Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/680
Tipo: Dissertação
Título: Efeito da educação cruzada sobre a função muscular durante o destreinamento em mulheres idosas
Autor: TEIXEIRA, Daniel de Souza 
Primeiro orientador: ORSATTI, Fábio Lera
Resumo: Idosos apresentam incapacidade de recuperar totalmente função muscular com o retorno das atividades após um período de inatividade física. Assim, evitar a inatividade física é uma estratégia importante para impedir a perda de função muscular. Porém, em certas situações, tal como lesões osteomusculares, uma parte do corpo (uma perna ou um braço) é forçada (e.g. dor) a inatividade física (ou baixa atividade física) para a recuperação. Neste sentido, a estratégia que parece ser a mais adequada é a educação cruzada, na qual o treinamento de um membro promove adaptações no membro contralateral não treinado, evitando a perda da função muscular do membro inativo. Porém, essa estratégia ainda não foi testada em idosos ativos. O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito de quatro semanas de educação cruzada sobre a função do quadríceps durante o destreinamento. Foram selecionadas 19 idosas que passaram por um período de treinamento de 10 semanas conduzido previamente. Essas idosas foram randomizadas em grupo controle (CO), n= 8, ou transferência cruzada (TC), n= 11. Foram avaliados uma repetição máxima (1RM), força, torque, potência, velocidade e atividade mioelétrica (EMG) antes e após um período de quatro semanas de destreinamento e de educação cruzada na cadeira extensora unilateral. O grupo TC realizou exercício de extensão unilateral de joelho, sendo a primeira semana: três séries de dez repetições com carga de 70% de 1RM, segunda semana: três series de oito repetições com carga de 75% de 1RM, terceira semana: três series de oito repetições com carga de 80% de 1RM e quarta semana: três séries de seis repetições com carga de 85% de 1RM. Após quatro semanas, 1RM, a força (N) média em 40% e em 60% de 1RM, torques médios em 40% e 60% de 1RM reduziram em ambos os grupos (P<0,001), sem interação entre eles (P>0,05). Houve redução do pico de torque a 60% no grupo CO, mas não para o grupo TC (P=0,044). Ocorreu redução da potência média e pico a 60% somente no grupo CO (P=0,003 e P=0,022, respectivamente). No entanto, para a velocidade pico e médio em 60% de 1 RM, o grupo CO apresentou redução, enquanto o grupo TC apresentou manutenção (P = 0,039 e P = 0,035, respectivamente). Para a EMG do teste de 1RM (RMS ou pico) corrigida pela a EMG do teste de CIVM (RMS ou pico), somente o grupo transferência mostrou aumento sobre essa variável no teste de 60% de 1RM (RMS/RMS da CIVM: P = 0,037 e PICO/PICO CIVM: P = 0,027). Portanto, o treinamento proporcionou respostas positivas para o grupo TC, sugerindo que a educação cruzada pode evitar os efeitos de quatro semanas de destreinamento sobre a força e a potência musculares em idosos. Além disso, as adaptações parecem estar associadas à especificidade da carga de treinamento e por adaptações neurais verificadas através da atividade mioelétrica.
Resumo: Elderly people are unable to fully recover muscle function with activities return after a period of physical inactivity. Thus, avoiding physical inactivity is an important strategy to prevent loss of muscle function. However, in certain situations, such as musculoskeletal injuries, a part of the body (a leg or arm) is forced (e.g. pain) to physical inactivity (or low physical activity) for recovery. In this sense, the strategy that seems to be the most adequate is cross-training, in which training of a limb promotes adaptations in the untrained contralateral limb, avoiding loss of muscle function of the inactive limb. However, this strategy has not yet been tested in the active elderly. The objective of this study was to verify the effect of four weeks of cross-training on quadriceps function during detraining. We selected 19 elderly women who underwent a 10-week training period previously conducted. These elderly women were randomized to control (CO), n = 8, or cross-transfer (CT), n = 11. A maximal repetition (1RM), strength, torque, power, speed and myoelectric activity after a four-week period of detraining and cross-training in the unilateral extensor chair. Group TC realized unilateral knee extension exercise, with the first week: three sets of ten repetitions with a load of 70% of 1RM, the second week: three sets of eight repetitions with a load of 75% of 1RM, the third week : three sets of eight replicates with 80% loading of 1RM and fourth week: three sets of six replicates with 85% loading of 1RM. After 4 weeks, 1RM, the mean (N) strength in 40% and in 60% of 1RM, mean 40% and 60% of 1RM reduced in both groups (P <0.001), with no interaction between them (P> 0.05). There was a reduction of the torque peak at 60% in the CO group, but not for the TC group (P = 0.044). There was reduction of mean and peak power at 60% in the CO group only (P = 0.003 and P = 0.022, respectively). However, for the peak and average velocity at 60% of 1 RM, the CO group presented reduction, while the TC group presented maintenance (P = 0.039 and P = 0.035, respectively). For the EMG of the 1RM (RMS or peak) test corrected for the EMG of the CIVM (RMS or peak) test, only the TC group showed increase over this variable in the 60% 1RM test (RMS / RMS of the CIVM: P = 0.037 and PEAK / PEAK MIC: P = 0.027). Therefore, the training provided positive responses to the TC group, suggesting that cross-training can avoid the effects of four weeks of detraining on muscle strength and potency in the elderly. In addition, the adaptations seem to be associated to the specificity of training load and neural adaptations verified through myoelectric activity.
Palavras-chave: Educação Cruzada.
Força Muscular.
Exercício.
Idoso.
Cross-Training.
Muscle Strength.
Exercise.
Aged.
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: TEIXEIRA, Daniel de Souza. Efeito da educação cruzada sobre a função muscular durante o destreinamento em mulheres idosas. 2018. 52f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 31-Jul-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Daniel de S Teixeira.pdfDissert Daniel de S Teixeira588,94 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons