Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/98
Tipo: Dissertação
Título: Reprocessamento manual e automatizado de dialisadores: parâmetros laboratoriais de pacientes submetidos à hemodiálise
Autor: Faleiros, Camila de Mattos 
Primeiro orientador: Iwamoto, Helena Hemiko
Resumo: A hemodiálise configura-se como uma modalidade de tratamento renal substitutivo para indivíduos com insuficiência renal crônica que permite a filtração do sangue e o reestabelecimento do equilíbrio eletrolítico e acidobásico do organismo. Os dialisadores são os filtros responsáveis pela filtração sanguínea e podem ser reutilizados para o mesmo paciente, sendo reprocessados de duas formas: manual e automatizada. Este estudo teve como objetivos caracterizar o perfil sócio demográfico e clínico de pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise e analisar os dados laboratoriais e o Kt/V destes pacientes, em função do reprocessamento manual e automatizado de dialisadores. Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, com abordagem quantitativa, realizado com 21 pacientes em tratamento hemodialítico na Unidade de Terapia Renal (UTR) do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, no período de abril de 2010 à março de 2012. Os pacientes responderam um questionário contendo as variáveis sócio demográficas e clínicas, com os dados apresentados em tabelas de frequência. Os dados laboratoriais foram obtidos a partir das anotações mensais realizadas na UTR e analisados estatisticamente por meio do teste t de Student. A maioria dos pacientes era do sexo masculino (57,1%), possuía idade superior à 60 anos (28,6%), cor da pele preta e parda (69,4%), era casada ou com união estável (47,7%), possuía filhos (66,7%), residia em área urbana (100%), com quatro ou mais indivíduos no mesmo domicílio (42,9%), não trabalhava (81%), renda familiar mensal de um a dois salários mínimos (71,5%), possuía baixa escolaridade (33,4%) e a religião mais citada foi a católica (52,3%). A mediana de tempo de início de tratamento hemodialítico foi de 62 meses (26 a 384), a maioria dos pacientes já foi internada após o início do programa hemodialítico (81%), de duas a três vezes (33,4%), sendo infecção a maior causa de hospitalização (32,4%), 47,6% possuíam familiares com hipertensão arterial sistêmica, 52,3% apresentaram casos na família de diabetes mellitus e 28,6% com doenças cardiovasculares. As comorbidades mais citadas foram hipertensão arterial sistêmica (85,7%), seguido de diabetes mellitus e doenças cardiovasculares, ambos com 28,6%. Considerando os hábitos dos pacientes, 14,3% fumavam, 42,9% eram ex-fumantes, 4,8% ingeriam bebidas alcoólicas e 52,3% não praticavam exercícios físicos. Quanto aos parâmetros laboratoriais, não houve diferença significativa entre a média dos valores laboratoriais e do Kt/V durante o período de utilização do reprocessamento manual e automatizado dos dialisadores, a não ser para o íon cálcio, porém sem relevância clínica, pois a média anual destes exames na população estudada permaneceu dentro dos valores de referência em ambos os períodos. Conhecer as características sóciodemográficas e clínicas dos pacientes em hemodiálise é um instrumento relevante para auxiliar no direcionamento do trabalho da equipe de saúde multidisciplinar nos centros de hemodiálise e promover uma atuação mais efetiva no cuidado. O reprocessamento manual e automático de dialisadores é realidade no Brasil. O profissional de enfermagem, nos serviços de hemodiálise, deve conhecer minuciosamente as etapas do reprocessamento manual e automático e ser treinado para a realização deste procedimento, evitando acidentes de trabalho ou prejuízos ao paciente.
Palavras-chave: Diálise renal
Unidades Hospitalares de Hemodiálise
Testes Hematológicos
Cuidados de Enfermagem
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Atenção à Saúde das Populações
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: FALEIROS, Camila de Mattos. Reprocessamento manual e automatizado de dialisadores: parâmetros laboratoriais de pacientes submetidos à hemodiálise. 2012. 95 f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde das Populações) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 18-Dec-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Camila M Faleiros.pdf1,54 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.