Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/367
Tipo: Dissertação
Título: Efeito da suplementação com benfotiamina sobre parâmetros de estresse oxidativo muscular de camundongos submetidos a treinamento de endurance
Autor: GONÇALVES, Álisson de Carvalho 
Primeiro orientador: PORTARI, Guilherme Vannucchi
Resumo: Os altos níveis de espécies reativas de oxigênio podem desencadear um desequilíbrio no estado redox capaz de gerar danos oxidativos a macromoléculas. O presente estudo objetivou investigar a influência da suplementação oral com benfotiamina sobre o estresse oxidativo e a atividade antioxidante no músculo de camundongos treinados. Vinte e cinco ratos Balb / c machos foram alocados nos grupos Pad-Sed: dieta padrão e sedentário (n=6); Ben-Sed: suplementação com benfotiamina e sedentário (n=6); Sta-Tr: dieta padrão e treinado (n=6); Ben-Tr: Suplementação com benfotiamina e treinado (n=7). Os camundongos treinados foram submetidos a treinamento de endurance em natação durante 6 semanas, com um teste de exaustão ao final do protocolo de treinamento. A concentração de malondialdeído livre (MDA), proteínas ligadas a malondialdeído (PrMDA) e tióis não proteicos bem como a atividade das enzimas catalase (CAT) e superóxido dismutase (SOD) foram analisadas no músculo gastrocnêmio. Não houve diferença no tempo de resistência à exaustão e na concentração de lactato pós-exaustão. A concentração de MDA foi menor no grupo Ben-Tr em relação aos grupos sedentários. A concentração de PrMDA foi maior no grupo Pad-Sed em relação aos demais grupos. Os nívéis de tióis foram maiores no grupo Ben-Sed em relação aos grupos não suplementados. A atividade da CAT foi mais acentuada em ambos os grupos suplementados. A SOD mostrou-se mais eficiente no grupo Ben-Tr que nos grupos não suplementados. Os resultados mostraram que a suplementação de benfotiamina é uma estratégia antioxidante eficiente, capaz de prevenir os danos oxidativos musculares em indivíduos engajados em programas de treinamento em endurance. Em conclusão, a benfotiamina é eficiente em prevenir danos oxidativos musculares e não interfere no desempenho de endurance.
Resumo: The high levels of reactive oxygen species can trigger an imbalance in redox status, which generate oxidative damage in macromolecules. The present study aimed investigate the influence of oral supplementation with benfotiamine on oxidative stress and antioxidant activity in muscle of trained mice. Twenty-five male Balb/c mice was placed in groups: Pad-Sed) standard chow and sedentary (n=6); Ben-Sed: benfotiamine supplemented and sedentary (n=6); Pad-Tr: standard chow and trained (n=6); and Ben-Tr: benfotiamine supplemented and trained (n=7). Supplemented animals received chow AIN-93G with benfotiamine. Trained mice was submitted to 6-weeks endurance swimming training, with an exhaustion test at the end. The concentration of free malondialdehyde (MDA), proteins bound to malondialdehyde (PrMDA) and non-protein thiols as well as the activity of catalase (CAT) and superoxide dismutase (SOD) were analyzed in the gastrocnemius muscle. There was no difference in the time of exhaustion resistance and the post-exhaustion lactate concentration. The concentration of MDA was lower in the Ben-Tr group than in the sedentary groups. The concentration of PrMDA was higher in the Pad-Sed group than in the other groups. Thiol levels were higher in the Ben-Sed group than in the non-supplemented groups. CAT activity was more pronounced in both supplemented groups. SOD was more efficient in the Ben-Tr group than in the non-supplemented groups. The results showed that benfotiamine supplementation is an efficient antioxidant strategy capable of preventing muscle oxidative damage in individuals engaged in endurance training programs. In conclusion, benfotiamine is effective in preventing muscle oxidative damage and does not interfere in endurance performance.
Palavras-chave: Tiamina.
Estresse Oxidativo.
Esforço Físico
Thiamine.
Oxidative stress.
Physical effort.
Área do CNPQ: Metabolismo e Bioenergética
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: GONÇALVES, Álisson de Carvalho. Efeito da suplementação com benfotiamina sobre parâmetros de estresse oxidativo muscular de camundongos submetidos a treinamento de endurance. 2017. 54f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 3-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Alisson C Goncalves.pdfDissert Alisson C Goncalves1,11 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons