28,3%) and income of a minimum wage (34,8%). They had a mean of 4,65 morbidities (DP±2,75), and the more frequent problems were: vision problems (69,6%), back problems (69,5%) and trouble in sleeping (58,7%). In the analysis of quality of life was obtained higher scores for social relationships (67,57) and physical (64,52) domains and lower in the environment domain (54,82). The stress burden of the caregiver obtained a score of 27,22, consistent with a moderate overload. The higher number of caregiver morbidity correlated with the lower scores in physical (r= -0,556; p= 0,000), psychological (r= -0,512; p= 0,000), environment (r= - 0,365; p= 0,013) and social relationships (r= - 0,280; p= 0,059) domains of the quality of life. The higher score overload stress was correlated with lower scores physical (r= -0,0392; p= 0,007), psychological (r= -0,461; p= 0,001), social relationships (r= -0,379; p =0,009) and environment (r= -0.416; p= 0,004) domains of the quality of life. The number of morbidities was the predictor that most contributed the to lower scores in the physical (b= -0,492) and psychological (b =-0,424) domains of the quality of life. The higher score overload caregiver burden was a predictor of lower scores for the domain for quality of life of social relationships (b= -0,303; p= 0,039). These data can provide information to the health team to propose strategies to improve the quality of life of the caregiver and consequently improve the care offered to elderly affected by stroke.
Palavras-chave: Cuidadores
Qualidade de vida
Acidente Cerebral Vascular
Estresse psicológico
Caregivers
Quality of life
Stroke
Stress, Psychological
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Atenção à Saúde das Populações
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: SANTOS, Nilce Maria de Freitas. Quality of life and stress burden of the caregiver elderly with a history of stroke.. 2010. 102 f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde das Populações) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 10-Dez-2010
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Nilce.pdf691,25 kBAdobe PDFThumbnail

Visualizar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.