Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/214
Tipo: Dissertação
Título: Relação entre o sítio de implantação do Cateter Venoso Central de Inserção Periférica e as causas da sua remoção
Autor: ROCHA, Bruna Batista Oliveira
Primeiro orientador: IWAMOTO, Helena Hemiko
Resumo: Os avanços tecnológicos conquistados na área científica vêm favorecendo a manutenção da vida de recém-nascidos (RNs), requerendo maior exigência de profissionais especializados para a oferta de uma assistência qualificada. Em determinados quadros clínicos, é inevitável a utilização de cateteres venosos centrais em neonatos. Devido à facilidade de punção, tempo de permanência prolongado e reduzido risco de complicações, o Cateter Venoso Central de Inserção Periférica (PICC) vem sendo utilizado em larga escala, permitindo a esta população de pele frágil e pequenas veias um acesso venoso seguro e estável. Apesar dos inúmeros benefícios, a literatura aponta um conjunto de complicações, muitas vezes, resultando em remoção precoce do cateter. Diante disso, essa pesquisa tem por objetivo descrever a incidência da remoção do PICC e analisar a relação existente entre o sítio de inserção e o surgimento de complicações. Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, com abordagem retrospectiva. Realizou-se; coleta de dados junto ao prontuário médico e a ficha de acompanhamento do cliente com PICC. Participaram da pesquisa neonatos internados na Unidade de Cuidados Intermediários – Berçário e Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Pediátrica do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro de Uberaba-Minas Gerais, que receberam terapia intravenosa por meio do PICC. A análise estatística dos dados foi realizada por meio de medidas de tendência central, tabelas de frequência simples e tabelas de contingência. Foram submetidos ao procedimento de inserção do PICC durante o período de 01 de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2014, 378 RNs, totalizando 616 implantações. Houve predomínio do sexo masculino, declarados de cor branca, em sua maioria procedente de Uberaba, baixo peso ao nascer, sem necessidade de reanimação em sala de parto, sendo o principal diagnóstico à admissão Síndrome do Desconforto Respiratório do RN. Em relação à inserção do PICC, 56,6% dos RNs foram cateterizados apenas uma vez, porém obtendo-se prevalência de complicações de 63,0%, sendo que 57,3% inserções foram realizadas nos membros superiores, na qual a veia mais utilizada foi a mediana cubital esquerda (10,7%). Dos PICCs inseridos nos membros superiores, 54,5% apresentaram complicações, sendo a obstrução a mais frequente (20,4%). Nos PICCs inseridos nos membros inferiores, 70,0% apresentaram complicações, sendo a obstrução (22,6%) e a infecção (18,7%) as mais recorrentes. E, quanto aos PICCs inseridos na região céfalo-cervical, 54,3% apresentaram complicações, sendo a obstrução (17,5%) e a tração acidental (13,0%) as mais comuns. Frente ao surgimento dessas complicações, procede-se com a remoção do cateter. A terapia intravenosa apresenta caráter essencial na sobrevida dessa população, sendo indispensável a sua realização e, por isso, cada vez mais presente nos serviços de assistência neonatal. Assim, torna-se essencial a capacitação do enfermeiro que atua nessa área, fundamentando o correto manuseio do PICC e prevenindo o surgimento de complicações. Por esta razão, destaca-se a importância da elaboração e da padronização dos cuidados prestada mediante a implementação de um protocolo clínico que vise à inserção, a manutenção e a retirado do cateter, bem como a orientação e a educação permanente dos profissionais.
Resumo: Technological advances made in science have helped to maintain the life of newborns (RN's), requiring greater demand for skilled professionals to offer a qualified assistance. In certain clinical situations, the use of catheters Central Venous in neonates is inevitable. Due to ease of punching, prolonged length of stay and reduced the risk of complications of the Peripherally Inserted Central Catheter (PICC) it has been used extensively, allowing this population of fragile skin and small veins a secure and stable venous access. Although the numerous benefits, the literature points to a number of complications, often resulting in early catheter removal. Thus, this research aims to describe the incidence of removal PICC and analyze the relationship between the insertion site and the appearance of complications. This is a quantitative, descriptive study, with retrospective approach. Was carried out a data collection by the medical records and customer tracking form with PICC. Newborns admitted to the Intermediate Care Unit - Nursery Unit and Neonatal Intensive Care and Pediatric Clinical Hospital of the Federal University of Minas Gerais Triangle of Uberaba-Minas Gerais participated in the search, receiving intravenous therapy through the PICC. Statistical analysis was performed using measures of central tendency (median and average), simple frequency tables and contingency tables. They underwent PICC insertion procedure during the period January 1st, 2013 to December 31st, 2014, 378 RN's, totaling 616 implantations. There was a predominance of males, declared white, in its majority coming from Uberaba, low birth weight, without the need for resuscitation in the delivery room, the main diagnoses to Respiratory Distress Syndrome of Newborn admission. Regarding the insertion of the PICC, 56.6% of the RN's were catheterized once, but obtaining a prevalence of 63.0% complications, and 57.3% inserts were held in the upper limbs, in which the most commonly used vein was left median cubital vein (10.7%). The PICC's inserted in the upper limbs, 54.5% had complications, the most frequent obstruction (20.4%). PICC's inserted in the lower members, 70.0% had complications, obstruction (22.6%) and infection (18.7%) the most frequent. About the PICC's inserted into the cerebro-cervical region, 54.3% had complications, obstruction (17.5%) and accidental traction (13.0%) the most frequent. Because of the emergence of these complications, the procedure is the removal of the catheter. Intravenous therapy presents essential character in survival of this population, it is essential to its achievement, becoming increasingly present in neonatal care services. Thus, the training of nurses who work in this area is essential, basing the correct handling of PICC and preventing the emergence of complications. Therefore it highlights the importance of the development and standardization of care delivered through the implementation of a clinical protocol that aims at the integration, maintenance and removal of the catheter as well as the orientation and continuing education of professionals.
Palavras-chave: Enfermagem Neonatal
Recém-nascido
Cateteres Venosos Centrais
Remoção de Dispositivo
Segurança do Paciente
Neonatal Nursing
Newborn
Central Venous Catheters
Removal Device
Patient Safety
Área do CNPQ: Enfermagem Pediátrica
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: ROCHA, Bruna Batista Oliveira. Relação entre o sítio de implantação do Cateter Venoso Central de Inserção Periférica e as causas da sua remoção. 2015. 75f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde) - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2015 .
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 16-Dec-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Bruna B O Rocha.pdfDissert Bruna B O Rocha1,11 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons