Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/359
Tipo: Dissertação
Título: Efeito do pré-condicionamento isquêmico sobre o desempenho físico
Autor: MAROCOLO, Isabela Coelho Ribeiro 
Primeiro orientador: MAROCOLO JUNIOR, Moacir
Resumo: O pré-condicionamento isquêmico (PCI) consiste em curtas séries de isquemia alternadas por reperfusão. Este tem sido investigado como um recurso de proteção aos tecidos para futuros eventos de isquemia prolongada. No desempenho, seja aplicado imediatamente antes à execução do exercício, minutos ou horas depois, o PCI poderia aperfeiçoar o desempenho e/ou acelerar a recuperação. Contudo, os resultados da aplicação do PCI são controversos. Enquanto mostrou-se capaz de melhorar o VO2 em ciclistas não teve efeito sobre a mesma variável em outro estudo com metodologia similar. Foi eficaz para desencadear a melhora no tempo de corrida, a atenuação da subida do lactato, melhora da resistência à fadiga e da carga de trabalho, mas resultados contrários mostraram que PCI foi incapaz de melhorar o desempenho. Discussões sobre o tipo de exercício, tempo de oclusão e intervalo entre a aplicação do PCI e execução do exercício são consideradas. Portanto, o objetivo de nosso estudo foi avaliar o efeito do PCI em dois diferentes tipos de exercícios não antes analisados pela literatura: 1) treinamento resistido e 2) teste intermitente específico. Nos dois estudos o desenho utilizado foi crossover, com os protocolos executados de forma randomizada, sendo as intervenções: Précondicionamento isquêmico (PCI), Placebo (PLACEBO) e Controle (CON). Participaram do primeiro estudo universitários, saudáveis, praticantes de futsal, após serem alocados nos grupos executaram os procedimentos pré-exercício: para PCI os indivíduos mantiveram sentados com um torniquete aplicado à coxa e passaram por quatro séries de cinco minutos de oclusão (pressão de 200 mm Hg) alternados por 5 minutos de reperfusão (0mm Hg), para placebo os indivíduos foram submetidos a uma pseudo oclusão (20mm Hg) alternada por uma pseudo reperfusão (0 mmHg) tendo o ciclo idêntico ao executado no PCI e para CON os indivíduos mantiveram-se sentados passivamente por 40 minutos. Aguardaram sete minutos para execução do Yo-Yo Intermittent Endurance Level 2 (Yo-YoIE2), tendo a frequência cardíaca monitorada durante todo o tempo de teste, percepção subjetiva de esforço (PSE) imediatamente após e lactato dois minutos após a finalização do teste. Para Estudo 2 participaram indivíduos praticantes de treinamento resistido e saudáveis passaram pelos mesmos procedimentos do Estudo 1 previamente ao teste (PCI, PLACEBO e CON) e após 8 minutos os indivíduos realizaram três séries máximas monitoradas de extensão de perna com uma carga de 12RM préestabelecida. Após cada série os indivíduos indicavam a PSE e após quatro minutos do final do exercício foi feita a coleta do lactato. Em conclusão o PCI no primeiro estudo não foi capaz de melhorar o desempenho durante o Yo-Yo IE2. Para o segundo estudo concluiu-se que o desempenho aumentou para o grupo PLACEBO E PCI em comparação ao CON sugerindo um efeito similar desses dois grupos.
Resumo: Ischemic preconditioning (IPC) consists of alternating short ischemia reperfusion series. This has been investigated as a protection feature to tissues for future prolonged ischemia events. The performance to be applied immediately prior to the execution of the exercise, minutes or hours later, the IPC could improve performance and / or speed recovery. However, the IPC application results are controversial. While it is shown to be able to improve VO2 cyclists had no effect on the same variable in another study with similar methodology. It was effective in triggering the improvement in the running time, the attenuation of the rising lactate, improved fatigue resistance and workload but opposite results showed that IPC were unable to improve performance. Discussions on the type of exercise, occlusion time and interval between the application of IPC and execution of the exercise are considered. Therefore, the aim of our study was to evaluate the effect of IPC on two different types of exercise not previously analyzed in the literature: 1) resistance training and 2) specific intermittent test. In both studies the design used was crossover with the protocols performed randomly, and interventions: Ischemic preconditioning (IPC), placebo (placebo) and control (CON). Participated in the first study college students, healthy, futsal practitioners, after being allocated to the groups performed the preexercise procedures: IPC individuals remained sitting with a tourniquet applied to the thigh and spent four five-minute occlusion series (200 pressure mm Hg) alternated by 5 minutes of reperfusion (0mm Hg) for placebo subjects underwent a pseudo occlusion (20mm Hg) toggled by a pseudo reperfusion (0 mmHg) having the identical cycle to run the IPC and CON individuals. They remained passively sitting for 40 minutes. Waited seven minutes for the implementation of Yo-Yo Intermittent Endurance Level 2 (Yo-YoIE2) and heart rate monitored throughout the test of time, perceived exertion immediately after and lactate two minutes after completion of the test. Study 2 participated practitioners of resistance training and healthy individuals passed through the same procedures as in Study 1 prior to test (IPC, placebo and CON) and after 8 minutes, the subjects underwent three maximum monitored series of leg extension with a load of pre-established 12RM. After every individuals indicated the PSE and after four minutes from the end of the year was made the collection of lactate. In conclusion the IPC in the first study was not able to improve performance during the Yo-Yo IE2. For the second study it was concluded that performance increased for placebo and PCI group compared to the CON suggesting a similar effect of these two groups.
Palavras-chave: Isquemia
Reperfusão
Exercício intermitente
Desempenho
Futsal
Oclusão do fluxo sanguíneo
Treinamento de força
Ischemia
Reperfusion
Intermittent exercise
Performance
Futsal
Occlusion of the blood flow
Resistance training
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: MAROCOLO, Isabela Coelho Ribeiro. Efeito do pré-condicionamento isquêmico sobre o desempenho físico. 2016. 73f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 17-Feb-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Isabela C R Marcolo.pdfDissert Isabela C R Marcolo1,02 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons