Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/11
Tipo: Tese
Título: Alterações morfológicas da junção osteocondral em necropsias perinatais.
Autor: Salge, Ana Karina Marques 
Primeiro orientador: Castro, Eumenia Costa da Cunha
Resumo: Introdução: crianças com óbito no período perinatal podem apresentar ao exame das costelas, alterações da junção osteocondral (JOC) relacionadas à restrição de crescimento intra-uterino, alterações placentárias, desordens maternas e anormalidades congênitas Objetivo: identificar as alterações morfológicas da JOC em crianças necropsiadas e os fatores associados com sua patogênese. Métodos: foram utilizadas 254 JOC de crianças necropsiadas seqüencialmente. Realizamos as colorações de Hematoxilina-eosina e Tricrômico de Masson Azul. Para marcação da expressão nos condrócitos da JOC da proteína oligomérica da matriz cartilaginosa (COMP), foi utilizado o anticorpo policlonal anti-COMP. Resultados: foram analisadas as alterações morfológicas encontradas na JOC de 254 crianças necropsiadas. Foram consideradas normais 199 (78,3%) JOC dos casos analisados. Foram encontradas alterações na JOC em 55 (22%) dos casos analisados: aumento de matriz cartilaginosa (AMC) em 38 casos (14,9%), padrão bizarro (BZ) em 10 casos (3,9%), formação de osso próximo aos canais de crescimento (MCO), 5 casos (2%) e células da medula óssea na zona livre (CME) em 2 casos (0,8%). O comprimento da zona proliferativa é diferente nos grupos de lesão da JOC (p<0,001). No grupo de pacientes com MCO e no grupo de pacientes com AMC o comprimento foi maior (p<0,05) e no grupo BZ o comprimento foi menor (p<0,05). Houve uma maior expressão da COMP nos casos que apresentaram alterações mais graves n(p=0,003). A expressão da COMP foi maior na zona hiperplásica. Conclusão: as alterações da JOC são mais freqüentes em necropsias pediátricas no período perinatal. A zona proliferativa está aumentada nas lesões encontradas e tem associação significativa com o aumento da COMP. O exame da JOC pode ajudar à diferenciar as causas de óbito intrauterino e no período perinatal e este estudo contribuiu para melhor entendimento dos mecanismos relacionados a etiologia destas alterações.
Resumo: Introduction: children with death in the perinatal period can present at the exam of the ribs, alterations of the osteochondral junction (OCJ), which could be related with intrauterine growth restriction, placental alterations, maternal disorders and congenital abnormalities. Aim: to identify the morphological alterations of the OCJ in autopsied children and the factors associated with its pathogenesis. Methods: we used OCJ from 254 children, which were sequentially autopsied. The Eosin and blue Masson s trichrome stain were used for morphological and morphometrical analyses. For the measurement of cartilage oligomeric matrix protein (COMP) expression in the chondrocytes, we utilized a policlonal antibody. Results: from the 254 OCJ analyses we found 199 (78.3%) cases with normal OCJ. In the altered OCJ group we found 55 cases (22%); 38 cases (14.9%) have matrix cartilage increased at the free bone marrow zone of the OCJ (AMC), in 10 cases (3.9%) the bizarre pattern (BZ), in 5 cases (2%) a bone closing de growth channels (MCO) of the OCJ and in 2 (0.8%) cases bone marrow cells encroaching de bone marrow free zone. The length of the proliferative zone is different in the groups with alterations of the OCJ lesions (p<0.001), being higher in MCO and AMC patients group (p<0.05). In the BZ group the length was shorter (p<0.05). The highest expression of the COMP was found in the cases, which presented the worst alterations of the OCJ (p=0.003). The COMP expression was higher in the hyperplasic zone. Conclusion: the OCJ alterations are more frequent in children s autopsies in the perinatal period. The proliferative zone is increased in the morphological alterations and has significant association with the increase of the COMP expression. The OCJ analyses is a important part of the autopsies performed in the perinatal period and this study contributed for a better understanding of the mechanisms related to the etiology of these alterations.
Palavras-chave: costelas
morfologia
necropsia
autopsy
morphology
ribs.
Área do CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::ANATOMIA PATOLOGICA E PATOLOGIA CLINICA
Idioma: por
País: BR
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Patologia Geral
Programa: Programa de Pós-Graduação em Patologia
Citação: SALGE, Ana Karina Marques. Alterações morfológicas da junção osteocondral em necropsias perinatais.. 2006. 60 f. Tese (Doutorado em Patologia Geral) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Data do documento: 20-Dec-2006
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_AnaKarinaDO.pdf732,56 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.