Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/95
Tipo: Dissertação
Título: Efeito da suplementação de ácido α-lipóico sobre parâmetros do sistema antioxidante no pós-exercício de camundongos treinados
Autor: MERINO, Susana 
Primeiro orientador: PORTARI, Guilherme Vannucchi
Resumo: A prática regular de atividade física associada a uma dieta balanceada é importante na promoção da saúde. Entretanto, a realização de exercícios físicos de alta intensidade ou exaustivos pode gerar danos como lesões, fadiga crônica e overtraining, parcialmente em razão da elevada síntese de espécies reativas de oxigênio. Em contrapartida, o treinamento físico exerce capacidade protetora à essa resposta através da produção adaptativa endógena de antioxidantes. O sistema antioxidante é uma maquinaria que controla as ações dos radicais livres em prol da manutenção da homeostasia celular dos organismos aeróbios, podendo ser enzimáticos e não enzimáticos, endógenos e exógenos. O ácido α-lipóico e sua forma reduzida, ácido dihidrolipóico, agem como potentes antioxidantes e eliminam radicais livres. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da suplementação de ácido α-lipóico sobre biomarcadores de estresse oxidativo de camundongos treinados no pós-exercício exaustivo. O treinamento consistiu em 6 semanas de natação, em que o último dia correspondeu à uma sessão exaustiva com sobrecarga de 10% do peso corporal preso à calda do animal. Os animais do grupo Suplementado receberam 100mg/kg/dia de ácido α-lipóico, enquanto os do grupo Controle receberam veículo placebo. A eutanásia se deu em 3 diferentes momentos, Basal (animais que não realizaram exercício exaustivo), 0 e 4h pós-exaustão. As dosagens de biomarcadores de estresse oxidativo foram realizadas, obtendo-se uma diminuição simultânea das concentrações de glutationa reduzida (GSH), vitamina E após 4h de exercício exaustivo no grupo Suplementado, sugerindo o consumo destes em prol da redução da peroxidação lipídica, percebida pela redução das substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (SRATB) no mesmo grupo e período do protocolo experimental. Em contrapartida, houve um aumento de óxido nítrico (ON) no grupo Suplementado e a capacidade antioxidante total permaneceu inalterada. Dessa forma, apenas esses dois últimos parâmetros vão de encontro à nossa hipótese. Desta maneira, conclui-se que a suplementação com ácido a-lipóico resultou em uma proteção contra o estresse oxidativo provocado pelo exercício exaustivo.
Resumo: The regular practice of physical activity associated with a balanced diet is important in health promotion. However, the physical exercises of high intensity or exhaustive exercises can cause damage, like chronic fatigue and overtraining, partially due to the high synthesis of reactive oxygen species. In contrast, physical training exerts protective capacity of this adaptive response through the production of endogenous antioxidants. The antioxidant system is a machinery that controls the actions of free radicals for the maintenance of cellular homeostasis of aerobic organisms, and may be enzymatic and nonenzymatic, endogenous and exogenous. The α-lipoic acid and its reduced form, dihydrolipoic acid, act as potent antioxidant and eliminates free radicals. This study aimed to evaluate the effect of supplementation of α-lipoic acid on biomarkers of oxidative stress in trained mice in post-exhaustive exercise. Training consisted of 6 weeks swimming. At the last day an exhaustive session with 10% overload the weight attached to the tail of the animal was released. Supplemented group animals received 100mg/kg/day α-lipoic acid, while the Control group received placebo vehicle. Euthanasia was in 3 different times, Basal (animals that have not performed exhaustive exercise), 0 and 4h post-exhaustion. The dosages of biomarkers of oxidative stress were performed, yielding a simultaneous decrease of the concentrations of reduced glutathione (GSH), vitamin E 4h after exhaustive exercise in the Supplemented group, suggesting the use of these for the reduction of lipid peroxidation, reducing perceived by the thiobarbituric acidreactive substances (TBARS) in the same group and in the experimental protocol period. In contrast, there was an increase of nitric oxide (NO) in the Supplemented group and the total antioxidant capacity remained unchanged. Thus, only the latter two parameters go against our hypothesis. Thus, it is concluded that supplementation with a-lipoic acid resulted in the protection against oxidative stress induced by exhaustive exercise.
Palavras-chave: Exercício exaustivo
Estresse oxidativo
Ácido α
-lipóico
Espécies reativas de oxigênio (EROs)
Suplementação
Antioxidante.
Exhaustive exercise
Oxidative stress
α
-lipoic acid
ROS
Supplementation
Antioxidant
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: MERINO, Susana. Efeito da suplementação de ácido α-lipóico sobre parâmetros do sistema antioxidante no pós-exercício de camundongos treinados. 2013. 53 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 11-Mar-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Susana Merino.pdf1,95 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.