Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/604
Tipo: Dissertação
Título: Influência do inseticida Malathion sobre a mortalidade e a arquitetura branquial de camarões Macrobrachium amazonicum (HELLER, 1862) oriundos da bacia do rio Grande
Autor: ARDENGUI, Angelo Antonio Franzoi 
Primeiro orientador: BURANELLO, Patrícia Andressa de Almeida
Resumo: A biota nos ecossistemas aquáticos é geralmente exposta a diversas condições de estresse, como variações ambientais naturais e distúrbios antropológicos, incluindo as descargas de poluentes nos recursos hídricos. Sendo assim importante a realização de estudos que avaliem os efeitos desses poluentes sobre os ecossistemas. O malathion é um exemplo de poluente, pois, é um inseticida comumente utilizado como defensivo agrícola em culturas ao redor do mundo e, embora apresente baixa toxicidade para espécies de mamíferos, espécies aquáticas podem ser sensíveis mesmo a pequenas concentrações. Dentre os diversos organismos aquáticos os crustáceos tem se destacado como organismos sensíveis para avaliar a poluição do ecossistema aquático. Nesse sentido, o objetivo do presente trabalho foi avaliar os efeitos do malathion sobre camarões Macrobrachium amazonicum através da obtenção da DL50 e da análise morfológica de suas brânquias. Para isso, camarões nativos do rio Grande foram capturados e aclimatados ao ambiente laboratorial para a realização de bioensaios. Os camarões foram divididos em grupos de dez animais cada e expostos a concentrações crescentes do inseticida por 48 horas. Nossos achados mostraram que a DL50 foi atingida a 0,73 mg/L de malathion, e que alterações relevantes na arquitetura das brânquias podem ser observadas em camarões expostos a concentrações de 1,25 a 1,5 mg/L do inseticida. Este é o primeiro estudo demonstrando que mesmo em curto prazo, o malathion interfere na estrutura microscópica das brânquias de camarões do gênero Macrobrachium, e vem contribuir para uma melhor compreensão dos efeitos promovidos por determinados defensivos agrícolas sobre organismos aquáticos que, comumente ficam expostos a estes.
Resumo: Biota in aquatic ecosystems is usually exposed to various stress conditions, like natural environmental variations and anthropological disturbs including pollutant discharges into water resources. Malathion is an insecticide commonly used as an agricultural pesticide in crops around the world, and although it presents low toxicity to mammalian species, aquatic species may be sensitive even at small concentrations. Among the various aquatic organisms, crustaceans have distinguished themselves as sensitive organisms to evaluate the pollution of the aquatic ecosystem. In this sense, the objective of the present work was to evaluate the effects of malathion on Macrobrachium amazonicum shrimps by obtaining LD50 and morphological analysis of the gills. For this, native prawns of the Rio Grande were captured and acclimated to the laboratory environment for the realization of bioassays. The shrimp were divided into groups of ten animals each and exposed to increasing concentrations of the malathion for 48 hours. Our findings showed that the LD50 was reached at 0.73 mg/L malathion, and that relevant changes in the architecture of the gills can be observed in shrimps exposed to concentrations of 1.25 and 1.5 mg/L of the insecticide. This is the first report demonstrating that even in the short term, malathion interferes in the microscopic structure of Macrobrachium shrimp gills, and contributes to a better understanding of the effects promoted by certain pesticides on aquatic organisms that are commonly exposed to these.
Palavras-chave: Malathion.
Biomarcado.
Macrobrachium amazonicum.
Bioassay.
Macrobrachium amazonicum.
Malathion.
Área do CNPQ: Histologia
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas e Naturais - ICBN
Programa: Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Biociências Aplicadas
Citação: ARDENGUI, Angelo Antonio Franzoi. Influência do inseticida Malathion sobre a mortalidade e a arquitetura branquial de camarões Macrobrachium amazonicum (HELLER, 1862) oriundos da bacia do rio Grande. 2018. 36f. Dissertação (Mestrado em Biociências Aplicadas) - Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Biociências Aplicadas, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 28-Aug-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Biociências Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Angelo A F Ardengui.pdfDissert Angelo A F Ardengui1,1 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons