Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/23
Tipo: Dissertação
Título: Análise da influência do treinamento muscular respiratório ambulatorial no preparo pulmonar pré-operatório em indivíduos com afecções esofágicas.
Autor: Agrelli, Taciana Freitas 
Primeiro orientador: Crema, Eduardo
Resumo: O procedimento cirúrgico interfere nas funções pulmonares levando ao aparecimento de disfunções no sistema respiratório que são importantes causas de morbi-mortalidade. São observadas alterações fisiopatológicas respiratórias no pós-operatório de indivíduos portadores ou não de doenças pulmonares. Essas alterações podem ser responsáveis pelo aparecimento de complicações pulmonares pós-operatórias e consequentemente ao aumento no período de internação hospitalar. O objetivo desse trabalho foi avaliar a eficácia do preparo pulmonar ambulatorial no período pré-operatório por meio de um Treinamento Muscular Respiratório (TMR) em indivíduos portadores de afecções benignas do esôfago. Para avaliar a eficácia do preparo pulmonar foram analisados dezessete pacientes (12 do sexo masculino e cinco do sexo feminino) com afecções do esôfago. Desses 17, quatorze pacientes apresentavam diagnóstico de megaesôfago avançado e três, diagnóstico de estenose caústica. Todos os pacientes receberam avaliação inicial que constava de: teste de função pulmonar (espirometria), avaliação da força muscular inspiratória (Pimáx) e expiratória (Pemáx), avaliação da obstrução das vias aéreas, por meio do Peak-flow e radiografia de tórax. Após a avaliação iniciou-se o TMR, realizado no ambulatório, com sessões de três series de dez repetições diárias, durante um período de 4 semanas. Foram utilizados os testes não-paramétricos e T de Student conforme a distribuição da variáveis de Kolmogorov e Bartlett para a análise de normalidade e homogeneidade, respectivamente. O nível de significância adotado foi de p=0,005. Notou-se diminuição significativa no período de internação pré e pós-operatório dos pacientes estudados. Foi verificado aumento significativo nos valores de Pimáx, Pemáx e Peak-flow, quando comparado os valores iniciais com os valores após o TMR. O mesmo não ocorreu em relação aos valores de CVF, VEF1 e PEF. O presente estudo concluiu que o TMR realizado ambulatorialmente foi eficaz no aumento da força dos músculos inspiratórios e expiratórios e reduziu o tempo de internação hospitalar.
Resumo: Surgical procedures interferes the pulmonary functions leading the emergence of respiratory dysfunctions which are important causes of morbidity and mortality. Respiratory pathophysiological changes are observed in the postoperative period of individual s with or with no pulmonary diseases. These changes may be responsible for the occurrence of postoperative pulmonary complications and thus an increase of the hospitalization period. The aim of this study was to evaluate the effectiveness of outpatient pulmonary preparation in the preoperative period through a Muscular Respiratory Training (TMR) in individuals with benign diseases of the esophagus. To evaluate the effectiveness of pulmonary preparation were analyzed seventeen patients (12 males and 5 females) with disorders of the esophagus. Of these 17, fourteen patients had a diagnosis of advanced megaesophagus and three diagnosis of caustic stenosis. All patients received initial assessment that consisted of: Pulmonary function test (spirometry), evaluation of inspiratory (PImax) and expiratory (PEmax) muscle force, evaluation of airway obstruction through the Peak-flow and chest X-ray. After the evaluation, TMR was started up and performed at the clinic, with sessions of three sets of ten repetitions daily for a period of 4 weeks. Non-parametric test and T Student´s test was used in accordance to the distribution of the variables of Kolmogorov and Bartlett for the analysis of normality and homogeneity, respectively. The significance level was p = 0005. A significant decrease in the preoperative and postoperative hospitalization period was observed in the studied patients. Was verified a significant increase of the PImax, PEmax and Peak-flow values after the TMR, when compared to the initial values. The same did not happen in relation to the values of FVC, FEV1 and PEF. This study concluded that the TMR done outpatient was effective in increasing the strength of the inspiratory and expiratory muscles and reduced the hospitalization time.
Palavras-chave: Exercícios respiratórios
Fisioterapia
Megaesôfago
Procedimentos cirúrgicos
Breathing exercises
Physiotherapy
Megaesophageal
Surgical procedures
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Patologia Geral
Programa: Programa de Pós-Graduação em Patologia - Patologia Geral
Citação: AGRELLI, Taciana Freitas. Análise da influência do treinamento muscular respiratório ambulatorial no preparo pulmonar pré-operatório em indivíduos com afecções esofágicas.. 2008. 90 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Geral) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 25-Abr-2008
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Patologia - Patologia Geral

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_TacianaAgrelliME.pdf658,31 kBAdobe PDFThumbnail

Visualizar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.