Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/502
Tipo: Dissertação
Título: Psicologia, Famílias e Atenção Básica à Saúde: modelos de atuação em Uberaba/MG
Autor: ANDRADE, Wellington Douglas de 
Primeiro orientador: SERRALHA, Conceição Aparecida
Resumo: A presente dissertação de mestrado se trata da reunião de dois estudos, um de revisão e outro empírico. O objetivo desta foi aprofundar o conhecimento sobre a atuação do psicólogo na Atenção Básica em Saúde (ABS) junto às famílias, tomando a ABS do município de Uberaba/MG como região específica para investigação. A literatura aponta que a forma como o profissional entende o que é família influencia na assistência prestada a ela, e que evidenciá-la pode alicerçar reflexões e favorecer a aplicação de ações mais adequadas. O primeiro estudo objetivou compreender como a família vem sendo percebida pelos profissionais da ABS. Com a ferramenta Prática Baseada em Evidência (PBE), o corpus (10 artigos) foi composto por estudos, publicados nos últimos 10 anos, recuperados nas bases BVS, SciELO, MedLine e PsycINFO, seguindo critérios pré-estabelecidos. Constatou-se ser consensual o entendimento de família que supera o modelo nuclear, mas ainda apresentando preconceitos. Notou-se também que a forma como os profissionais pensam as famílias dialoga com o que é preconizado pelo SUS, com possibilidades de ofertar uma assistência satisfatória. O segundo estudo, com o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre a prática psicológica com famílias na ABS do município de Uberaba/MG, pautou-se na crítica que aponta inadequações na atuação do psicólogo na ABS e carência de estratégias e modelos de atuação para esse contexto. Os participantes foram os psicólogos da ABS, que afirmaram trabalhar de forma direta ou não com famílias, excluindo-se aqueles que, eventualmente, estivessem atuando enquanto servidor cedido de outra área. Foram entrevistados 21 profissionais mediante entrevista semiestruturada, gravada em áudio e, após, transcrita integralmente. Analisaram-se os dados com as ferramentas Análise de Conteúdo Temática e da Enunciação de Bardin, e foram identificadas três formas de atuação: focada na família (três profissionais), individual com intervenções na família (nove profissionais) e individual, na qual a família era indiretamente trabalhada (nove profissionais). Na primeira, prevaleceram atuações diretas na família e junto à ESF, sendo atendidos individualmente apenas casos graves e demandas específicas. Na segunda, prevaleceram atendimentos individuais, entretanto, com intervenções nas famílias que, segundo eles, são indispensáveis para efetividade da assistência prestada. Na terceira, reuniram-se atuações estritamente no modelo clínico individual, com a crença de que ocorrem, indiretamente, mudanças na família à medida que mudanças no indivíduo refletem no âmbito familiar. Identificou-se que psicólogos e ESF solicitam-se muito reciprocamente, com exceção dos profissionais que atuam estritamente com o indivíduo, que, em geral, apenas recebem encaminhamentos. Constatou-se que, majoritariamente, a ESF encaminha e solicita o psicólogo para demandas individuais e de cunho curativo, ocasião em que o psicólogo, dependendo da estratégia de atuação que adota, traz a família para o atendimento. As principais estratégias constatadas na prática dos psicólogos foram: realização de visitas domiciliares, grupos, atendimentos domiciliares, orientações às esquipes da ABS e às famílias. Embora as atuações em equipe multiprofissional sejam preconizadas pela ABS, prevaleceram ações individualizadas. Apontaram-se entraves para atuação como: falta de material, de transporte, sobrecarga com demandas curativas, judiciais e do Conselho Tutelar. Conclui-se que os psicólogos têm inovado em suas formas de assistência ao trabalhar com grupos, com a comunidade, aplicando seu olhar amplo, atuando de forma multiprofissional, ampliando sua visão para a saúde e se inserindo nas equipes da ESF.
Resumo: This dissertation is the reunion of a literature review study and an empirical study. The main objective was to expand the knowledge on the performance of the psychologist in Primary Health Care (PHC) who attended families, taking as specific focus of investigation the PHC centers of the city of Uberaba (MG, Brazil). Literature points out that, depending on how the professional conceives what a family is, it influences on how they assist the families. Thus, highlighting this conception is a way of consolidating a reflection and promoting actions that are more adequate. The literature review had the objective of understanding how the idea of family is conceived among PHC professionals. Using the Evidence-Based Practice (EBP) as a tool, the corpus (10 papers) was formed by studies retrieved, published in the last 10 years, from the BVS, SciELO, MedLine and PsycINFO databases, with a previously given criteria. It was found to be consensual that the family is understood beyond the limits of a nuclear model, but still there are prejudicial formulations concerning what a family is. Another finding is that there is a consonance between how psychologists conceive the idea of family and what the SUS (Brazilian unified health system) advocates for, which indicates better possibilities of assistance. The empirical study, held in the PHC of Uberaba/MG, was based on the issue of lack of proper strategies and performance models a PHC psychologist should have for attending families in that context. The participants were PHC psychologists who claimed to have worked with families, in a direct or indirect way. Twenty-one professionals were interviewed through a semi-structured script, audio recorded and with full transcript. Using Bardin’s Content and Enunciation Analysis, three forms of performance were evident: focused on the family (three professionals), individual, with intervention in the family (nine professionals), and individual, with indirect work upon the family (nine professionals). In the first one, direct actions along with the Family Health Strategy (FHS) prevailed, being attended only severe cases and specific demands. In the second, individual appointments prevailed, with interventions that, according to the interviewees, were imperative to the effectiveness of the assistance. In the third one, there were professionals who attend strictly with the individual clinical model and believe that, indirectly, individual changes happen to reflect upon the familiar context. An important information is that psychologists and the FHS team mutually require each other a lot, except when professionals work strictly with the individual user, and receive only referrals from the team. In addition, the PHC requires the psychologist mostly for individual, curative demands, and then the professional brings the family to attendance, depending on the strategy they adopt. Main strategies identified in those practices were home visiting, groups, in-home attendance, and referrals to the PHC team and the families. Although the PHC advocates for a multiprofessional work, individual actions prevailed. Interviewees pointed some obstacles for an effective performance, such as lack of materials and transportation, and overload of demands concerning the user cure, law issues and the Tutelary Council. The conclusion is that psychologists have innovated their forms of assistant when working in groups and within the community, in a multiprofessional way, broadening their views on health, and inserting themselves in the FHS teams.
Palavras-chave: Famílias.
Psicologia.
Atenção Básica em Saúde.
Families.
Psychology.
Primary Health Care.
Área do CNPQ: Psicologia
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citação: ANDRADE, Wellington Douglas de. Psicologia, Famílias e Atenção Básica à Saúde: modelos de atuação em Uberaba/MG. 2017. 87f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 1-Aug-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Wellington D Andrade.pdfDissert Wellington D Andrade867,96 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons