Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/27
Tipo: Dissertação
Título: Efeitos da estimulação nervosa elétrica transcutânea na vascularização placentária de ratas com restrição induzida ao fluxo uterino.
Autor: Guimarães, Camila Souza de Oliveira 
Primeiro orientador: Corrêa, Rosana Rosa Miranda
Primeiro co-orientador: Teixeira, Vicente de Paula Antunes
Resumo: Introdução: Frente aos altos índices de morbimortalidade fetal relacionados a gestações complicadas por insuficiência placentária e restrição do crescimento intra-uterino e baseado em trabalhos que citam a Estimulação Nervosa Elétrica Transcutânea (TENS) como forma de tratamento da insuficiência placentária, o objetivo desse estudo foi avaliar o efeito da TENS sobre o desenvolvimento fetal e placentário em gestações com restrição do fluxo sangüíneo útero-placentário induzido experimentalmente por meio do clampeamento da artéria uterina. Material e métodos: Foram analisadas dezesseis ratas de linhagem Wistar, submetidas à cirurgia de clampeamento da artéria uterina direita no décimo quinto dia de gestação, das quais quatro foram incluídas no grupo de animais com clampeamento da artéria uterina e submetidas à TENS (CE), quatro no grupo com clampeamento e não submetidas à TENS (CS), quatro no grupo em que foi passado fio em torno da artéria uterina e com estímulo (FE) e quatro no grupo com fio e sem estímulo. As sessões de eletroestimulação foram realizadas desde o pós-operatório imediato, até o décimo nono dia de gestação, com duração de trinta minutos por sessão, uma sessão ao dia. No décimo nono dia de gestação as ratas foram eutanasiadas, e os fetos e placentas foram pesados e medidos. Para análise dos vasos placentários, foi realizada a técnica de imunohistoquímica para fator VIII. Resultados: Os casos com clampeamento apresentaram maior número de reabsorções fetais (p=0,017). O peso fetal foi menor nos casos com clampeamento (p<0,001) e com estímulo (p=0,01). O comprimento fetal foi menor nos casos com clampeamento (p<0,001) e com estímulo (p=0,002). O peso placentário foi menor nos casos com clampeamento (p<0,001) e com estímulo (p<0,001). O volume placentário foi menor nos casos com clampeamento (p<0,001) e com estímulo (p=0,016). Os casos com estímulo apresentaram menor número de vasos placentários (p<0,001), independente do procedimento (p=0,828). Houve correlação positiva entre o número de fetos e reabsorções (p=0,00444), entre o peso placentário e o peso fetal (p<0,001) e, nos casos estimulados, entre o número de vasos placentários e número de fetos (p=0,0131). Houve correlação negativa entre o comprimento fetal e o número de fetos nos casos estimulados (p=0,0150). Conclusões: O estímulo não aumentou o número de vasos placentários e parece não ter uma contribuição benéfica para o desenvolvimento fetal e placentário em ratas com restrição do fluxo uterino. Sugere-se que a TENS seja usada com cautela durante a gestação, pois seus parâmetros de utilização podem ter efeitos prejudiciais para o desenvolvimento intra-uterino.
Resumo: Introduction: Based on the high levels of fetal morbidity and mortality related to pregnancies complicated by placental insufficiency and intra uterine growth restriction, and based on studies using Transcutaneous Electrical Nerve Stimulation (TENS) as a treatment for placental insufficiency, the aim of this study was to evaluate the effect of TENS on fetal and placental development in pregnancies with restricted uteroplacental blood flow was experimentally induced by clamping the uterine artery. Material and Methods: In the study were included sixteen Wistar rats, submitted to uterine artery clamping surgery at day fifteen of pregnancy. Four were included in the group of animals with uterine artery clamping and submitted to TENS (CE), four in the group with clamp and without electrostimulation, four in the group in which a filament was passed around the uterine artery and stimulated (FE) and four in the group in which a filament and not stimulated. The surgery was performed on the 15th day of pregnancy, and the electrostimulation sessions were performed since the immediate postoperative until day nineteen of pregnancy, with duration of 30 minutes, one session per day. On day nineteen of pregnancy, animals were subjected to euthanasia, and fetuses and placentas were weighted and measured. To analyze the number of placental vessels, immunohistochemistry was performed with Factor VIII. Results: Cases with clamp presented a higher number of fetal reabsorptions (p=0.017). Fetal weight was smaller in cases with clamp (p<0.001) and stimulated (p=0.01). Fetal length was smaller in cases with clamp (p<0.001) and stimulated (p=0.002). Placental weight was smaller in cases with clamp (p<0.001) and stimulated (p<0.001). Placental volume was smaller in cases with clamp (p<0.001) and stimulared (p=0.016). Cases which were stimulated presented a smaller number of placental vessels (p<0.001), independent from procedure (p=0.828). There was a positive correlation between number of fetuses and reabsorptions (p=0.00444), between placental and fetal weights (p<0.001) and between number of placental vessels and number of fetuses in cases stimulated (p=0.0131). There was a negative correlation between fetal length and number of fetuses in cases stimulated (p=0.0150). Conclusions: Stimulus did not elevated the number of placental vessels and seems not to have a beneficial contribution to fetal and placental development in rats with uterine flow restriction. We suggest that TENS should be used cautiously during pregnancy, because its parameters of utilization may have harmful effects to intra-uterine development.
Palavras-chave: Fluxo sangüíneo
Restrição
TENS
Vascularização placentária
Blood flow
Placental vascularization
Restriction
TENS
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Patologia Geral
Programa: Programa de Pós-Graduação em Patologia
Citação: GUIMARÃES, Camila Souza de Oliveira. Efeitos da estimulação nervosa elétrica transcutânea na vascularização placentária de ratas com restrição induzida ao fluxo uterino.. 2008. 90 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Geral) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 1-Oct-2008
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_CamilaSouzaME.pdf345,14 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.