Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/227
Tipo: Dissertação
Título: A avaliação da Capacidade para o Trabalho, Qualidade de Vida, perfil sociodemográfico e ocupacional em mulheres economicamente ativas da cidade de Uberaba – MG.
Título(s) alternativo(s): The assessment of the ability to work, quality of life, demographic and occupational profile in economically active women in the city of Uberaba - MG
Autor: MARCACINE, Patrícia Ribeiro 
Primeiro orientador: CASTRO, Sybelle de Souza
Resumo: É percebido, a cada dia, o aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho, mas com o decorrer dos anos esta atuação foi assumindo características diferentes e hoje o que se percebe é que elas almejam constantemente o aprimoramento e o reconhecimento profissional. Além disso, paralelamente elas buscam conciliar as suas atividades ocupacionais com os cuidados domésticos e familiares, e esta situação pode se refletir de forma insidiosa sobre a sua saúde. Esta pesquisa teve como objetivos descrever o perfil socioeconômico e de trabalho das mulheres trabalhadoras, mensurar a capacidade para o trabalho destas profissionais, verificar a influência das características sociodemográficas e ocupacionais sobre a capacidade para o trabalho das trabalhadoras, avaliar a qualidade de vida da mulher trabalhadora e analisar a influência dos aspectos socioeconômicos, de trabalho e o índice de capacidade para o trabalho sobre a qualidade de vida destas mulheres. Estudo tipo transversal, prospectivo e com abordagem quantitativa, conduzido com uma amostra de 579 mulheres que vivem na zona urbana do município de Uberaba-MG. A coleta de dados aconteceu no período de fevereiro a outubro de 2014. Os instrumentos utilizados foram: questionário estruturado para caracterização sociodemográfica, epidemiológica e ocupacional, Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT) e WHOQOL-BREF. Os dados foram submetidos à análise descritiva, ao teste t-student, à correlação de Pearson e à regressão linear múltipla (p ≤ 0,05), por meio do programa estatístico Statiscal Package for Social Sciences (SPSS), versão IBM 20.0. As principais características das mulheres trabalhadoras foram com média de idade de 43,34 anos, com companheiro (53,40%), escolaridade de 09 a 12 anos, cor da pele branca (51,30%), católicas (54,10%) e não tabagistas (71,30%). Na descrição ocupacional, verificou-se que a prevalência da renda individual mensal de até 724 reais (38%), com apenas um emprego (68,70%), predomínio do vínculo empregatício com registro em carteira profissional ou funcionária pública (49,10%), com dedicação de 8 horas diárias (40,80%), bom relacionamento com colegas de trabalho (64,10%) e com o chefe imediato (79,40%). As três profissões predominantes em ordem decrescente foram vendedora, empregada doméstica e costureira. Quanto ao ICT, as mulheres trabalhadoras atingiram uma média de 39,17 pontos, o que indica boa capacidade para o trabalho. Os preditores que foram estatisticamente significativos para o ICT foram renda mensal (β = 0,21 p = < 0,001), bom relacionamento com o chefe (β = - 0,18 p = < 0,001) e idade (β = - 0,11 p = 0,03). Em relação à Qualidade de Vida, a média de pontos foi de 72,87, indicando que a QV encontra-se boa, sendo que o domínio que apresentou os melhores valores foi o das Relações Sociais. Em todos os domínios da QV, o preditor ICT foi estatisticamente significativo. No domínio ambiental, também houve a correlação entre o tabagismo e os anos de estudo, sendo que este último preditor também esteve correlacionado ao domínio psicológico. Quando se conhecem o perfil das mulheres trabalhadoras, a capacidade para o trabalho e a QV, podem ser propiciadas discussões para desenvolver ações de promoção e prevenção da saúde desta população.
Resumo: Noticeably, female participation in the global labor Market is uprising in daily fashion. However, changes took place in this scenario and now women constantly endeavor to obtain improvement and professional recognition. Furthermore, they attempt to balance working activities with domestic chores and familiar care, being then vulnerable to the insidious effects this attitude can cast upon their health. The following research aims to describe the socioeconomic and labor profile of these women, to measure their work capacity, to verify how influent the sociodemographic and occupational characteristics are upon women’s work capacity, to evaluate the quality of life of working women, and to analyze the influence of socioeconomic aspects, labor aspects and work capacity upon the quality of life of these women. The cross-sectional analysis, also prospective and quantitative, was conducted under a data sample of 579 women dwelling in the urban perimeter of Uberaba-MG. Data collection took place between February and October, 2014, and three instruments of research were used: structured questionnaire for sociodemographic, epidemiologic and occupational characterization, Work Ability Index (WAI) and WHOQOL-BREF. All data was then applied to descriptive analysis, to a t-student test, to the Pearson’s correlation and to multiple linear regression (p < 0,05), with the use of the statistical software Statistical Package for Social Sciences (SPSS), version IBM 20.0. The main characteristics of the group were: an age-medium of 43,34, a percentage of 53,40% married women, a number of schooling years ranging from 09 to 12, a percentage of 51,30% white women, a percentage of 54,10% catholic women and a percentage of 71,30% non-smoking women. On the occupational description, the majority of the women borne data of a personal monthly income up to 724 reais (38%), a lone occupation (68,70%), predominance of formally registered or public serving jobs (49,10%), a workday of 8 hours (40,80%), friendly relationships with one’s coworkers (64,10%) and with one’s supervisor (79,40%). In decreasing order, the three predominant occupations were sales, housemaiding and tailoring. The WAI medium of the group of women reached 39,17 points, which is an indicator of good working capacity. The most statistically significant predictor in the WAI were the monthly income (β = 0,21 p = < 0,001), the friendly relationship with one’s supervisor (β = - 0,18 p = < 0,001) and the age (β = - 0,11 p = 0,03). The Quality of Life attained a medium of 72,87, hence the majority of the QOL values present good numbers, being Social Relations the area which bears the best score in this scale. In all areas, the predictor WAI was statistically significant to the QOL score. In the ambient area, a correlation was noticed between smoking and number of schooling years, being the latter also correlated to the psychological area. When the profile of the working women is known, and so are known their working capacity and their QOL, many discussions can grow, aiming to develop actions towards primary and preventive healthcare for this population.
Palavras-chave: Mulheres trabalhadoras
Trabalho feminino
Avaliação da Capacidade de Trabalho
Qualidade de vida
Working women
Female labor force
Work Capacity Evaluation
Quality of life
Área do CNPQ: Enfermagem de Saúde Pública
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: MARCACINE, Patrícia Ribeiro. A avaliação da Capacidade para o Trabalho, Qualidade de Vida, perfil sociodemográfico e ocupacional em mulheres economicamente ativas da cidade de Uberaba – MG.. 2015. 133f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde) - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2015 .
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 26-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Patrícia R Marcacine.pdfDissert Patrícia R Marcacine1,44 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons