Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/452
Tipo: Dissertação
Título: Processo de constituição da identidade profissional de professores da educação escolar de uma unidade prisional de Minas Gerais
Autor: DUARTE, Alisson José Oliveira 
Primeiro orientador: PEREIRA, Helena de Ornellas Sivieri
Resumo: A presente pesquisa buscou investigar se a experiência de ministrar aulas para alunos em privação de liberdade, no cenário da educação escolar de uma instituição prisional do estado de Minas Gerais, pode influenciar no processo de constituição da identidade profissional docente. Embora a educação escolar nos presídios não seja fato recente na história das instituições prisionais brasileiras, ainda é uma das áreas mais negligenciadas e marginalizadas pelas políticas públicas e pela própria educação universitária, principalmente no que se refere à pessoa do professor. A pesquisa se justifica na necessidade de fomentar estudos que ofereçam suporte teórico e reflexivo em torno da educação escolar ministrada nas instituições prisionais e, sobretudo, em relação à constituição da identidade de professores que atuam nesse campo tão específico da realidade educacional. A opção metodológica para o desenvolvimento desta pesquisa apoia-se no modelo qualitativo, utilizando-se de investigações em campo e do estudo de referenciais teóricos para alcançar os objetivos propostos. A pesquisa contou com a participação voluntária de cinco professores da educação escolar de uma instituição prisional e uma entrevista com a diretora da escola desse espaço de aprisionamento. Para tanto, utilizamos como instrumentos de coleta de dados: entrevistas abertas (gravadas em áudio) e diário de campo. O material qualitativo extraído das entrevistas com os professores foi primeiramente submetido à técnica de análise de conteúdo temática. Em seguida, os resultados obtidos nesse primeiro procedimento foram cruzados e complementados com as informações obtidas por meio da entrevista com a diretora da escola e as observações registradas no diário de campo, utilizando para isso o método de triangulação de dados. Os resultados apontam que as singularidades encontradas no campo da educação escolar da unidade prisional pesquisada podem efetuar transformações significativas na identidade profissional de professores que atuam profissionalmente nessa realidade, uma vez que suas especificidades (institucionais, sociais, morais e éticas) superam os desafios tradicionais da educação escolar não institucionalizada em unidades prisionais. Nesse sentido, buscando responder o objetivo geral desta pesquisa, destacamos, subsidiados nos procedimentos metodológicos de análise de dados, três temas que contemplam o processo de constituição da identidade profissional dos professores da instituição prisional pesquisada. Na primeira unidade temática, “Relação professor/aluno”, descrevemos como a relação direta com o aluno em privação de liberdade, no âmbito da instituição prisional, pode influenciar na maneira pela qual o professor constitui sua autoimagem, autoestima e realização profissional. Na segunda unidade temática, “Identidade para o outro e sentimento de incompreensão”, salientamos como os professores se sentem desvalorizados e marginalizados em relação à representação social feita pela mídia e pelas pessoas que desconhecem o trabalho docente em escolas de unidades prisionais. Na terceira unidade temática, “Especificidades do perfil docente”, enfatizamos como os elementos e as especificidades da prática docente no microuniverso das unidades prisionais podem imprimir sobre a identidade profissional docente qualidades e experiências que frequentemente não são observadas em outras instituições escolares, tornando-os profissionais com características e modos peculiares na Educação de Jovens e Adultos. Em uma sociedade em que as minorias ainda são silenciadas pela mídia, pelo anonimato, por preconceitos históricos e pela falta de expressão, buscamos nessa pesquisa dar voz aos professores atores da educação escolar dessa unidade prisional, enfatizando, a importância e a responsabilidade da universidade e das políticas públicas de ensino de se investir em uma reforma educacional, incluindo os professores e seus saberes no sentido de construir novos e democráticos modelos de ensino no interior das instituiçõesprisionais, onde ainda vigora a velha lógica opressora e totalitária desde os primórdios do cárcere.
Resumo: This research inquired whether the teaching experience to imprisoned students, in the context of a prison system school in the Brazilian state of Minas Gerais, could influence teachers’ process of professional identity constitution. Even though schooling in prisons is not a recent fact in the history of the Brazilian prison system institutions, this is still among the areas most neglected and marginalized by public policies and post-secondary education, mainly when we consider the teaching professional. The justification for this research is the need to foment studies that offer reflective and theoretical support concerning the prison system schooling and, above all, in relation to the identity constitution of teachers who work in this very specific field of educational reality. The methodological option for the development of this research is the qualitative model, which uses field inquiry and theoretical references to reach the proposed objectives. The research had as its voluntary participants five teachers who work in a prison system school and the principal of the same institution. Therefore, we used as data collecting instruments: open interviews (audio recorded) and field diaries. The qualitative material obtained during the interviews with the teachers was firstly submitted to the theme content analysis technique. After that, the results obtained in the first procedure were critically crossed and complemented with the information obtained through the interview with the school principal and the observations registered on the field diary, using the data triangulation method. The results demonstrate that the singularities found in the field of the prison system school researched by us can transform significantly the professional identity of teachers who work in this reality, considering that their (institutional, social, moral and ethical) specificities are different from the traditional challenges in non-prison system institutionalized schools. By trying to respond to the general objective of this research, we highlight, based on the methodological procedures of data analysis, three themes of analysis that surround the process of teachers’ professional identity constitution in the prison system school researched by us. In the first theme, “Relationship teacher/student”, we describe how the direct relationship with the imprisoned student can influence the manner the teacher constitutes his or her self-image, self-esteem and professional fulfillment. In the second theme, “Identity for the other and incomprehension feeling”, we emphasize how teachers feel underappreciated and marginalized in relation to the social representation generated by the media and people who do not know the teaching work in prison system schools. In the third theme, “Specificities of teacher’s profile”, we emphasize how the elements and the specificities of teacher’s practice in the micro-universe of prisons can imprint over the teachers’ professional identity qualities and experiences that frequently are not observed in other schooling institutions, which make them become professionals with characteristics and peculiarities in the Young Adults Education. In a society in which minorities are still silenced by the media, by the anonymity, historical prejudices and lack of freedom of speech, we seek in this research to give voice to the teachers involved in the schooling in prisons of this unit, emphasizing the importance and responsibility of university and public education policies to invest in an educational reform, including teachers and their knowledge in order to construct new and democratic models of teaching within prisons, where there is still an old oppressive logic and totalitarian from the beginning of prison.
Palavras-chave: Docência na prisão.
Identidade profissional docente.
Educação escolar nas prisões.
Teaching in prison.
Teachers’ professional identity.
Schooling in prisons.
Área do CNPQ: Educação
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Educação, Letras, Artes, Ciências Humanas e Sociais - IELACHS::Curso de Graduação em Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: DUARTE, Alisson José Oliveira. Processo de constituição da identidade profissional de professores da educação escolar de uma unidade prisional de Minas Gerais. 2017. 149f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós­-Graduação em Educação, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 20-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós­-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Alisson J O Duarte.pdfDissert Alisson J O Duarte1,39 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons