Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/261
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação da sequência de ativação da musculatura lombopélvica após a aplicação de técnicas de analgesia
Autor: CARVALHO, Marcela da Silva 
Primeiro orientador: FERNANDES, Luciane Fernanda Rodrigues Martinho
Resumo: Com o intuito de conhecer o comportamento eletromiográfico da musculatura lombopélvica em lutadores de jiu-jitsu com e sem dor lombar e a influência da analgesia no sinal eletromiográfico foram elaborados dois artigos. No primeiro artigo foram avaliados 18 lutadores de jiu-jitsu, sendo 6 lutadores sem dor e 12 lutadores com dor lombar foi realizada a avaliação eletromiográfica com a finalidade de conhecer a sequência de ativação da musculatura lombopélvica buscando determinar diferenças entre os grupos. Posteriormente apenas os 12 lutadores com dor foram randomizados aleatoriamente em dois grupos: grupo TENS e grupo manipulação da coluna vertebral. Neste momento foi avaliado o efeito de ambas as técnicas no alívio da dor e na manifestação da sequência de ativação lombopélvica. No segundo artigo foi realizado um ensaio clínico randomizado com o objetivo de verificar o efeito imediato e após 10 sessões de aplicação das técnicas analgésicas no alívio da dor, na incapacidade funcional e na atividade muscular lombopélvica de lutadores de jiu-jitsu com dor lombar crônica, que foram divididos em dois grupos com seis lutadores em cada grupo: TENS e TENS associado a manipulação lombar. Em ambos os artigos a aplicação da TENS foi realizada no modo acupuntura por 20 minutos e a manipulação da coluna lombar realizada por uma fisioterapeuta especialista na técnica. Para avaliação da dor foi aplicada a escala visual analógica e para obtenção do sinal eletromiográfico foi utilizado um aparelho de 8 canais (Modelo: EMG830C, EMG System do Brasil Ltda, São José dos Campos, São Paulo, Brasil), posicionado sobre os eretores espinhais ao nível de L1, glúteo máximo e bíceps femoral do membro inferior dominante. No primeiro artigo concluímos que existe diferença na sequência de ativação entre lutadores com e sem dor lombar porém o alívio da dor não foi suficiente para modificar a sequência de ativação dos músculos lombopélvicos no grupo com dor. No segundo artigo verificamos que a associação das duas técnicas foi capaz de manter o alívio da dor durante o período estudado e com relação a atividade muscular lombopélvica, no grupo TENS associada a manipulação houve diminuição da ativação muscular dos eretores espinhais e maior ativação de glúteo máximo durante o teste de extensão do quadril, porém não significativos.
Resumo: Aiming to meet the electromyographic behavior of lumbopelvic muscles in jiu-jitsu fighters with and without low back pain and the influence of analgesia in electromyographic signals were prepared two articles. In the first article were evaluated fighters jiu-jitsu, and 6 fighters painlessly and 12 fighters with low back pain was performed electromyographic evaluation in order to know the activation sequence lumbopelvic muscles searching to determine differences between groups. Later only fighters with pain were randomly assigned randomly into two groups: TENS group and group manipulation of the spine. At this time, the effects of both techniques in relieving pain and manifestation of lumbopelvic activation sequence. In the second article we conducted a randomized clinical trial in order to determine the immediate effect and after 10 application sessions of analgesic techniques to relieve pain, functional disability and lumbopelvic muscle activity jiu-jitsu fighters with chronic low back pain, they were divided into two groups of six fighters in each group: TENS, TENS associated lumbar manipulation. In both articles TENS application was performed in order acupuncture for 20 minutes and manipulation of the lumbar spine performed by a therapist skilled in the art. For evaluation of pain was applied to visual analog scale and to obtain the electromyographic signal was used an -channel device (Model: EMG 830C, EMG System of Brazil Ltda, São José dos Campos, São Paulo, Brazil), positioned on the erector spinal the L1 level, gluteus maximus and biceps femoris of the dominant leg. In the first article we concluded that there is a difference in the activation sequence between wrestlers with and without back pain but the pain relief was not sufficient for changing the activation sequence of lumbopelvic muscles in the group with pain. In the second article we found that the combination of the two techniques was able to maintain pain relief during the study period and in relation to lumbopelvic muscle activity in the TENS group associated with handling was decreased muscle activation of the erector spinae and greater gluteus maximus activation hip extension during the test but is not significant.
Palavras-chave: TENS
Manipulação da coluna
Eletromiografia
Dor lombar crônica
TENS
Spinal manipulation
Electromyography
Chronic low back pain
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: CARVALHO, Marcela da Silva. Avaliação da sequência de ativação da musculatura lombopélvica após a aplicação de técnicas de analgesia. 2016. 77f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 26-Feb-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Marcela S Carvalho.pdfDissert Marcela S Carvalho5,26 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons