Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/417
Tipo: Dissertação
Título: Percepções acerca da comunicação na equipe de Enfermagem da unidade de terapia intensiva neonatal e pediátrica de um hospital de ensino
Autor: PEREIRA, Fernanda Simões 
Primeiro orientador: SIMÕES, Ana Lúcia de Assis
Resumo: A comunicação cada vez mais é reconhecida como potente instrumento de gestão, capaz de influenciar na dinâmica das organizações e nas relações interpessoais e, a depender do modo como ela ocorre, pode determinar o seu sucesso ou fracasso. Na enfermagem, profissão que trabalha em equipe e lida diretamente com o cliente e seus familiares, uma boa comunicação é primordial para a concretização de uma assistência com qualidade. A realização desse estudo teve como objetivo geral compreender as percepções dos profissionais de enfermagem lotados em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Pediátrica acerca da comunicação estabelecida na equipe de enfermagem. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso, realizado em um hospital de ensino localizado no interior de Minas Gerais/Brasil. A população do estudo foi constituída por profissionais da equipe de enfermagem lotados na Divisão de Enfermagem do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, que trabalhavam na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Pediátrica, totalizando 31 participantes os quais atenderam aos critérios de inclusão na pesquisa. Para a coleta dos dados utilizou-se como procedimento metodológico a Técnica de Incidentes Críticos, sendo realizadas entrevistas seguindo um roteiro semi-estruturado, durante os meses de setembro e outubro de 2016. A análise dos depoimentos foi norteada pela análise de conteúdo proposta por Bardin e permitiu identificar os incidentes críticos, a partir da descrição de 71 situações, 59 comportamentos e 61 consequências, todas classificadas em positivas ou negativas, conforme a percepção das próprias entrevistadas. As situações foram agrupadas em duas categorias: Interação profissional/pessoal no trabalho e Processo organizacional; a segunda subdividida em duas subcategorias, Gerenciamento de pessoas e Padronização do processo. Pode-se observar que a maioria das situações que constituíram estas categorias foram classificadas, pelas entrevistadas, como experiências negativas. Os comportamentos identificados nos incidentes críticos deram origem a três categorias: (In)disponibilidade para comunicar, com as subcategorias Ignorar o fato/a pessoa/a situação e Manifestar pró- atividade; Causar desacordos/conflitos na equipe e Comunicar com eficiência. Na categoria Consequências gerais apreendeu-se os efeitos da comunicação do cotidiano dos profissionais e, também, as suas repercussões para a equipe e para o cliente, apresentadas nas subcategorias: Consequências para o profissional, Consequências para a equipe e Consequências para o cliente. Sabe-se que a forma de condução do processo de comunicação é determinante para o sucesso de uma organização e de suas equipes de7 trabalho. Falhas nesse processo fatalmente provocarão consequências danosas, que podem impactar negativamente em todos os envolvidos. A partir do estudo foi possível detectar que há falhas na comunicação, não somente entre os profissionais de enfermagem, como entre estes e outras classes profissionais, assim como com clientes e familiares. Confirmou-se que uma comunicação deficiente compromete as relações profissionais, prejudica a interação entre as pessoas no ambiente de trabalho e, consequentemente, a própria assistência prestada ao paciente. Dessa forma, é necessário pensar em estratégias para melhorar o processo de comunicação a fim de proporcionar um atendimento com qualidade.
Resumo: Communication is increasingly recognized as a powerful management tool, capable of influencing organizational dynamics and interpersonal relationships and, depending on how it occurs, can determine its success or failure. In Nursing, profession that deals directly with the client and their family, a good communication is fundamental for the concretization of quality assistance. The purpose of this study was to understand the perceptions of Nursing professionals located in Neonatal and Pediatric Intensive Care Unit about the communication established in the Nursing team. This is a descriptive-exploratory study, with a qualitative approach, of the case study type, conducted in a teaching hospital located in the countryside of Minas Gerais/Brazil. The study population consisted in nursing professionals of the Nursing Division from the Clinical Hospital of the Universidade Federal do Triângulo Mineiro, who worked in the Neonatal and Pediatric Intensive Care Unit, with a total of 31 participants, which address the inclusion criteria in the Research. In order to collect the data, the Critical Incidents Technique was used as methodological procedure, and interviews were conducted following a semi-structured script from September to October/2016. The statements’ analysis was guided by the content analysis proposed by Bardin and allowed to identify the critical incidents, from the description of 71 situations, 59 behaviors and 61 consequences, all classified as positive or negative, according to the interviewees' own perception. The situations were grouped into two categories: Professional / personal interaction at work and Organizational process; second subdivided into two subcategories, People Management and Process Standardization. It can be observed that most of the situations that constituted these categories were classified by the interviewees as negative experiences. The behaviors identified in the ICs gave rise to three categories: (In) willingness to communicate, with the subcategories Ignore the fact / person / situation and Manifest pro-activity; Causing team disagreements / conflicts and communicating effectively. In the General Consequences category, the effects of professionals’ daily communication and their repercussions for the team and for the client were presented in the subcategories: Consequences for the professional, Consequences for the team and Consequences for the client. It is known that the way of conducting the communication process is decisive for the success of an organization and its work teams. Failures in this process will inevitably lead to harmful consequences, which can negatively impact all involved. From the study it was possible to detect that there are failures in communication,9 not only among nursing professionals, but also among these and other professional classes, as well as with clients and family members. It has been confirmed that poor communication compromises professional relations, impairs interaction between people in the work environment and, consequently, the care provided to the patient itself. In this way, it is necessary to think of strategies to improve the communication process in order to provide a quality service.
Palavras-chave: Comunicação em saúde
equipe de enfermagem
barreiras de comunicação
Health Communication
Nursing
Team
Communication Barriers
Área do CNPQ: Enfermagem
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: PEREIRA, Fernanda Simões. Percepções acerca da comunicação na equipe de Enfermagem da unidade de terapia intensiva neonatal e pediátrica de um hospital de ensino. 2017. 63f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde) - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 17-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Fernanda S Pereira.pdfDissert Fernanda S Pereira1,05 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons