Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/425
Tipo: Dissertação
Título: Memória literária e Análise Linguística: uma intervenção na escrita de alunos do 7. ano do Ensino Fundamental
Autor: PACHECO, Júlia Gabriela Fernandes 
Primeiro orientador: BARBOSA, Marinalva Vieira
Resumo: Esta dissertação teve como objetivo principal verificar como uma concepção de linguagem e de ensino pautada na interação pode auxiliar o professor de Língua Portuguesa (LP) a planejar um percurso teórico-metodológico para que o aluno do Ensino Fundamental II possa avançar nas habilidades de escrita. Por meio de uma intervenção didática, visou ao aprimoramento linguístico na escrita de Memórias Literárias de alunos do 7º ano do Ensino Fundamental. Nessa intervenção, fora privilegiado o trabalho com o texto em uma concepção interacionista da linguagem, à luz da Análise Linguística (AL). Esta se configura como uma mudança na forma de conduzir os estudos linguísticos em sala de aula, com base na leitura e escrita de textos como ações sociais significativas, como proposto por Geraldi (2011, 2013). A intervenção teve como ponto de partida a leitura de Memórias Literárias (ML) de autores consagrados – Barros (2010), Belinky (1995), Gattai (2000), Laurito (2002) – para que o aluno pudesse ter uma razão para dizer e o como dizer. A produção escrita, por sua vez, norteou as atividades linguísticas mobilizadas para que esse aluno pudesse progredir na reescrita de seu texto. O corpus analisado foi composto pelas produções iniciais e reescritas feitas em dois planos de intervenção: um piloto, aplicado em uma turma de 25 alunos de uma escola estadual da cidade de Uberaba – MG e o Plano de Intervenção final aplicado em uma segunda turma de 32 alunos também do 7º ano de outra escola estadual da mesma cidade. A análise das produções e reescritas buscou verificar se uma proposta de ensino embasada na AL pôde ajudar o aluno a aprimorar sua escrita em questões de ordem textual (progressão, coesão e coerência), sintáticas (concordância verbal) e ortográficas. Como resultado, a AL configurou-se como uma teoria que torna o trabalho linguístico mais significativo, visto que foca nas habilidades do dizer que o aluno apresenta não dominar. Além disso, priorizar o texto do aluno como a retomada de voz do sujeito aprendiz no fazer metodológico em sala de aula, possibilita que professores e alunos sejam protagonistas da produção de saber.
Resumo: This dissertation had as main objective to verify how a conception of language and of instruction based on the interaction can help the teacher of Portuguese Language (LP) to plan a theoretical-methodological route so that the student of Elementary School II can advance in writing skills.This paper aims to develop a didactic intervention which seeks linguistic improvement in writings of Literary Memories by 7th graders in Secondary School (Ensino Fundamental). In this intervention, the work with text in an interactionist conception of language, under the light of Linguistic Analysis (LA) (GERALDI, 2011, 2013) will be predominant. The mentioned conception is presented as a change in the ways of leading the linguistic studies in classroom, based on the reading and writing of texts as significant social actions. The intervention started with the reading of Literary Memories by seasoned authors – Barros (2010), Belinky (1995), Gattai (2000), Laurito (2002) – so that the students could have a reason to say and the means to do so. The written production, in turn, led the handled linguistic activities in order for students to progress in the rewriting of their texts. The analyzed corpus was composed of the initial productions and rewritings made in two intervention plans: a pilot, given to a 25 student group in a state school in Uberaba – MG and the final intervention plan, given to a second 32 student group also in 7th grade at another state school in the same city. The analysis of the productions and rewritings sought to verify whether a teaching proposal based on LA could help the students to improve their writing and also text order (progression, cohesion, coherence), syntactic (verb agreement) and spelling related issues, adequate to the LA text. As a result, LA is presented as a methodology that renders the linguistic work more significant, since it focuses on abilities of expressing themselves that the students do not seem to master. Besides that, prioritizing the student’s text as a take back of the apprentice-subject’s voice on the methodological doing in class allows the teacher and the student to own the production of knowledge.
Palavras-chave: Análise linguística.
Memória literária.
Escrita e reescrita de texto.
Linguistic Analysis.
Literary memory.
Writing and rewriting.
Área do CNPQ: Letras
Linguística
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Educação, Letras, Artes, Ciências Humanas e Sociais - IELACHS::Curso de Graduação em Letras
Programa: Programa de Mestrado Profissional em Letras
Citação: PACHECO, Júlia Gabriela Fernandes. Memória literária e Análise Linguística: uma intervenção na escrita de alunos do 7. ano do Ensino Fundamental. 2016. 148f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Programa de Mestrado Profissional em Letras, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 21-Nov-2016
Appears in Collections:Programa de Mestrado Profissional em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Julia G F Pacheco.pdfDissert Julia G F Pacheco15,75 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons