Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/354
Tipo: Dissertação
Título: Tuberculose, iniquidades sociais e Saúde
Autor: GROSSI, Lilian Ramos de Oliveira
Primeiro orientador: SCATENA, Lucia Marina
Resumo: A presente pesquisa objetivou identificar a relação da incidência de tuberculose com indicadores de oferta de ações de saúde e de contexto social. O tipo de estudo utilizado foi o delineamento ecológico, com abordagem descritiva e exploratória, tendo como unidades de observação 75 municípios do estado de Minas Gerais que apresentaram pelo menos 10 casos novos de tuberculose no ano de 2010. A coleta de dados foi realizada por meio de fontes secundárias, das quais construíram-se indicadores classificados em oferta de ações de saúde, contexto social e epidemiológico. Para avaliar a relação da incidência de tuberculose com a oferta de ações de saúde e de contexto social foram realizadas análises por técnicas de estatística descritivas (média, desvio-padrão e coeficiente de variação) e análise de cluster (AC). Os resultados mostraram que o cluster com maior taxa de incidência de tuberculose ocorreu entre municípios localizados nas mesorregiões Norte de Minas e Jequitinhonha e apresentou menor quantidade de profissionais médicos por 1.000 habitantes, maior proporção da população residente em domicílios particulares permanentes com saneamento inadequado, maior proporção de pessoas de 10 anos ou mais de idade com rendimento nominal mensal até 1 salário, menor índice de desenvolvimento humano municipal (IDHM), maior índice de Gini, maior taxa de analfabetismo e maior proporção de cobertura populacional por Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Equipes de Saúde da Família (ESF). Os municípios distribuídos, principalmente nas mesorregiões do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba e Sul/Sudoeste de Minas com menores incidências de TB, foram associados à maior quantidade de profissionais médicos por 1.000 habitantes, maior IDHM, menor taxa de analfabetismo, menor cobertura por ACS e segunda menor cobertura por ESF. Assim, a maior oferta de ACS e ESF não foi suficiente para obter a menor incidência de tuberculose. A análise conjunta dos indicadores permitiu identificar os municípios prioritários para intervenção em oferta de ações de saúde e contexto social. Essas intervenções poderão resultar na redução das desigualdades sociais e na consequente queda da incidência de tuberculose.
Resumo: This research aimed to identify the relationship of the incidence of tuberculosis with indicators of offer health actions and social context. The type of study used was ecological lineation with descriptive and exploratory approach, having as units of observation 75 municipalities in the State of Minas Gerais that showed at least 10 new cases of tuberculosis in 2010. Data collection was conducted through secondary sources, from data collection were built indicators classified on offer health actions, social context and epidemiological. To assess the relationship of the incidence of TB with the offer of health actions and social context analysis were performed by descriptive techniques (mean, standard deviation and coefficient of variation) and cluster analysis (AC). The results showed that the cluster with the highest TB incidence rate and municipalities located in the mesoregion North of Minas and Jequitinhonha showed the least amount of medical professionals per 1000 population, a higher proportion of the population living in permanent private households with inadequate sanitation, a higher proportion people 10 years or older with nominal monthly income up 1 salary, lower municipal human development index (IDHM), higher Gini index, the higher illiteracy rate and higher proportion of population covered by Community Health Agents (ACS) and Family Health Teams (ESF). Municipalities distributed mainly in mesoregion Triangulo Mineiro and Alto Paranaiba and South / Southwest of Minas with smaller TB incidents were associated with greater amount of medical professionals per 1000 population, higher IDHM, lowest illiteracy rate and lower coverage of ACS and second lowest coverage of ESF. Thus, the biggest offer of ACS and ESF were not enough to obtain the lowest occurrence of tuberculosis. The joint analysis of the indicators identified priority municipalities for intervention on offer health actions and social context. These interventions may result in the reduction of social inequalities and the consequent fall of the occurrence of tuberculosis.
Palavras-chave: Tuberculose
Iniquidade social
Indicadores sociais
Avaliação de serviços de Saúde
Tuberculosis
Social inequity
Social indicators
Healthy services evaluation
Área do CNPQ: Epidemiologia
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências Tecnológicas e Exatas - ICTE::Programa de Mestrado Profissional em Inovação Tecnológica
Programa: Programa de Mestrado Profissional em Inovação Tecnológica
Citação: GROSSI, Lilian Ramos de Oliveira. Tuberculose, iniquidades sociais e Saúde. 2016. 51f. Dissertação (Mestrado em Inovação Tecnológica) - programa de Mestrado Profissional em Inovação Tecnológica, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 24-May-2016
Appears in Collections:Programa de Mestrado Profissional em Inovação Tecnológica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Lilian R O Grossi.pdfDissert Lilian R O Grossi834,79 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons