Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/160
Tipo: Dissertação
Título: Protótipo de copo para administrar líquidos a recém-nascidos: avaliação por profissionais de saúde.
Título(s) alternativo(s): Prototype of cup to give liquids to infant newborns: an assessment by the health staff
Autor: Melo, Suzana Lopes de 
Primeiro orientador: Weffort, Virgínia Resende Silva
Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo geral avaliar a opinião dos profissionais de saúde sobre um protótipo de copo criado especificamente para administrar líquidos a recém-nascidos e como objetivos específicos: descrever o perfil sóciodemográfico e profissional daqueles que administram líquidos aos recém-nascidos com copo; identificar aspectos positivos e negativos apontados pelos profissionais de saúde quanto ao protótipo de copo para administrar líquidos a recém-nascidos; verificar a opinião dos profissionais de saúde quanto a dimensões, modelo, material e funcionalidade de um protótipo de copo para administrar líquidos a recém-nascidos; analisar a relação entre a opinião das características do copinho e a categoria profissional; calcular o escore geral de opinião, comparar sua média entre categorias profissionais e analisar sua correlação com o tempo de formação e o tempo de administração de aleitamento em copo. É um estudo de natureza quaseexperimental, quali-quantitativo, realizado com 75 profissionais da Maternidade/HCUFTM, que administram leite aos recém-nascidos por copo. A idade dos participantes variou entre 20 a 65 anos, sexo feminino, enfermeiras, técnicas e auxiliares de enfermagem, médicas, fonoaudiólogas, fisioterapeuta e psicóloga. O protótipo de copo, objeto deste estudo, foi confeccionado em vidro transparente, com borda lisa, abaulada e virada para fora, medindo 54 mm de altura, 54 mm de diâmetro da borda, 38 mm de diâmetro do fundo (externo) e 46 mL de capacidade útil. Foram administrados 10 mL de líquido e preenchido um questionário não identificado com duas questões abertas e doze fechadas. As questões abertas foram submetidas à técnica de análise de conteúdo, com 395 unidades de registro, agrupadas em três categorias: aspectos positivos do protótipo do copo, com 95,70% das unidades de registro; aspectos negativos, com 2,78% e sugestões para melhoria do copo, com 1,52%. Nos aspectos positivos, as unidades de registro foram agrupadas em quinze características, em ordem decrescente: segurança, prazer e facilidade por parte do cuidador; borda virada para fora, lisa e arredondada; transparência do copo; resistência do copo; proteção contra ferimentos e desconforto por parte do RN; redução do escape de leite; estimulação da fisiologia da sucção e deglutição; conforto e segurança ao recém-nascido; praticidade;possibilidades de postura oral adequada do RN; favorecimento da amamentação; dimensões do copo; esterilização/higienização; fluência e rapidez na ingestão do leite. A análise quantitativa revelou que as características de aceitação mais destacadas do copo foram: segurança para o profissional executar a técnica, borda lisa e abaulada e facilitação do RN protrair a língua para buscar o leite no copo, com 98,7% de aprovação; a borda virada para fora e o encaixe do protótipo do copo nas comissuras labiais com 97,4%; quanto à possibilidade do lábio inferior everter para fora, 96,0%; e diâmetro da borda do copo e largura, 93,3% de respostas favoráveis. Conclui-se que o protótipo do copo estudado é um modelo que atende às profissionais participantes desta pesquisa. O copo proporciona facilidade, prazer, confiança e segurança para o cuidador e poderá contribuir para mais adeptos ao método de administrar leite com copo e, assim, ajudar a manter a amamentação.
Resumo: This study aimed to assess the general opinion of health professionals on a prototype glass created specifically to administer fluids to newborns and specific objectives describe the socio-demographic and professional of those who administer fluids to newborns with glass, to identify positive and negative aspects pointed out by health professionals as the prototype of glass to give fluids to newborns, check the opinion of health professionals about the size, model, material and functionality of a prototype of cup of glass to give fluids to newborns; analyze the relationship between the opinion of the characteristics of the cup and position; calculate the overall score of opinion, to compare the mean between occupational categories and analyze its correlation with the time of training and administration time of feeding in glass. It is a study of quasi-experimental, qualitative and quantitative, carried out with 75 professionals Maternity / HC-UFTM, which have as one of its activities, and prescribed when indicated, administer milk to newborns by the glass, routinely is used opaque plastic disposable cup 50mL. Participants' age ranged from 20 to 65 years, all female, nurses, technicians and nursing assistants, doctors, speech therapists, physiotherapist and psychologist. The prototype of cup of glass, created specifically for this function, the object of this study was the second scientific recommendations made in glass, with smooth edge, cambered and turned out, measuring 54mm in height, 54mm rim diameter, 38mm diameter of the bottom (external) and 46mL of useful capacity. Professionals administered 10 mL and completed a questionnaire with two unidentified open questions and twelve. The open questions were submitted to the technique of content analysis, with 395 log units, grouped into three categories: positive aspects of the prototype of the cup, with 95.70% of the registration units; negative aspects, and suggestions to 2.78% to improve the cup with 1.52%. In the positive aspects of the recording units were grouped into 15 features, in descending order: safety, pleasure and ease for the caregiver; characteristics of the glass, edge facing outward, smooth and rounded, transparent glass, resistance of the glass; protection injury and discomfort by the RN; reduction of exhaust milk; stimulation of the physiology of sucking and swallowing, comfort and safety to the infant; practicality; possibilities of proper oral posture RN favor of breastfeeding, cup size, sterilization / hygiene ; fluency and speed in the intake of milk. Quantitative analysis revealed that the most prominent features of acceptance of the cup were security for the professional performing the technique, smooth edge and bulging RN and facilitating the language to get the milk in the cup, with 98.7% approval, the edge facing out and fit the prototype of the glass in the corners of the mouth, with 97.4% and the ability to evert the lower lip was 96.0% and diameter of the rim of the cup and width 93.3% of favorable responses. It is concluded that the prototype of the glass studied is a model that meets theprofessional edge. The technique becomes easy, pleasant, reliable and safe for the caregiver, may contribute more fans by the method of administering milk glass and thus help maintain breastfeeding.
Palavras-chave: copo
recém-nascido
amamentação
alimentação
métodos de alimentação
utensílios de alimentação e culinária
cup feeding
infant
newborn
breastfeeding
food
feeding methods
cooking and eating utensils
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Atenção à Saúde das Populações
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: MELO, Suzana Lopes de. Prototype of cup to give liquids to infant newborns: an assessment by the health staff. 2012. 101 f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde das Populações) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 27-Feb-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SUZANA Dissert.pdf3,92 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.