Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/716
Tipo: Dissertação
Título: Os significados da morte para os profissionais de saúde frente ao cuidado à pessoa com câncer
Título(s) alternativo(s): The meanings of death for health care professionals regarding the care of people with cancer
Los significados de la muerte para los profesionales de la salud ante el cuidado a la persona con cáncer
Autor: CUNHA, José Henrique da Silva 
Primeiro orientador: FERREIRA, Lúcia Aparecida
Resumo: Introdução: A morte é frequente no cotidiano de trabalho dos profissionais de saúde que atuam junto a pessoas com câncer, podendo causar-lhes sobrecarga, dor e sofrimento. Em sua maioria, esses profissionais são preparados para recuperar a saúde promovendo ações curativas; a ocorrência da morte traz à tona a vulnerabilidade da vida, levando-os a refletir sobre sua própria finitude. Objetivo: Compreender a construção dos significados da morte para os profissionais de saúde frente ao cuidado à pessoa com câncer. Método: Trata-se de uma pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória realizada em ambiente online com profissionais de saúde que atuam no contexto hospitalar e que cuidam de pessoas com câncer em instituições públicas de saúde que estão localizadas nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Distrito Federal e Paraná. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada (total de 34 entrevistados) via ferramentas da tecnologia de comunicação (chats ou videoconferências) e interpretados seguindo a análise de conteúdo temática. Resultados: Da análise do conteúdo das entrevistas emergiram as seguintes categorias: Significados da escolha vocacional na área da oncologia; Sentimentos vivenciados mediante a morte do paciente com câncer; Significados atribuídos às dificuldades mediante a morte do paciente com câncer; Significados atribuídos à morte do paciente com câncer. Os resultados apontam que os profissionais de saúde optaram por trabalhar na área da oncologia no intuito de ajudar os pacientes com câncer; sentem-se tristes e impotentes frente à morte de seus pacientes; identificam a capacitação e a abordagem qualificada em cuidados paliativos como importantes para o manejo do processo final de vida de seus pacientes e suporte a seus familiares; reconhecem a necessidade de acompanhamento psicológico para o enfrentamento do luto pessoal e apoio qualificado aos enlutados; e atribuíram à morte o significado de um processo natural e fim de um ciclo; de transcendência, passagem e fim do sofrimento tanto do paciente e de seus familiares quanto para a equipe de saúde que cuida dos mesmos. Considerações finais: Esse estudo pode contribuir para sensibilizar a gestão dos serviços de atenção oncológica para a capacitação, qualificação e implementação de ações baseadas nos cuidados paliativos e promover suporte emocional aos profissionais.
Resumo: Introduction: Death is frequent in the daily work of health professionals who work with cancer victims. It can make them feel overburdened, as it can cause pain and suffering. Most of these professionals are prepared to recover health through curative actions, but death brings to the forefront the vulnerability of life, leading them to reflect on their own finiteness. Objective: Understand the construction of the meanings of death for health professionals when offering care to people with cancer. Method: This is a qualitative, descriptive and exploratory online research with health professionals that work in a hospital context and care for people with cancer in public health institutions in the states of Minas Gerais, São Paulo, the Federal District and Paraná. Data was collected through semi-structured interviews (to a total of 34 participants) through tools from communication technology (chats or video conferences) and interpreted according to thematic content analysis. Results: From the content analysis of the interviews the following categories emerged: Meanings of the vocational choice for the oncology area; Feelings gone through after the death of the cancer patient; Meanings attributed to the difficulties provoked by the death of the cancer patient; Meanings attributed to the death of the cancer patient. The results point out that the health professionals chose to work in the oncology area in order to help cancer patients; the feel sad and impotent when confronted with the death of their patients; they identify the training and qualified approach to palliative measures as something important to manage the process of the end of the lives of their patients and support their family members; they recognize the need of psychological treatment to deal with personal grief and of the qualified support to those grieving; they understood death as a natural process and the end of a cycle, as transcendence and passage, and/or as end of the suffering of the patients, their families, and of the health team that cares for them. Final considerations: This study can contribute to make the management of oncologic care services aware of the need to train, qualify and implement actions based on palliative care and offer emotional support to the professionals.
Introducción: La muerte es frecuente en el día de los profesionales que trabajan con personas victimas del cáncer. Les puede hacer sentir sobrecargados, así como llevar a dolores y sufrimiento. La mayoría de esos profesionales son preparados para recuperar a la salud por medio de acciones curativas, pero la muerte hace con que la vulnerabilidad de la vida sea extremadamente clara, haciendo con que esos profesionales consideren su propia finitud. Objetivo: Comprender la construcción de los significados de la muerte para los profesionales de salud que cuidan de las personas con cáncer. Método: Esa es una investigación cualitativa, descriptiva y exploratoria realizada en línea con profesionales de salud que trabajan con personas con cáncer en instituciones publicas de salud de los estados de Minas Gerais, São Paulo, Distrito Federal e Paraná. Se colectó a los datos por medio de una entrevista semi-estructurada (total de 34 entrevistados) por medio de herramientas de la tecnología de comunicación (chats o videoconferencias) e interpretados según el análisis de contenido temático. Resultados: Desde el análisis de contenido temático emergieron las categorías siguientes: Significados de elegirse a la oncología como vocación; Sentimientos vividos en la muerte del paciente con cáncer; Significados atribuidos a las dificultades en la muerte del paciente con cáncer. Los resultados indican que los profesionales eligieron trabajar en la oncología para ayudar a los pacientes con cáncer; siéntense tristes e impotentes ante la muerte de sus pacientes; identifican la capacitación y un abordaje cualificado en cuidados paliativos como cosas importantes para el manejar del proceso final de la vida de sus pacientes y para el soporte de sus familiares; reconocen la necesidad de acompañamiento psicológico para el enfrentamiento del luto personal y apoyo cualificado a aquellos en luto; y también atribuyeron a la muerte el significado de un proceso natural y final de un ciclo, de transcendencia y pasaje, y del fin del sufrimiento del paciente, de sus familiares y del equipo de salud. Consideraciones finales: Ese estudio puede contribuir para sensibilizar la gestión de los servicios de atención oncológica para la capacitación, cualificación y implementación de acciones basadas en los cuidados paliativos, así como ofrecer soporte emocional a los profesionales.
Palavras-chave: Morte.
Pessoal de Saúde.
Oncologia.
Death.
Health personnel.
Medical oncology.
Muerte.
Personal de salud.
Oncología médica.
Área do CNPQ: Saúde Coletiva
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: CUNHA, José Henrique da Silva. Os significados da morte para os profissionais de saúde frente ao cuidado à pessoa com câncer. 2017. 101f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde) - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 19-Dec-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Jose H S Cunha.pdfDissert Jose H S Cunha1,07 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons