Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/1009
Tipo: Dissertação
Título: Síndrome do Túnel do Carpo: avaliação e intervenção fisioterapêutica com interface entre a mão e a coluna vertebral
Autor: SIMÃO, Amanda Santos 
Primeiro orientador: FERNANDES, Luciane Fernanda Rodrigues Martinho
Resumo: A Síndrome do Túnel do Carpo (STC) é uma neuropatia de compressão do nervo mediano mais comum da extremidade superior. A sintomatologia é variada e sua apresentação é geralmente bilateral. É caracterizada por dor, formigamento e/ou sensação de dormência na mão, punho e 3 primeiros dedos e tendendo a piorar durante a noite. Com a progressão dos sintomas a dor e a dormência podem ser sentidas durante o dia de forma intermitente ou desencadeadas por atividades diárias. Em muitos pacientes a dor se torna constante e são relatados edemas das mãos, falta de destreza ao manusear objetos e a queda dos objetos manipulados. Em estágios avançados é possível observar fraqueza devido a atrofia da musculatura tenar. Em associação com os sintomas da mão, 45% dos indivíduos com STC também relatam dor nas áreas proximais da extremidade superior. Tais sintomas podem ser evidências de danos nas raízes nervosas cervicais, que explicaria o quadro sintomático ao longo do membro superior e cervical. Assim, o tratamento das lesões por compressão deve ser direcionado a todos os pontos vulneráveis ao longo do nervo como: punho, cotovelo e cervical. A eletroneuromiografia (ENMG) é um exame invasivo considerado o padrão-ouro no diagnóstico de STC. No entanto, esse exame tem alta taxa de falso-positivos. A dinamometria e a eletromiografia de superfície (EMG) são técnicas não invasivas capazes de avaliar e mensurar a força e a ativação eletromiográfica e fornecer informações objetivas úteis para determinar padrões normativos e indicadores de lesão. E, para uma avaliação mais direcionada das mãos, foi desenvolvido o Brief ICF Core Set for Hand Conditions (BCS-HC) que verifica os impactos da função, atividade e participação por meio dos conceitos da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF). Dessa forma, busca-se investigar se o uso de técnicas não invasivas (EMG e dinamometria) são capazes de detectar alterações na musculatura de mãos com STC que possa sugerir sofrimento neural. Além disso, verificar se um protocolo fisioterapêutico baseado em técnicas de estabilização segmentar, mobilização cervical e neural é mais eficaz que exercícios terapêuticos clássicos na redução dos sintomas, evolução do estado funcional e alteração da atividade eletromiográfica das mãos de mulheres com STC. Bem como verificar a aplicabilidade do BCS-HC por meio da vinculação dos conceitos dos questionários Patient rated wrist evaluation (PRWE) e Boston Carpal Tunnel Questionnaire (BCTQ) e determinar se existe associação entre os conceitos da CIF e os questionários para STC.
Resumo: Carpal Tunnel Syndrome (CTS) is a most common compression neuropathy of the median nerve of the upper extremity. The symptoms are varied and their presentation is usually bilateral. It is characterized by pain, tingling and / or feeling of numbness in the hand, wrist and first 3 fingers and tending to get worse at night. With the progression of symptoms, pain and numbness may be felt during the day intermittently or triggered by daily activities. In many patients the pain becomes constant and edema of the hands, lack of dexterity in handling objects and falling objects are reported. In advanced stages it is possible to observe weakness due to atrophy of the tenar musculature. In association with hand symptoms, 45% of individuals with CTS also report pain in the proximal areas of the upper extremity. Such symptoms may be evidence of damage to the cervical nerve roots, which would explain the symptomatic picture along the upper and cervical limbs. Thus, the treatment of compression injuries should be directed to all vulnerable points along the nerve, such as: wrist, elbow and cervical. Electroneuromyography (ENMG) is an invasive exam considered the gold standard in the diagnosis of CTS. However, this test has a high rate of false positives. Dynamometry and surface electromyography (EMG) are non-invasive techniques capable of evaluating and measuring electromyographic strength and activation and providing objective information useful for determining normative patterns and injury indicators. And, for a more targeted evaluation of the hands, the ICF Core Set for Hand Conditions Brief (BCS-HC) was developed, which verifies the impacts of function, activity and participation through the concepts of the International Classification of Functionality, Disability and Health (CIF ). Thus, we seek to investigate whether the use of non-invasive techniques (EMG and dynamometry) are able to detect changes in the hand muscles with CTS that may suggest neural distress. In addition, to verify whether a physiotherapy protocol based on segmental stabilization techniques, cervical and neural mobilization is more effective than classical therapeutic exercises in reducing symptoms, evolution of the functional state and alteration of the electromyographic activity of the hands of women with CTS. As well as verifying the applicability of BCS-HC by linking the concepts of the Patient rated wrist evaluation (PRWE) and Boston Carpal Tunnel Questionnaire (BCTQ) and determining whether there is an association between the ICF concepts and the STC questionnaires.
Palavras-chave: Síndrome do Túnel do Carpo.
Eletromiografia de superfície.
Dinamometria.
Neuropatia do nervo mediano.
Força da mão.
Força de pinça.
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Carpal Tunnel Syndrome.
Surface Electromyography.
Dynamometer.
Median nerve neuropathy.
Hand strength.
Pinch strength.
ICF core set for hand conditions.
International Classification of Functioning, Disability and Health.
Área do CNPQ: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia
Citação: SIMÃO, Amanda Santos. Síndrome do Túnel do Carpo: avaliação e intervenção fisioterapêutica com interface entre a mão e a coluna vertebral. 2020. 86f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2020.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 5-Feb-2020
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Amanda S Simao.pdfDissert Amanda S Simao763,33 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons