Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/339
Tipo: Dissertação
Título: Corporeidade e dança: reflexões para o ensino
Título(s) alternativo(s): Corporeity and dance: reflections for teaching
Autor: FERREIRA, Roberta Miranda 
Primeiro orientador: CARBINATTO, Michele Viviene
Resumo: A instrumentalização do corpo, uma das heranças do paradigma cartesiano, mostra-se preocupada com a produção e o rendimento de técnicas limitadas ao desempenho físico pautadas no modelo homem-máquina. Nesse sentido, é comum encontrarmos evidências sobre o ensino da dança nos ambientes não-formais com metodologias que priorizam a perfeição técnica dos movimentos e a excelência da performance coreográfica a partir da reprodução de coreografias, distanciando o que se entende por corporeidade buscada pelo ser humano. O objetivo deste trabalho foi investigar como são as práticas dos professores de dança dos ambientes não-formais de ensino da cidade de Uberaba, a fim de identificar se essas formas de ensinar tratavam o corpo como possibilidade de sensibilização do ser humano imbricados pelo paradigma da corporeidade. O presente estudo caracterizou-se como exploratório-descritivo de abordagem qualitativa, sendo a coleta dos dados realizada por meio de entrevista estruturada e, para a interpretação dos discursos presentes nesse instrumento, utilizou-se a Técnica de Elaboração e Análise de Unidades de Significado. Os resultados apontaram que os professores consideram importante um ensino da dança pautado em: formação humana; habilidades técnicas; forma de viver; expressão e modalidades. Os significados atribuídos ao corpo na dança representaram: forma de expressão, instrumento de trabalho, corpo e mente, corporeidade e biótipo. As concepções dos professores sobre o ensino da dança e suas interfaces com a corporeidade mostraram que eles estão interessados em alicerçar sua prática em aprendizagens significativas e que seus propósitos estão engajados na experiência de buscar a sensibilidade de se entregar às técnicas de expressão do movimento. Olhar as práticas dos sujeitos pesquisados, de acordo com tais pressupostos, possibilitou então, compreender os aspectos que distanciam ou aproximam de uma formação integral do ser humano e esses valores independem do rigor técnico da modalidade, mas daquilo que o professor acredita como essencial sobre o que ensinar a partir da sua concepção de dança. Por mais rígida que seja uma modalidade, ela pode ser ensinada em consonância aos pressupostos da corporeidade e entendemos que o desprendimento de não ter que trabalhar técnica transparece uma falta de cuidado com os corpos dançantes.
Resumo: The instrumentalization of the body, one of the legacies of the Cartesian paradigm, shows concerned with the production and the income of limited physical performance techniques, grounded in human-machine model. Therefore, it is common to find evidence on the dance education in non-formal settings, with methodologies that emphasize technical perfection of movement and excellence in choreographic performance, from the reproduction of coreographies, getting away from what is meant to be corporeality sought by and for the dance. Therefore, the objective of this study was to investigate how are the practices of dance teachers of non-formal learning environments, the city of Uberaba, in order to identify whether these forms of teaching treated the body, interwoven by the paradigm of embodiment, as a possibility of awareness of the human being. Thus, this study was characterized as exploratory and descriptive qualitative approach, in wich data collection was conducted through structured interviews and, for the interpretation of the discourse of this instrument, we used the Units Preparation and Meaning Analysis Technique. The results showed that teachers consider important the teaching of dance, from the human development perspective, in line with the technical skills, way of life, expression and kinds. The meanings attributed to the body, in the dance, represented form of expression, working tool, body and mind, corporeality and body type. The teachers' conceptions about teaching dance and its interfaces with the embodiment showed that they are interested in basing their practice in meaningful learning and that its purposes are engaged in the experience of seeking the sensitivity of surrendering to move the expression techniques. Watching the practices of the subjects, according to these assumptions, enabled to understand the aspects that distance or approach an integral formation of the human being and that these values are independent of the technical accuracy of the type of dance, but from what the teacher believes as essential about what to teach from his conception of dance. As rigid as a genre is, it can be taught in line of the assumptions of the corporeity and it’s understood that the detachment of not having working technique reflects a lack of care for the dancing bodies.
Palavras-chave: Dança
Ensino
Corpo
Corporeidade
Ambientes não-formais
Dance
Education
Body
Corporeity
Non-formal environments
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: FERREIRA, Roberta Miranda. Corporeidade e dança: reflexões para o ensino. 2015. 79f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 20-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Roberta M Ferreira.pdfDissert Roberta M Ferreira1,31 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons