Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/466
Tipo: Dissertação
Título: Ser bacharel e professor formador de professores: narrativas, formação e identidade
Autor: PEREIRA, Diego Carlos 
Primeiro orientador: COSTA, Váldina Gonçalves da
Resumo: Essa dissertação tem como tema central a constituição profissional de professores bacharéis que atuam em cursos de Licenciatura na cidade de Uberaba, Minas Gerais. A legislação vigente pressupõe que os requisitos prioritários para ser professor no ensino superior são os cursos de mestrado e doutorado, os quais pesquisas têm mostrado que são focados, em sua maioria, na formação de pesquisadores. Junto a isso, as especificidades formativas dos cursos de Bacharelado não são específicas para a formação docente e, muitas vezes, os bacharéis, com suas respectivas pós-graduações, vão atuar como professores em cursos de Licenciatura, cuja finalidade principal é a formação dos professores para a educação básica. Diante disso, construímos a seguinte problemática: como os professores bacharéis que atuam em licenciaturas se formam, se constituem enquanto docentes e mobilizam seus conhecimentos para a formação de professores? Assim, o objetivo deste estudo é: investigar e compreender aspectos da trajetória formativa e do processo de constituição da identidade de professores bacharéis que atuam em cursos de licenciatura. Um levantamento de teses e dissertações sobre a temática nos últimos cinco anos aponta que o tema vem sendo pouco discutido no âmbito das Licenciaturas, justificando sua ampliação acadêmica. Nosso referencial teórico foi pautado nas discussões relativas ao ensino superior, às especificidades e aos conhecimentos mobilizados para a docência e, por último, ao processo de constituição das identidades sociais e profissionais articulados ao par experiência/sentido. Do ponto de vista metodológico, a natureza do estudo é qualitativa e optamos pelos pressupostos da História Oral Temática, além de analisar narrativamente as narrativas. Realizamos uma etapa inicial da pesquisa com questionários para 49 professores, sendo que foram respondidos 28 e, dentre esses, 5 eram de professores que possuíam somente o Bacharelado, os quais foram entrevistados. As entrevistas foram transcritas, textualizadas e transcriadas e os sujeitos colaboradores foram identificados por codinomes. As narrativas nos permitem sistematizar um conjunto de conhecimentos que foram produzidos ao longo desta pesquisa: admitir o processo dual e ambivalente da constituição profissional dos professores bacharéis; refletir sobre a dicotomia entre Bacharelado e Licenciatura enquanto processos formativos distintos e específicos para a sua atuação profissional, mas que nem sempre determinam seus atos de pertencimento; problematizar os processos formativos, os conteúdos e o contexto da área específica dos professores bacharéis como elementos e conhecimentos socializados e mobilizados no ensino superior; e, por último, defender que os professores e a instituição assumam protagonismo em políticas e diálogo para a formação contínua do professor formador. Essas conjecturas inserem-se como pontos de encontro e partida da pesquisa possibilitando novos olhares, interpretações e posições para o tema, bem como potencializa as possibilidades de novas investigações acadêmicas acerca dos professores bacharéis e suas especificidades profissionais.
Resumo: This dissertation has as its central theme the professional training of bachelor‘s professor who works at teacher‘s training undergraduate in Uberaba City, Minas Gerais/Brazil. The current law assumes that the priority requirements to be a professor in higher education are the master‘s and doctorate courses, which researches has been shown they are focused mostly on the training of researchers. Next to that, the formation specificities of bachelor‘s degree are not specific to teacher‘s education and often the bachelor's with their respective postgraduate degrees will act like professors in licensure degree courses, whose primary purpose is the formation of teachers for basic education. Given this, we built the following issue: how the bachelor‘s professors who works at teacher‘s training undergraduate are formed, are constitute as professor and mobilize their knowledge for teacher training? The objective of this study is: investigate and understand aspects of formative trajectory and the identity constituting process of bachelor‘s professors who works at teacher‘s training undergraduate. A survey of thesis and dissertations about this subject over the past five years shows that the topic has been little discussed in the context of teacher‘s training undergraduate, justifying the academic expansion. Our theoretical framework was guided in discussions relating to higher education, in the specificities and knowledge mobilized for teaching and, finally, the process of social and professional identities constitution articulated to the pair experience/sense. From a methodological point of view, the nature of the study is qualitative and we adopted the Thematic Oral History, as well as analyze narratively the narratives. It was made an initial stage of research with questionnaires to 49 professors, 28 were answered and 5 were bachelor‘s professors, which were interviewed. The interviews were transcribed, textualized and transcreated and the collaborating subjects were identified by codenames. The narratives allow us to systematize a set of knowledge that were produced over the course of this research: admit the dual and ambivalent process of professional training of bachelor‘s professor; reflect the dichotomy between bachelor‘s degree and teacher‘s training undergraduate as separate processes with a specific training for their professional performance, but it not always determines his belonging acts; discuss the formation process, the content and about the context of the specific knowledge area of bachelor‘s professors as socialized and mobilized elements in higher education; and, finally, argue that the professors and the institution take role in political and dialogue for continuous formation to teacher trainer; These conjectures are inserted as meeting points and starting of this research enabling new perspectives, interpretations and positions to the topic as well as enhances the possibilities for new academic researches about the bachelor‘s professor and their professional specificities.
Palavras-chave: Formação do Formador de Professores.
Docência no Ensino Superior.
Identidade Docente.
Professores Bacharéis.
História Oral Temática.
Teacher trainer‘s formation.
Teaching in Higher Education.
Teaching identity.
Bachelor‘s professor.
Tematic Oral History.
Área do CNPQ: Educação
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Educação, Letras, Artes, Ciências Humanas e Sociais - IELACHS::Curso de Graduação em Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: PEREIRA, Diego Carlos. Ser bacharel e professor formador de professores: narrativas, formação e identidade. 2016. 190f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós­-Graduação em Educação, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 27-Jan-2016
Appears in Collections:Programa de Pós­-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Diego C Pereira.pdfDissert Diego C Pereira2,96 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons