Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/215
Tipo: Dissertação
Título: Fragilidade em idosos hospitalizados determinada por marcadores inflamatórios: prevalência e fatores associados
Autor: ROZA, Liliane Beatriz 
Primeiro orientador: VIRTUOSO JUNIOR, Jair Sindra
Resumo: O presente estudo teve como objetivo geral: Analisar a prevalência de fragilidade e fatores associados em idosos hospitalizados em um hospital de clínicas no município de Uberaba, MG e como objetivos específicos: a) Caracterizar os idosos hospitalizados de acordo com os aspectos sociodemográfico, relacionados à saúde e comportamentais; b) Identificar a prevalência de fragilidade e fatores associados por meio da simultaneidade de alterações nos marcadores inflamatórios (Proteína C Reativa – PCR, leucócitos); c) Estimar os pontos de corte do tempo sentado pregresso a hospitalização para a presença de fragilidade. Caracterizou-se como estudo observacional, do tipo analítico, de corte transversal, utilizando métodos exploratórios surveys e coleta sanguínea. A amostra, selecionada de forma aleatória e sistêmica, foi constituída por 168 pessoas com idade ≥60 anos, hospitalizadas em um hospital de clínicas no município de Uberaba, MG. A coleta dos dados foi realizada pela coleta sanguínea na análise das concentrações plasmáticas PCR e leucócitos, além da aplicação de questionário em forma de entrevista individual, com informações sociodemográficas (sexo, idade, estado civil, arranjo domiciliar e renda); saúde (uso de medicamentos, sintomatologia depressiva, capacidade funcional), e comportamentais (atividade física e tempo sentado). Para a análise dos dados foram utilizados procedimentos da estatística descritiva e inferencial (Qui-quadrado, Modelos de Regressão Logística de Poisson e Curva ROC). Houve maior proporção de homens, dependentes nas ABVD e idosos com tempo ≥ 2014 minutos/dia despendido na posição sentada; a prevalência de fragilidade foi de 21,9%, com predominância em idosos do sexo masculino; e dentre os idosos frágeis, 40% apresentaram dependência para realização das ABVD, e 22,9 % contavam com comportamento sedentário ≥ 240 minutos por dia. Os tempos >257,1 e >330 min/dia foram discriminantes para a presença de fragilidade nos sexos masculino e feminino, respectivamente. Os achados desta investigação são importantes para gerar conhecimentos que subsidie ações mais efetivas na prevenção da fragilidade.
Resumo: This study aimed to: analyze the prevalence of frailty and associated factors in elderly hospitalized in a hospital clinic in Uberaba, Minas Gerais and the following objectives: a) To characterize the hospitalized elderly patients according to sociodemographic aspects, related to behavioral and health; b) identify the prevalence of frailty and associated factors in through changes concurrency in inflammatory markers (C-reactive protein - CRP, leukocytes); c) estimating the cutoff time sitting pregresso hospitalization for the presence of fragility. Was characterized as observational, analytical type, cross-sectional surveys using blood collection and exploratory methods. The sample, selected at random and systematic way, consisted of 168 people aged ≥60 years, hospitalized in a hospital clinic in Uberaba, MG. Data collection was performed by blood collection in the analysis of plasma concentrations CRP and leukocytes, plus a questionnaire on individual interviews with sociodemographic information (sex, age, marital status, living arrangement and income); health (drug use, depressive symptoms, functional capacity), and behavioral (physical activity and time sitting). For the data analysis procedures were used descriptive and inferential statistics (Chi-square, Poisson Regression Models of Logistics and ROC curve). A greater proportion of men, dependent on ABVD and elderly with time ≥ 2014 minutes / day spent in the sitting position; the prevalence of frailty was 21.9%, predominantly in elderly males; and among the frail elderly, 40% presented dependence for carrying out ABVD, and 22.9% had sedentary behavior ≥ 240 minutes per day. Times> 257.1 and> 330 min / day were discriminating for the presence of weakness in males and females, respectively. The findings of this research are important to generate knowledge that subsidizes more effective action in the prevention of fragility.
Palavras-chave: Envelhecimento
Saúde do Idoso
Idoso fragilizado
Hospitalização
Inflamação
Aging
Aging health
Dependent elderly
Hospitalization
Inflammation
Área do CNPQ: Enfermagem
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: ROZA, Liliane Beatriz. Fragilidade em idosos hospitalizados determinada por marcadores inflamatórios: prevalência e fatores associados. 2014. 95 f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde) - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 16-Dec-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Liliane B Roza.pdfDissert Liliane B Roza1,35 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons