Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/378
Tipo: Dissertação
Título: Efeito agudo de meias compressivas no desempenho de futebolistas
Autor: GIMENES, Samuel Valencia 
Primeiro orientador: MOTA, Gustavo Ribeiro da
Resumo: Embora o uso de meias compressivas (MC), objetivando melhoras na recuperação e desempenho no futebol seja comum entre jogadores, não há nenhuma evidencia real de sua efetividade durante as partidas de futebol. Assim, o presente estudo avaliou o efeito do uso das meias compressivas (20-30 mmHg) nos indicadores de desempenho físico, monitoramento da frequência cardíaca e registro de percepção de jovens jogadores de futebol de campo durante duas partidas com intervalo entre elas de 72 horas. Duas equipes com 10 jogadores de linha cada (18.3 ± 0.5 anos) disputaram as partidas e foram alocados em grupo experimental (meias compressivas) ou grupo controle (meias comuns). A distribuição das meias foi randomizada e balanceada em pares por posição, de forma que cinco jogadores de cada equipe permaneceram em um dos grupos durante as partidas. Mensurações do desempenho de jogo (distancia total percorrida em diferentes velocidades, ritmo médio, distancia entre os períodos e em parciais de tempo) foram obtidas por meio de GPS (10-Hz), bem como a frequência cardíaca (FC) e scores de percepção por meio de escala. Os índices da percepção de recuperação (antes das partidas) e esforço (após as partidas), não diferiram (p > 0.05) entre grupos, mas o grupo que utilizou MC apresentou menor (p < 0.05) score de dor muscular do que o grupo controle. As respostas da frequência cardíaca não apresentaram diferença entre os grupos e partidas, mas exibiram alta intensidade (~44% do tempo de jogo entre 80-89% da FCpico) implicando alta demanda física de jogo. A distancia total percorrida não apresentou diferença (p > 0.05) entre as condições, no entanto entre os períodos (1º > 2º) e apresentou uma redução em direção ao final da partida, sendo mais acentuada no grupo controle (p < 0.05). Entre as intensidade de corrida houve diferença (p < 0.05) para as atividades de alta velocidade (zonas 4 e 5) com o grupo MC percorrendo maior distancia (p < 0.05) tão bem quanto realizaram maior numero de acelerações (entre -50.0 a -3.0 m/s²) do que o grupo controle. Houve uma redução na distancia relativa (m/min) em ambos os grupos, com maior evidencia no grupo controle. Concluímos que o uso das meias compressivas (MC) geram menor sensação de dor muscular, e auxiliaram atenuando a redução em importantes perfis de deslocamentos, e promoveu maior distancia em atividades de alta intensidade principalmente na segunda partida.
Resumo: Although the use of compression stockings (CS) for improving soccer performance and recovery is common among players, there is no real evidence of its effectiveness during soccer matches. Thus, the current study evaluated the effect of the use of CS (20-30 mmHg) on physical performance indicators, heart rate responses and perceptual measurements of young soccer field players during two matches with a 72-hours interval between them. Two teams of ten outfield players each (18.3 ± 0.5 years) were allocated in experimental group (compression socks) or control group (common socks). The distribution of the socks was randomized and balanced in pairs per position, so that five players from each team remained in one of the groups during the matches. Measurements of match performance (total distance covered at different velocities, mean velocity, distance covered between periods and partial time) were collected through GPS system (10-Hz), as well as heart rate (HR) and perceptual scores during the two matches. The score of perceived recovery (before matches) and effort (post matches) did not differ (p > 0.05) between groups, but the CS group had a lower (p < 0.05) muscle pain score than the group control. Heart rate responses did not differ between groups and matches, but they showed high intensity (~44% of playing time between 80-89% of FCpeak), implying a high physical demand for the match. The total distance covered did not show any difference (p > 0.05) between the conditions, however between the periods (1º > 2º) and presented a reduction towards the end of the matches, being more pronounced in the control group (p < 0.05). There was a difference (p < 0.05) in the high - speed activities (zones 4 and 5) with the CS group covered higher (p < 0.05) as well as the greater number of accelerations (between -50.0 a - 3.0 m/s²) than the control group. There was a reduction in the relative distance (m/min) in both groups, with greater evidence in the control group. We concluded that the use of compression socks (CS) generated a lower sensation of muscular pain, and helped attenuating the reduction in important displacement profiles, and promoted greater distance in high intensity activities, especially in the second match.
Palavras-chave: Meias compressivas.
Futebol.
Mialgia.
Escalas de percepção.
Indicadores de desempenho.
Compression socks.
Soccer.
Myalgia.
Perceived scale.
Performance indicators.
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: GIMENES, Samuel Valencia. Efeito agudo de meias compressivas no desempenho de futebolistas. 2017. 60f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 20-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Samuel V Gimenes.pdfDissert Samuel V Gimenes1,06 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons