Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/229
Tipo: Dissertação
Título: Impactos de uma estratégia de jejum intermitente associada a treinamento de endurance na composição corporal e desempenho físico de ratos wistar
Autor: MORAES, Ruan Carlos Macêdo de 
Primeiro orientador: MAROCOLO JÚNIOR, Moacir
Resumo: A utilização de estratégias de emagrecimento para controle da composição corporal é bastante utilizada em esportes de alto desempenho em que o controle do peso é primordial para o bom desempenho atlético. Além disso, a prevenção e o tratamento de doenças crônicodegenerativas e seus fatores de risco são recomendados sempre através de aumento do nível de atividades físicas e controle alimentar. Dentre as práticas de controle alimentar, vem se destacando o uso do jejum intermitente. Entretanto, pouco se sabe sobre os efeitos do jejum intermitente em praticantes de atividades físicas e atletas. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do treinamento de endurance associado à prática do Jejum Intermitente em aspectos metabólicos do desempenho físico, composição corporal e equilíbrio redox de ratos Wistar adultos. Para tanto, utilizou-se 26 ratos divididos em 4 grupos: Jejum Intermitente (JI) N=7, Jejum Intermitente + Exercício (JI+EX) N=7, Exercício (EX) N=6 e Controle (CON) N=6. Os animais foram submetidos a 6 semanas de treinamento de natação durante jejum diário de 18 horas. Ao final do período experimental os ratos do grupo JI+EX obtiveram maior desempenho no teste de carga progressiva em relação aos grupos CON e JI sem alterações no lactato do ponto de fadiga. Como adaptação ao treinamento em JI, também houve um aumento da atividade de citrato sintase no grupo JI+EX em relação aos grupos EX e CON. Também foi encontrado um aumento no acúmulo de gordura intramuscular no grupo JI+EX comparado com o grupo CON e ao grupo JI. Os animais do grupo JI+EX apresentaram menor massa magra ao compará-los com os animais CON e EX, porém, sem alterações no consumo alimentar. Ao avaliar a eficiência alimentar, os grupos JI e JI+EX tiveram menor eficiência alimentar em comparação com os grupos que não realizaram JI. Quando avaliada a composição corporal, o grupo JI apresentou um menor percentual do conteúdo de proteínas e maior de lipídeos em relação aos grupos EX e JI+EX; também foi encontrado uma maior massa relativa do Tecido Adiposo Marrom (TAM) dos animais JI e JI+EX tanto em relação aos CON quanto ao grupo EX. Nas análises relacionadas ao metabolismo hepático, foi encontrado um aumento dos colesteróis HDL no grupo JI+EX e ao avaliar parâmetros relacionados á atividade oxidante, o grupo JI apresentou maior peroxidação lipídica e maior carbonilação proteica em relação ao controle, enquanto os grupos que realizaram exercício apresentaram uma menor carbonilação proteica que os animais CON. Assim, foi observado que ao realizar exercício de endurance somado ao JI, os animais obtiveram um maior ganho de desempenho físico que parece ser sido a partir de adaptações metabólicas que permitiram maior utilização de energia quando necessário, como uma maior disponibilidade de colesterol HDL e maiores estoques de lipídeos no músculo esquelético. Também pôde-se perceber que o JI mostrou-se uma estratégia metabolicamente danosa, visto o grande desequilíbrio redox encontrado no fígado dos animais submetidos à estratégia. Porém, pudemos observar também o efeito benéfico encontrado na combinação dessa estratégia com o exercício de endurance no período de jejum.
Resumo: The use of weight loss strategies and control of body composition is widely used in high performance sports where weight control is paramount for good athletic performance. In addition, the prevention and treatment of chronic diseases and their risk factors are always recommended by increasing the level of physical activity and food control. Among the food control practices, has been increasing the use of intermittent fasting. However, little is known about the effects of intermittent fasting in practicing physical activities and athletes. The objective of this study was to evaluate the effect of endurance training associated with the practice of intermittent fasting on metabolic aspects of physical performance, body composition and redox balance of adult Wistar rats. For this, we used 26 rats divided into 4 groups: Intermittent Fasting (JI) N = 7, Intermittent Fasting + Exercise (JI + EX) N = 7 Exercise(EX) N = 6 and control(CON) n = 6. The animals were subjected to six weeks of swimming training during fasting 18 hours daily. After the trial period the JI+EX group rats had higher performance in progressive load test in relation to JI and CON groups without changes in the lactate point of fatigue. As adaptation to training during JI, there was also an increase in citrate synthase activity in the JI+EX group in relation to EX and CON groups. It was also found an increase in intramuscular fat accumulation in the JI+EX group compared to the EX group and the JI group. The animals JI+EX had lower lean body mass by comparing them with the EX and CON animals but without changes in food consumption. In assessing feed efficiency, the JI and JI+EX groups had lower feed efficiency compared to the groups that not performed JI. By assessing body composition, the JI group had a lower percentage of protein content and increased lipid in relation to JI+EX groups and EX; It was also found greater relative mass of Brown Adipose Tissue (BAT) animal JI and JI+EX both in relation to CON as the EX group. In the analyzes related to hepatic metabolism, an increase in HDL cholesterols found in JI+EX group: in the parameters related to oxidative activity, the JI group had increased lipid peroxidation and protein carbonylation compared to control, while the groups that performed exercise had a lower protein carbonyls than the CON animals. Thus, it was observed that when performing endurance exercise plus JI, the animals had the highest gain of physical performance that seems to have been the result of metabolic adaptations that allowed greater use of energy when needed, such as greater availability of HDL cholesterol and lipids largest stocks in skeletal muscle. Also it could be seen that the JI proved to be a metabolically harmful strategy, given the large redox imbalance found in the liver of animals undergoing strategy. However, we also note the beneficial effects found in combining this strategy with endurance exercise in the fasting period.
Palavras-chave: Jejum
Exercício
Aptidão Física
Metabolismo
Exercícios Aeróbicos
Fasting
Exercise
Physical Fitness
Metabolism
Aerobic Exercise
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: MORAES, Ruan Carlos Macêdo de. Impactos de uma estratégia de jejum intermitente associada a treinamento de endurance na composição corporal e desempenho físico de ratos wistar. 2016. 60 f. Dissertação(Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 19-Feb-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Ruan C M Moraes.pdfDissert Ruan C M Moraes4,53 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons