Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/488
Tipo: Tese
Título: Efeito biológico da Lecitina ArtinM na fase crônica da Infecção experimental pelo Trypanosoma cruzi
Autor: MIGUEL, Camila Botelho 
Primeiro orientador: LAZO CHICA, Javier Emilio
Resumo: Introdução: A doença de Chagas é causada por infecção pelo Trypanosoma cruzi e o perfil de resposta imune do hospedeiro é essencial para o controle da infecção. ArtinM, de Artocarpus heterophyllus, uma lectina que se liga a manose, modula a imunidade em relação eixo Th1 e confere resistência aos agentes patogênicos intracelulares. Objetivos: Analisar o efeito da imunomodulação promovida por ArtinM durante a fase crônica da infecção experimental pelo T. cruzi. Material e Métodos: Foram utilizados 39 camundongos BALB/c, com 10 semanas de idade conformando os grupos: Controle, PBS e ArtinM. Para a infecção foi utilizada uma concentração de parasitos de 3x103 tripomastigotas sanguíneos por via subcutânea. Os animais dos grupos Controle e PBS receberam 100 µl de solução PBS 1x e para o grupo ArtinM foram administrados lectina ArtinM na concentração de 0,5µg/100µl por via subcutânea. Foram realizados tratamentos por 3 dias consecutivos e após 2 dias de descanso foi realizada a infecção com a cepa Colombiana de T. cruzi. Posteriormente os animais receberam tratamento a cada 5 dias após infecção por 30 dias. Foram realizadas pesagem diária e parasitemia a cada 7 dias. Após 90 dias de infecção os animais foram eutanasiados e submetidos à necropsia. Foram coletados o sangue, coração e intestino. Resultados: Os animais infectados obtiveram um ganho de peso até o 15º dia após a infecção. Posteriormente perderam peso, não evidenciando diferenças significativas entre os grupos infectados. Para a curva de parasitemia houve um pico com 28 dias para ambos os grupos, o grupo ArtinM mostrou diferenças significativas comparado ao grupo PBS até esta data. Para o leucograma e citocinas (TNF-α, IL-12p40, IFN-γ e IL-10) não houve diferenças entre os grupos testados. A quantificação do número de células/mm2 e porcentagem de colágeno no tecido cardíaco e intestino mostrou diferenças significativas entre os grupos infectados comparados ao grupo Controle. O número de ninhos de T. cruzi/cm2 para ambos os tecidos mostrou discreta diminuição no grupo ArtinM. Conclusão: A Lectina ArtinM apresentou um efeito biológico na infecção crônica por T. cruzi.
Resumo: Introduction: Chagas disease is caused by Trypanosoma cruzi infection and the host immune response profile is essential for infection control. ArtinM, from Artocarpus heterophyllus, a mannose-binding lectin, modulates immunity to the Th1 axis and confers resistance to intracellular pathogens. Objectives: To analyze the effect of the immunomodulation promoted by ArtinM during the chronic phase of the experimental infection by T. cruzi. Material and Methods: We used 39 BALB/c mice, with 10 weeks of age constituting the groups: Control, PBS and ArtinM. For the infection, a concentration of parasites of 3x103 blood trypomastigotes subcutaneously was used. The animals of the Control and PBS groups received 100μl of 1x PBS solution and for the ArtinM group, the ArtinM lectin was administered at the concentration of 0.5μg/100μl subcutaneously. Treatments were carried out for 3 consecutive days and after 2 days of rest the infection with the Colombian strain of T. cruzi was performed. Subsequently the animals received treatment every 5 days after infection for 30 days. Daily weighing and parasitemia were performed every 7 days. After 90 days of infection the animals were euthanized and submitted to necropsy. The blood, heart and intestine were collected. Results: The infected animals obtained a weight gain until the 15th day after infection. Subsequently they lost weight percentage, not evidencing significant differences between the infected groups. For the parasitemia curve there was a 28 day peak for both groups, the ArtinM group showed significant differences compared to the PBS group to date. For leukogram and cytokines (TNF-α, IL-12p40, IFN-γ and IL-10) there were no differences between the groups tested. The quantification of the number of cells/mm2 and percentage of collagen in cardiac and intestinal tissue showed significant differences between the infected groups compared to the Control group. The number of T. cruzi/cm2 nests for both tissues showed a slight decrease in the ArtinM group. Conclusion: Lectin ArtinM presented a biological effect on chronic T. cruzi infection.
Palavras-chave: T. cruzi
Lectina ArtinM
Balb/c
T. cruzi
Lectin ArtinM
Balb/c
Área do CNPQ: Medicina
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: MIGUEL, Camila Botelho. Efeito biológico da Lecitina ArtinM na fase crônica da Infecção experimental pelo Trypanosoma cruzi. 2017. 65f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 16-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Camila B Miguel.pdfTese Camila B Miguel1,2 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons