Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/510
Tipo: Dissertação
Título: Satisfação e sobrecarga de profissionais de saúde mental
Autor: SANTOS, Luísa Parreira 
Primeiro orientador: BARROSO, Sabrina Martins
Resumo: Estudos têm mostrado a necessidade de atentar para a saúde dos profissionais de saúde mental, visto que a qualidade do serviço depende, entre outros aspectos, do bem-estar das equipes atuantes. Considerando a importância dos profissionais para o sucesso do modelo de assistência comunitária, conhecer seu estado emocional e fatores que podem interferir com a qualidade do serviço que oferecem pode favorecer a criação de condições de planejamento e estruturação de um trabalho mais efetivo nos serviços de saúde mental. Com o objetivo de entender melhor a sobrecarga dos profissionais e embasar o estudo empírico, realizou-se uma revisão sistemática de literatura nas bases SciELO, LILACS, Portal de Periódicos da CAPES, PsycINFO e PUBMED, sobre a sobrecarga de profissionais de serviços de saúde mental. Duas juízas fizeram as buscas de forma independente e, após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, 32 trabalhos nacionais e internacionais foram selecionados. A maior parte das publicações revisadas era de autoria brasileira, teve como objetivo avaliar estresse e burnout em profissionais de saúde mental, era de natureza quantitativa e utilizou as escalas IMPACTO-BR e MBI. Os níveis de sobrecarga observados nos estudos variaram entre 1,60 e 3,98, indicando grau moderado, e a presença de sobrecarga foi apontada em estudos sobre outros impactos negativos relacionados ao trabalho. Posteriormente, foram avaliados empiricamente os níveis de satisfação e de sobrecarga de psicólogos que atuam em CAPS na região do Triângulo Mineiro. Das onze cidades convidadas, oito permitiram a execução da pesquisa e 36 psicólogos participaram, respondendo à SATIS-BR, IMPACTO-BR e um Questionário elaborado pelas autoras. A média do nível de satisfação foi de 3,60 (em escala de 5 pontos), com maior escore para relacionamentos no serviço ( 3,94) e menor escore para condições de trabalho ( = 3,21). A média do grau de sobrecarga foi de 1,91 (em escala de 5 pontos), com maiores impactos sobre o funcionamento da equipe ( = 1,91) e menores impactos sobre a saúde ( = 1,82). Houve correlações entre os níveis globais de satisfação e sobrecarga e diversos aspectos dos serviços. Houve diferença significativa dos níveis de satisfação e sobrecarga para psicólogos que faziam psicoterapia. Níveis moderados de satisfação e baixos de sobrecarga indicam boas condições emocionais dos psicólogos avaliados. Os dois estudos trazem informações que endossam a necessidade de tornar a saúde emocional dos profissionais da saúde mental um foco de interesse científico e político, uma vez que a consolidação e manutenção da qualidade dos serviços de saúde é uma das responsabilidades destes trabalhadores.
Resumo: Studies have shown the need to pay attention to the health of mental health professionals, since the quality of the service depends, among other aspects, on the well-being of the working teams. Considering the importance of professionals for the success of the community care model, knowing their emotional state and factors that may interfere with the quality of the service they offer may favor the creation of conditions for planning and structuring a more effective work in mental health services. In order to better understand the burden of the professionals and to base the empirical study, a systematic review of the literature was carried out at the SciELO, LILACS, CAPES Portal, PsycINFO and PUBMED databases of the burden of mental health service professionals. Two judges searched independently and, after applying the inclusion and exclusion criteria, 32 national and international papers were selected. Most of the reviewed publications were Brazilian authors, whose objective was to evaluate stress and burnout in mental health professionals, was of a quantitative nature and used the IMPACTO-BR and MBI scales. The levels of burden observed in the studies varied between 1.60 and 3.98, indicating a moderate degree, and the presence of burden was pointed out in studies on other negative impacts related to work. Subsequently, the levels of job satisfaction and burden of psychologists working in CAPS in the Triângulo Mineiro region were empirically evaluated. Of the eleven invited cities, eight allowed the execution of the research and 36 psychologists participated, responding to SATIS-BR, IMPACT-BR and a Questionnaire prepared by the authors. The mean level of job satisfaction was 3.60 (on a 5- point scale), with a higher score for service relationships ( = 3.94) and a lower score for working conditions ( = 3.21). The average of the degree of burden was 1.91 (in a 5-point scale), with greater impacts on the functioning of the team ( = 1.91) and lower impacts on health ( = 1.82). There were correlations between the global levels of job satisfaction and burden and several aspects of services. There was a significant difference in levels of job satisfaction and burden for psychologists who had psychotherapy. Moderate levels of job satisfaction and low burden indicate good emotional conditions of the evaluated psychologists. The two studies provide information that endorses the need to make mental health professionals' emotional health a focus of scientific and political interest, since the consolidation and maintenance of the quality of health services is one of the responsibilities of these workers.
Palavras-chave: Revisão Sistemática.
Satisfação.
Sobrecarga.
Psicólogo.
Saúde Mental.
Sistematic Review.
Job satisfaction.
Burden.
Psychologist.
Mental Health.
Área do CNPQ: Psicologia
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citação: SANTOS, Luísa Parreira. Satisfação e sobrecarga de profissionais de saúde mental. 2017. 115f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 17-Jul-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Luisa P Santos.pdfDissert Luisa P Santos1,53 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons