Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/747
Tipo: Dissertação
Título: O uso e acesso aos serviços de saúde entre idosos com indicativo de depressão residentes em um município mineiro
Título(s) alternativo(s): Use and access to health services among elders with depression indexes who live in a city of Minas Gerais
El uso y el acceso a los servicios de salud por los ancianos con indicativos de depresión que viven em una ciudad de Minas Gerais
Autor: SILVA, Grazielle Riceto Dias 
Primeiro orientador: RODRIGUES, Leiner Resende
Resumo: O envelhecimento populacional é uma realidade mundial, o Brasil vive uma transição demográfica acelerada e, consequentemente o perfil epidemiológico do país está em constante mudança. Com isso, há o aumento nas demandas por serviços de saúde devido a maior procura pelos indivíduos idosos. As doenças mentais estão entre as doenças crônicas não transmissíveis que mais diretamente causam incapacidade e pioram a qualidade de vida, com grande impacto também para os familiares. A depressão é o transtorno de humor mais frequente entre os idosos. Nesta perspectiva, este estudo se justifica, visto a limitação de investigações que relacionem o acesso e à utilização de serviços de saúde entre idosos com indicativo de depressão (ID), a fim de aprofundar as discussões sobre o tema, angariando informações pertinentes com o contexto citado. Esta pesquisa objetivou verificar a associação do indicativo de depressão com o uso e acesso dos serviços de saúde em idosos residentes em um município mineiro. Estudo com abordagem quantitativa, tipo inquérito domiciliar, analítico, transversal e observacional, desenvolvido com 580 idosos na área urbana do município de Uberaba, estado de Minas Gerais. Utilizaram-se os instrumentos: Mini Exame de Estado Mental, caracterização dos dados sociodemográficos, acesso e utilização dos serviços de saúde, indicativo de depressão, uso de álcool (frequência, tipo de bebida ingerida e dependência), polifarmácia e morbidades autorreferidas. Formaram-se dois grupos: idosos com e sem indicativo de depressão. Os dados foram analisados segundo estatística descritiva e análise bivariada empregando-se medidas de associação em tabelas de contingência (qui-quadrado, razões de prevalências e razões de chances de prevalência) para as variáveis categóricas. A análise ajustada incluiu a regressão logística binomial múltipla, considerando o Intervalo de Confiança (IC) de 95% e nível de significância de 5%. Este projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa com Seres Humanos da UFTM, protocolo nº 2.295.596. A prevalência de indicativo de depressão correspondeu a 25,5%. Observou-se que a maioria dos idosos eram do sexo feminino, em ambos os grupos, com ID (70,9%) esem ID (67,4%). Houve baixo percentual de idosos com provável abuso de álcool (7,24%), destaque para 5 ou mais morbidades (62,24%) e uso de 1 até 4 medicamentos (55,86%). As variáveis da análise bivariada preliminar para o uso e acesso do serviço de saúde, consolidou-se como fator associado ao acesso dos serviços de saúde, o uso de álcool (p=0,04). Ao que se refere aos outros indicadores do uso e acesso aos serviços de saúde com ID, nenhuma variável foi estatisticamente significante no modelo de regressão. Espera-se que os resultados desta pesquisa possam subsidiar a implementação de estratégias voltadas à saúde dos idosos residentes na comunidade com enfoque para a depressão.
Resumo: Populational aging is a worldwide reality. Brazil is going through a fast demographic transition and, consequently, the epidemiological profile of the country is constantly changing. Considering that, there is an increase in the demands for health services due to a higher requirement by elder individuals. Mental diseases are among the chronic non-transmissible diseases that most directly cause disabilities and worsen the quality of life, also impacting the family of the individuals. Depression is the most frequent mood disorder among elders. In this perspective, this study is justified due to the lack of investigations that can relate the access and the use of health services among elders to depression indexes, as it can advance discussions on the theme, thus obtaining pertinent information on the aforementioned context. This research aimed at assessing the association of the depression indexes to the use and access of health services among elders who live in a city at the state of Minas Gerais. This is a quantitative approach, an analytical, cross-sectional and observational domiciliary inquiry, carried out with 580 elders in the urban area of the city of Uberaba, Minas Gerais. The following instruments were used: Mini-Mental State Examination (MMSE), sociodemographic data characterization, access and use of health services, Depression indexes, use of alcohol, frequency, type of drink ingested and dependency, polypharmacy and morbidities mentioned by the patient. Two groups were formed: elders with depression indexes and elders without them. Data were analyzed according to descriptive statistics and a bivariate analysis was conducted using association measures in contingency tables (chi-square, prevalence ratios and prevalence chance ratios) to the categoric variables. An adjusted analysis included a multiple binomial logistic regression, considering a Confidence Interval (CI) of 95% and a significance level of 5%. This project was approved by the Committee of Ethics in Researches with Humans at UFTM, under protocol n. 2.295.596. The prevalence of depression indexes (DI) was 25.5%. Most elders were female in both groups, 70.9% with DI and 67.4% without. The ratio of elders with probable alcohol abuse was 7.24%. The percentage of those with 5 or more morbidities stood out (62.24%) as did that ofelders who use from 1 to 4 different medications (55.86%). Among the variables of the preliminary bivariate analysis, those which were associated to the use and access to health services were access to health services and use of alcohol (p=0.04). Considering the other indexes of use and access of health services, regarding depression indexes, no variable was statistically significant in the regression model. The results of this research may support the implementation of strategies focused on depression, targeted at the health of the elders who live in the community.
Palavras-chave: Depressão.
Idoso.
Uso serviço de saúde.
Acesso aos serviços de saúde.
Depression.
Elder.
Use of the health service.
Access to health services.
Área do CNPQ: Enfermagem
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: SILVA, Grazielle Riceto Dias. O uso e acesso aos serviços de saúde entre idosos com indicativo de depressão residentes em um município mineiro. 2018. 80f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde) - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 9-Feb-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Grazielle R D Silva.pdfDissert Grazielle R D Silva740,32 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons