Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/679
Tipo: Dissertação
Título: Influência do treinamento com pesos nas funções cognitivas e na força muscular de idosos com a doença de Alzheimer
Autor: PÁDUA, Amanda Morais de 
Primeiro orientador: COELHO, Flávia Gomes de Melo
Resumo: A deterioração das funções cognitivas é uma característica da doença de Alzheimer (DA) e recentemente estudos têm demonstrando que a DA acelera a sarcopenia, levando a uma redução da força muscular nos idosos. Por outro lado, o exercício físico para esta população tem demonstrando benefícios na funcionalidade cognitiva e motora. Assim, o presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito de 12 semanas de treinamento com pesos (TP) nas funções cognitivas e força muscular de idosos com DA. Este estudo é de caráter experimental e 25 idosos foram alocados em dois grupos: 1) Grupo treinamento, composto por 13 idosos com DA, submetidos a um programa de treinamento com pesos três vezes por semana, com 60 minutos de duração, durante 12 semanas; 2) Grupo Controle composto por 12 idosos com DA. Os idosos de ambos os grupos foram avaliados por meio de baterias de testes cognitivos e motores. As funções cognitivas foram medidas usando a Bateria Breve de Rastreio Cognitivo, o Teste do Desenho do Relógio, o Teste de Fluência Verbal e a Bateria de Avaliação Frontal. E a força muscular foi avaliada pelo Teste de Levantar-se e Sentar-se da Cadeira em 30 Segundos e o Teste de Força de Preensão Manual. Para os dados que apresentaram distribuição normal foi utilizada ANOVA two-way e para os dados não-paramétricos foi utilizado o teste de Wilcoxon e teste de U-Mann Whitney. Admitiu-se nível de significância de 5% (p≤0,05) para todas as análises. Após 12 semanas de treinamento com pesos foi encontrado melhora significativa no desempenho da memória de aprendizado (p=0,05), na força de preensão manual (p=0,03) e aumento no incremento de carga pelos idosos com DA. Não foram observadas diferenças significativas para as funções executivas, atenção, linguagem e os outros domínios da memória e para a força muscular dos membros inferiores dos idosos com DA. Conclui- se que o programa de treinamento com pesos de intensidade moderada promoveu melhora na memória de aprendizado, na força de preensão manual e incremento de carga em todos os exercícios realizados neste estudo.
Resumo: The deterioration of cognitive functions is a hallmark of Alzheimer's disease (AD) and recently studies have shown that AD accelerates sarcopenia, leading to a reduction in muscle strength in the elderly. On the other hand, physical exercise for this population has demonstrated benefits in cognitive and motor functionality. Thus, the present study had as objective to evaluate the effect of 12 weeks of training with weights on the cognitive functions and muscular strength of the elderly with AD. This study is of a quasi-experimental nature and 25 elderly were allocated in two groups: 1) Training group, composed of 13 elderly patients with AD, submitted to a weight training program three times a week, 60 minutes in duration, for 12 weeks; 2) Control group composed of 12 elderly patients with AD. The elderly of both groups were evaluated using cognitive and motor test batteries. Cognitive functions were measured using the Brief Cognitive Battery, the Clock Drawing Test, the Verbal Fluency Test, and the Frontal Assessment Battery. And muscle strength was assessed by the Chair's Sit and Stand Test in 30 Seconds and the Manual Grip Strength Test. Two-way ANOVA was used for the data that presented a normal distribution and for the non-parametric data the Wilcoxon test and the U-Mann Whitney test were used. A significance level of 5% (p≤0.05) was accepted for all analyzes. After 12 weeks of weight training, a significant improvement in learning memory performance (P = 0.05), hand grip strength (P = 0.03), and increase in the load increase by the elderly with AD were found. No significant differences were found for executive functions, attention, language and other domains of memory, and for muscular strength of the lower limbs of the elderly with AD. It was concluded that the training program with moderate intensity weights promoted improvement in learning memory, manual grip strength and load increase in all exercises performed in this study.
Palavras-chave: Doença de Alzheimer.
Funções Cognitivas.
Força Muscular.
Treinamento com Pesos.
Treinamento Resistido.
Alzheimer's Disease.
Cognitive Functions.
Muscular Strength.
Weight Training.
Weathered training.
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: PÁDUA, Amanda Morais de. Influência do treinamento com pesos nas funções cognitivas e na força muscular de idosos com a doença de Alzheimer. 2018. 102f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 29-Jun-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Amanda M Padua.pdfDissert Amanda M Padua3,73 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons