Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/52
Tipo: Dissertação
Título: Aspectos clínicos-epidemiológicos e percepção de dor na anemia falsiforme.
Título(s) alternativo(s): Clinical-epidemiologic aspects and perception of pain in the sickle cell disease.
Autor: Felix, Andreza Aparecida 
Primeiro orientador: Souza, Hélio Moraes de
Resumo: Doença falciforme (DF) é uma das principais e mais frequentes doenças genéticas que acometem os seres humanos. Caracteriza-se pelo predomínio da hemoglobina S (HbS) com manifestações clínicas evidentes: anemia falciforme (HbSS) e associações com outras variantes de hemoglobinas: HbC, HbD e talassemias (a e b). Predomina entre negros e pardos. Estima-se mais de 7.200.000 portadores de traço falciforme no Brasil e o nascimento de 3.500 crianças por ano com DF. As hemácias com hemoglobina S assumem, em condições de hipóxia, forma semelhante à foice, podendo levar a oclusão total dos capilares, provocando lesões teciduais agudas, com crises de dores e lesões crônicas de órgãos. Doenças, exposição ao frio e estresse são fatores que desencadeiam crises. Dor devido à crise de vaso-oclusão é a maior causa de hospitalização e está associada à mortalidade precoce. Através de visitas domiciliares foram realizadas entrevistas com pacientes falcêmicos, coletando dados clínico-epidemiológicos e de dor. Estes eram residentes de Uberaba e tinham idade igual ou superior a 18 anos. Encontrou-se, num total de 47 pacientes: negros 78,7%, pardos 17%; brancos 4,3%; gênero feminino em 59,6% da amostra; Tipo de Hemoglobinopatia: SS 63,8%, SC 17%, Sb talassemia 10,6%; 78,7% já fizeram transfusão sanguínea; Crises de dor: crises frequentes em 85,1%, com média de 7,02 crises/ano; Mensuração da dor: END média 5,5 (dor moderada); MPQ 35,9; Locais mais frequentes: 74,5% MMII, 57,4% ombros e MMSS, 53,2% coluna lombar, sacra, cócci; Estação do ano predominante: inverno (68,1%); Sentimentos em relação à doença: 38,3% aceitação, 21,3% revolta, 17% tristeza. Mudanças após diagnóstico: 46,8% piora em relação ao trabalho, 31,9% em relação ao lazer. Concluiu-se que a doença afeta todos os níveis do indivíduo e a dor chega a ser incapacitante para grande parte dos pacientes falcêmicos.
Resumo: Sickle Cell Disease (SCD) is one of the main and most frequent genetic illnesses that attack human beings. It is characterized by the predominance of S hemoglobin (HbS) with clear clinical manifestations: sickle cell anemia (HbSS) and associations with other variants of hemoglobin: HbC, HbD and thalassemias (a and b). It is predominant among black and dark-skinned people. There is an estimate of more than 7,200,000 people with the sickle cell trait in Brazil, and 3,500 children are born yearly with SCD. Erythrocytes with S hemoglobin, under conditions of hypoxia, take on the shape of a sickle, with the possibility of leading to a total occlusion of the capillaries, causing acute tissue lesions, with pain crisis and chronic lesion of organs. Illnesses, exposure to cold and stress are factors that can trigger the crisis. Pain due to the crisis of vein-occlusion is the major cause of hospitalization and is associated to early death. By means of home visits, interviews were carried out with SCD, collecting clinical-epidemiologic and pain data. The patients lived in Uberaba, and were 18 or more years old. Among the 47 sample patients there were: 78% black; 17% dark-skinned; 4.3% white; 59.6% females. Type of hemoglobinopathy: 63.8% SS; 17% SC; 10.6% Sb thalassemias; 78.7% have already had blood transfusions. Pain crisis: frequent crisis in 85.1%, with an average of 7.02 crisis per year. Measurement of pain: END average 5.5 (moderate pain); MPQ 35.9. Most frequent places: lower limbs 74.5%, shoulders and upper limbs 57.4%, lumbar and sacral spine, coccyx 53.2%. Predominant season: winter (68.1%). Feelings in relation to the illness: acceptance 38.3%, revolt 21.3%, sadness 17%. Changes after diagnosis: 46.8% get worse in relation to work, 31.9% in relation to leisure. It is possible to conclude that the illness affects the person at all levels and the pain can be totally incapacitating for many of the patients with SCD.
Palavras-chave: Anemia Falciforme
Dor
Epidemiologia
Anemia, Sickle Cell
Pain
Epidemiology
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::ANATOMIA PATOLOGICA E PATOLOGIA CLINICA
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Patologia Clínica
Programa: Programa de Pós-Graduação em Patologia
Citação: FELIX, Andreza Aparecida. Clinical-epidemiologic aspects and perception of pain in the sickle cell disease.. 2009. 86 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Clínica) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 30-Jun-2009
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_AndrezaFelixME.pdf534,67 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.