Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/55
Tipo: Dissertação
Título: Estudo bioquímico e imunohistoquímico da enzima conversora de angiotensina e da quimase no fluido pericárdico e no pericárdio parietal bovino
Autor: Sousa Filho, Ilsione Ribeiro de 
Primeiro orientador: Gomes, Roseli Aparecida da Silva
Resumo: O pericárdio de mamíferos consiste de uma membrana serosa e um saco fibroso. A serosa cobre a porção externa do coração (pericárdio visceral) e margeia a parte interna do saco fibroso (pericárdio parietal). Funções como transporte de fluido e partículas, participação em reações inflamatórias, reparo tecidual, proteção contra microrganismos e disseminação tumoral têm sido atribuídas a esta estrutura. O espaço entre o pericárdio visceral e parietal contém o fluido pericárdico que serve como um lubrificante e desempenha muitas funções locais. A composição deste fluido é considerada como um ultrafiltrado do plasma, enriquecido em moléculas como prostaglandinas, fator natriurético atrial, fatores de crescimento e angiotensina II (Ang II) entre outras. A visão clássica da Ang II como uma molécula vasoativa que participa da regulação hemodinâmica sistêmica e local tem se expandido. Este peptídeo, hoje em dia, é considerado como uma citocina, desempenhando funções na patologia cardiovascular, com efeitos pró-fibróticos e pró-inflamatórios. Estudos têm demonstrado que além da enzima conversora de angiotensina (ECA), outras enzimas são capazes de gerar Ang II, dentre elas a quimase, cujo principal sítio de produção e estocagem são os mastócitos. Assim, os objetivos deste trabalho foram demonstrar a presença tanto de ECA quanto de quimase no fluido pericárdico bovino, quantificar os mastócitos e imunolocalizar ambas as enzimas na membrana pericárdica de boi, verificando assim seus possíveis sítios de síntese. Os resultados obtidos permitiram a identificação de uma isoforma de ECA no fluido pericárdico, com massa molecular de aproximadamente 146 kDa, após a imunorreação sobre membrana de nitrocelulose. Nas secções de membrana pericárdica, a ECA foi identificada ao longo da camada mesotelial, sugerindo ser esta a fonte de produção de parte da ECA existente no fluido pericárdico. Em relação à quimase, enzima pertencente às vias alternativas para produção de Ang II, não foi possível detectar a presença desta enzima em amostras deste fluido. Através das reações histoquímicas, os mastócitos foram identificados e quantificados na membrana pericárdica. A densidade média foi de 43,77±14,73 mastócitos/mm² por animal. Em relação à integridade destas células, a densidade de mastócitos degranulados foi maior que a densidade de mastócitos granulados, sendo esta diferença estatisticamente significante. Finalmente, a imunodetecção de quimase, através da microscopia de fluorescência, permitiu, pela primeira vez, a identificação de mastócitos quimase-positivos em secções de tecido bovino, embora em quantidade reduzida.
Resumo: The mammalia pericardium consists of a serous membrane and a fibrous sac. The serous covers the outside of the heart (pericardium visceral and lines the inside of the fibrous sac (parietal pericardium). The space among parietal and visceral pericardium contain the pericardial fluid wich serves as lubricant and play many local roles. The composition of this fluid is considered as an ultrafiltrate of plasma enriched in molecules, such as prostaglandins, atrial natriuretic factor, growth factors and angiotensin (Ang II). The classic vision of Ang II as vasoactive molecule that participates of systemic and local hemodynamic regulation has been expanded. This peptide nowadays is considered as a cytokine presents an active role in cardiovascular pathology with pro-fribrotic and pro-inflammatory effects. Studies demonstraded that chymase is an alternative pathway of Ang II synthesis. The aims of this study was to show the presence of ACE and chymase in the bovine pericardial fluid, quantify the mast cells and identify the presence of both enzymes on the bovine parietal pericardium. The results obtained allowed the identification of an ACE isoform in the pericardial fluid weighing about 146 kDa, after immunoreaction on nitrocellulose membrane. In sections of the pericardial membrane, ACE has been identified along the mesothelial layer. It s suggesting this layer can be a source that produce part of the ACE in pericardial fluid. Regarding chymase, an enzyme of the alternative pathway of Ang II , has not been possible to detect the presence of this enzyme in samples of this fluid after immunoreaction on nitrocellulose membrane. Through histochemical reactions, mast cells were identified and quantified in the pericardial membrane. The average density was 43.77 ± 14.73 cells / mm ² per animal. In relation to the integrity of these cells, the density of degranulated, median, mast cells was greater than the density of mast cell granules, and this difference was statistically significant. Finally, the immunodetection of chymase by fluorescence microscopy, allowed for the first time, the identification of chymase positive mast cells in sections of bovine tissues, although small amounts.
Palavras-chave: Ang II
ECA
Quimase
Mastócitos
Pericárdio parietal
Fluido pericárdico
Ang II
ACE
Chymase
Mast cells
Parietal pericardium
Pericardial fluid
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Bioquímica, Fisiologia e Farmacologia
Programa: Curso de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas
Citação: SOUSA FILHO, Ilsione Ribeiro de. Estudo bioquímico e imunohistoquímico da enzima conversora de angiotensina e da quimase no fluido pericárdico e no pericárdio parietal bovino. 2011. 44 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica, Fisiologia e Farmacologia) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 7-Dec-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ilsione Dissert.pdf872,95 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.