Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/699
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBATISTA, Diego de Morais-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2962251233042359por
dc.contributor.advisor1CALDEIRA, Pedro Jorge Zany Pampulim Martins-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4110419521142450por
dc.date.accessioned2019-06-26T18:44:37Z-
dc.date.issued2018-09-18-
dc.identifier.citationBATISTA, Diego de Morais. Avaliação técnica do trabalho desenvolvido no setor de acessibilidade, da assistência estudantil, da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - estudo de caso. 2018. 125f. Dissertação (Mestrado em Administração Pública) - Programa de Mestrado Profissional em Administração Pública em Rede Nacional, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018 .por
dc.description.resumoO presente estudo é um relatório técnico, resultado de pesquisa para conclusão do Mestrado Profissional em Administração Pública, pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Nele foi analisado, através de pesquisa de campo, bibliográfica e documental, o trabalho desenvolvido pelo Setor de Acessibilidade da UFTM, bem como suas dificuldades e necessidades de investimentos para otimização dos serviços prestados. Por fim, foram realizadas entrevistas com quatro alunos atendidos pelo setor, sendo um representante para cada grupo, definidos por: deficiência física, sensorial – visual, sensorial – auditiva e mental/transtorno de aprendizagem; um professor de cada um desses alunos; e dois gestores; além da análise de relatórios produzidos por alunos Tutores Inclusivos. A partir da confirmação das percepções dos serviços prestados, por meio das entrevistas e relatórios, foram elencadas vinte e quatro percepções que influenciaram treze importantes ações propostas para otimização do trabalho do Setor. Destaca-se ainda, atividades importantes desenvolvidas pelo setor, em especial, o Programa de Tutoria Inclusiva (PTI), além de relatos relevantes quanto às vivências e contato com alunos atendidos por esse Programa. Entendese que esse trabalho pode e deve influenciar novas pesquisas, além de ser referência para outras instituições de ensino, especialmente as federais (IFES), em busca de melhor eficácia das ações desenvolvidas para acessibilidade da pessoa deficiente quanto à assistência estudantil.por
dc.description.abstractThe present study is a final technical report, a result of research for the conclusion of the Master's Degree in Public Administration, at Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). In this report, we analyzed, through the field, bibliographical and documental researches, the work developed at the UFTM Accessibility Area, as well as its difficulties and investment needs to optimize the services provided. Finally, interviews were conducted with four students attended by the sector, being one representative for each group, defined by: physical, sensorial - visual, sensorial - auditory and mental / learning disorders; a lecturer from each of these students; and two managers; in addition, we have considered the report analysis by Inclusive Tutors students. From the confirmation of the perceptions of the services provided, derived from interviews and reports, twenty-four perceptions were recorded that influenced thirteen important actions proposed to optimize the work of the Accessibility Area. It is important to highlight activities developed by the Area, especially the Inclusive Tutoring Program (ITP), as well as relevant reports regarding experiences and contact with students served by the ITP. It is understood that this work may and should influence new researches, besides being a reference for other educational institutions, especially the federal ones (FTI), in search of a better effectiveness of the actions developed for the accessibility of the disabled person in the student assistance Area.eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttp://bdtd.uftm.edu.br/retrieve/4493/Dissert%20Diego%20de%20M%20Batista.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Triângulo Mineiropor
dc.publisher.departmentPró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduaçãopor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFTMpor
dc.publisher.programPrograma de Mestrado Profissional em Administração Pública em Rede Nacionalpor
dc.relation.referencesANDIFES. Plano Nacional de Assistência Estudantil, 2007. Disponível em: <http://www.andifes.org.br/wpontent/ files_flutter/Biblioteca_071_Plano_Nacional_de_Assistencia_Estudantil_da_An difes_completo.pdf>. Acesso em: 14 dez. 2017. BARNES, C. Disability, higher education and the inclusive society. The British Journal of Sociology of Education, London, v. 28, n. 1, Jan., p. 135-145, 2007. BATISTA, D. M. Respostas aos questionamentos quanto à Assistência Estudantil [mensagem institucional]. Mensagem recebida por <auditoriauftm@gmail.com Cc: sandra.martins@uftm.edu.br, marcelo.pereira@uftm.edu.br, profalucianacolucci@gmail.com> 30 nov. 2017. BATISTA, D. M. Previsão completa 2018 [mensagem institucional]. Mensagem recebida por <marcelo.pereira@uftm.edu.br, sandra.martins@uftm.edu.br> 25 jan. 2018. BORSATO, F. P. A configuração da assistência estudantil na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul após a implantação do PNAES. 2015, 210 p. Dissertação (Mestrado em Serviço Social e Política Social) - Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2015. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000201466>. Acesso em: 13 dez. 2017. BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. 292 p. ______. Ministério da Educação. Aviso Circular nº 277/MEC/GM de 08 de maio de 1996. Dirigido aos Reitores das IES, solicitando a execução adequada de uma política educacional dirigida aos portadores de necessidades especiais. Brasília, DF, 1996. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/aviso277.pdf>. Acesso em: 13 dez. 2017. ______. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Programa Dinheiro Direto na Escola. Perguntas frequentes. Sobre despesas de custeio e capital. Brasília, DF: FNDE, 2017. Disponível em: <http://www.fnde.gov.br/programas/pdde/perguntas-frequentes/item/10728-pf-sobredespesas- de-custeio-e-capital>. Acesso em: 28 jun. 2018. ______. Ministério da Educação. Portaria Normativa nº 39, de 12 de dezembro de 2007. Institui o Programa Nacional de Assistência Estudantil - PNAES. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, 13 dez. 2007a. Seção 1, p. 39. Disponível em: <https://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/Portaria_Normativa_38 _PIBID.pdf>. Acesso em: 14 dez. 2017. ______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Secretaria de Educação Superior. Documento Orientador: Programa Incluir - Acessibilidade na Educação Superior: SECADI/SESu - 2013. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=127 37-documento-orientador-programa-incluir-pdf&category_slug=marco-2013- pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 14 dez. 2017. ______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Grupo de Trabalho da Política Nacional de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, DF, 2008a. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf>. Acesso em: 21 fev. 2018. ______. Secretaria de Educação Superior. Edital n. 4. Seleção de Propostas. Programa Incluir: acessibilidade na educação superior. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 5 de maio 2008b. Seção 3, 39-40. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=816 -incluir-propostas-pdf&category_slug=documentos-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 12 fev. 2018. ______. Secretaria de Educação Superior. Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI: diretrizes para elaboração. Brasília, DF: MEC/ SESu, 2002. Disponível em: <https:// http://www2.mec.gov.br/sapiens/pdi.html>. Acesso em: 14 dez. 2017. ______. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Decreto n. 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI. Brasília, DF, 2007a. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007- 2010/2007/decreto/d6096.htm>. Acesso em: 14 dez. 2017. ______. Decreto n. 7.234, de 19 de julho de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil - PNAES. Brasília, 19 de julho de 2010. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7234.htm>. Acesso em: 14 dez. 2017. ______. Emenda Constitucional nº 95, de 15 de dezembro de 2016. Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal, e dá outras providências. Brasília, DF, 15 dez. 2016a. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc95.htm>. Acesso em: 14 dez 2017. ______. Lei n. 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Brasília, DF, 2012. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cotas/docs/lei_12711_29_08_2012.pdf>. Acesso em: 14 dez. 2017. ______. Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília, DF, 06 jul. 2015. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015- 2018/2015/lei/l13146.htm>. Acesso em: 14 dez. 2017. ______. Lei n. 13.409, de 28 de dezembro de 2016. Altera a Lei n. 12.711, de 29 de agosto de 2012, para dispor sobre a reserva de vagas para pessoas com deficiência nos cursos técnico de nível médio e superior das instituições federais de ensino. Brasília, DF, 28 dez. 2016b. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015- 2018/2016/lei/L13409.htm>. Acesso em: 14 dez. 2017. CHAVEIRO, N.; BARBOSA, M. A. A surdez, o surdo e seu discurso. Revista Eletrônica de Enfermagem, Goiânia, v. 6, n. 2, 2004. Disponível em: <https://www.fen.ufg.br/fen_revista/revista6_2/pdf/Orig3_surdez.pdf>. Acesso em: 29 jul. 2018. CONFERÊNCIA MUNDIAL DE EDUCAÇÃO PARA TODOS. Declaração Mundial de Educação para Todos: plano de ação para satisfazer as necessidades básicas de aprendizagem. Brasília, DF: UNICEF, 1990. Disponível em: <https://www.unicef.org/brazil/pt/resources_10230.htm>. Acesso em: 14 dez. 2017. DECLARAÇÃO DE SALAMANCA. Sobre princípios, políticas e práticas na área das necessidades educativas especiais. Salamanca, Espanha, 1994. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf>. Acesso em: 13 dez. 2017. DIAS SOBRINHO, J. Educação superior: bem público, equidade e democratização. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), v. 18, n.1, p. 107-126, mar. 2013. Disponível em: <https://www.ufmg.br/dai/textos/artigo1.pdf>. Acesso em: 21 fev. 2018. GARZON, A. Acessibilidade deficiente ou… Pensador. [Piracicaba], c2005-2018. Disponível em: <https://www.pensador.com/frase/MTc1MTU4MQ/>. Acesso em: 20 jul. 2018. GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008. GONÇALVES, A. R. Relatório de Atividades [mensagem institucional]. Mensagem recebida por < angelica.goncalves@uftm.edu.br, daniela.rezende@uftm.edu.br, daniela.kamimura@proace.uftm.edu.br, camila.tibery@proace.uftm.edu.br, camila.julich@uftm.edu.br, christineide.ferreira@uftm.edu.br, diego.batista@proace.uftm.edu.br, edilene.leal@proace.uftm.edu.br, edilene.soares@uftm.edu.br, marieles.silveira@proace.uftm.edu.br, marieles.silveira@uftm.edu.br, christineide.nakagawa@uftm.edu.br> 13 fev. 2017. MANZINI, E. J. A entrevista na pesquisa social. Didática, São Paulo, v. 26/27, p. 149- 158, 1990/1991. MIRANDA, E.; PACHECO, E. A. C. Educação e acessibilidade: relações no cotidiano da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 7., 2016, São Carlos/ SP. Anais eletrônicos... São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 2016. Disponível em: <https://proceedings.science/cbee7/trabalhos/educacao-e-acessibilidade-relacoes-nocotidiano- da-universidade-federal-do-triangulo-mineiro#download-paper>. Acesso em: 25 jul. 2018. MIZAEL, G. A. et al. Análise do Plano de Desenvolvimento Institucional das universidades federais do Consórcio Sul-Sudeste de Minas Gerais. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 47, n. 5, p. 1145-1164, set./out. 2013. Disponível em: <http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/12046/10966>. Acesso em: 21 fev. 2018. MOREIRA, L. C. In(ex)clusão na universidade: o aluno com necessidades educacionais especiais em questão. Revista educação especial, Santa Maria, n. 25, p. 37-47, 2005. Disponível em: <http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=313127395004>. Acesso em: 21 fev. 2018. ______. Universidade e alunos com necessidades educacionais especiais: das ações institucionais às práticas pedagógicas. 2004. 133 f. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. SOUZA, D. J. N. de. Política de educação superior e os programas de permanência para universidades públicas: um estudo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - 2003 a 2010. Campo Grande: Universidade Católica Dom Bosco, 2012. Disponível em: <http://site.ucdb.br/public/md-dissertacoes/16294-debora-julianacorreta. pdf>. Acesso em: 14 dez. 2017. PISCITELLI, T. Direito financeiro esquematizado. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: Método, 2011. RADABAUGH, M. P. NIDRR’s Long Range Plan: technology for access and function research. 1993a. Disponível em: <http://www.ncddr.org/rpp/techaf/lrp_ov.html>. Acesso em: 28 jun. 2018. ______. Study on the financing of assistive technology devices of services for individuals with disabilities: a report to the president and the congress of the United State, National Council on Disability. 1993b. Disponível em: <http://www.ncddr.org/rpp/techaf/lrp_ov.html>. Acesso em: 28 jun. 2018. SANTOS, C. P. C.; MARAFON, N. M. A Política de assistência estudantil na universidade pública brasileira: desafios para o serviço social. Textos & contextos, Porto Alegre, v. 15, n. 2, p. 408-422, ago./dez. 2016. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/download/22232/15301>. Acesso em: 14 dez. 2017. SANTOS, A. F. Educação inclusiva no ensino superior: o docente universitário em foco. 2009. 163 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG, 2009. Disponível em: <https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/13776/1/aAmanda.pdf>. Acesso em: 25 jul. 2018. SILVA, J. E. O. et al. Contribuições do PDI e do planejamento estratégico na gestão de universidades federais. Revista GUAL, Florianópolis, v. 6, n. 3, p. 269-287, set. 2013. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/gual/article/view/30647>. Acesso em: 14 dez. 2017. SILVEIRA, M. et al. Acessibilidade atitudinal: "Outros Olhos" sobre a cegueira. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 7., 2016, São Carlos/SP. Anais eletrônicos... São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 2016. Disponível em: <https://proceedings.science/cbee7/trabalhos/acessibilidade-atitudinal-outros-olhossobre- a-cegueira>. Acesso em: 25 jul. 2018. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Pró-Reitoria de Planejamento. Regimento Geral. Regulamenta a organização e o funcionamento da Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM. Uberaba, 2010. Disponível em: <http://www.uftm.edu.br/proplan/regulamentacao-e-normatizacao/regimento-geral>. Acesso em: 20 set. 2017. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Pró-Reitoria de Recursos Humanos. Formulário Perfil de Ambiente Organizacional. Uberaba, 2011. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis. Cartilha PSIU: conheça seus direitos e deveres. Uberaba, 2014. Disponível em: <http://www2.uftm.edu.br/proace/images/_Assistencia_Estudantil_na_UFTM_- _Conheca_seus_direitos_e_deveres.pdf>. Acesso em: 14 dez. 2017. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Ingresso. Graduação- Uberaba. SISU. Processos Encerrados. Edital nº15 /2017 – Sisu / UFTM: Processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada - Sisu para ingresso nos cursos de graduação da UFTM no primeiro semestre de 2018. Uberaba, 2017a. Disponível em: <http://www.uftm.edu.br>. Acesso em: 29 jul. 2018. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Acesso à informação. Institucional. Conheça a UFTM: referência cronológica. Uberaba, [2016]a. Disponível em: <http://uftm.edu.br/institucional/conheca-a-uftm>. Acesso em: 14 dez. 2017. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis. Relatório de gestão 2014. Uberaba, 2014. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Pró-Reitoria de Planejamento. PDI: 2017-2021 [minuta]. Uberaba, [2016]b. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Pró-Reitoria de Planejamento. Regimento Interno da PROACE. Uberaba, 2016c [minuta]. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Pró-Reitoria de Recursos Humanos. Formulário Perfil de Ambiente Organizacional. Uberaba, 2017c. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Pró-Reitoria de Ensino. Regulamento de Graduação. Resolução nº10, de 27/11/2012, do CONSU. Uberaba, 2012. Disponível em: <http://www.uftm.edu.br/proens/ensino/regulamento-degraduacao>. Acesso em: 14 dez. 2017. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Pró-Reitoria de Extensão Universitária. Atividades de Extensão Registradas: lista de PROJETOS aprovados por pareceristas, homologados pelo COEXT e registrados na PROEXT. Uberaba, 2018. Disponível em: <http://www.uftm.edu.br/proext/desenvolvimento-da-extensaouniversitaria/ atividades-de-extensao-registradas>. Acesso em: 29 jul. 2018. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Organização Institucional. Pró-Reitoria de Planejamento. Prestação de Contas. Relatórios Gerais: Relatório da Gestão 2014-2018. Uberaba, 2018b. Disponível em: <http://www.uftm.edu.br/proplan/prestacao-de-contas/relatorios-gerais>. Acesso em: 20 ago. 2018. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. A Universidade. Organograma. Organograma Proace: Organograma Proace UFTM. Uberaba, [2017]b. Disponível em: <http://www.uftm.edu.br/organograma/proace>. Acesso em: 14 dez. 2017.por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectDiscentes.por
dc.subjectAcessibilidade.por
dc.subjectInclusão.por
dc.subjectUniversidade.por
dc.subjectTutoria Inclusiva.por
dc.subjectAccessibility.eng
dc.subjectInclusion.eng
dc.subjectUniversity.eng
dc.subjectInclusive Tutoring.eng
dc.subject.cnpqOrganizações Públicaspor
dc.titleAvaliação técnica do trabalho desenvolvido no setor de acessibilidade, da assistência estudantil, da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - estudo de casopor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Mestrado Profissional em Administração Pública em Rede Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Diego de M Batista.pdfDissert Diego de M Batista4,1 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons