Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/778
Tipo: Dissertação
Título: Correlação de citocinas e óxido nítrico teciduais com fatores prognósticos em pacientes com neoplasias malignas de ovário
Autor: MARTINS FILHO, Agrimaldo 
Primeiro orientador: NOMELINI, Rosekeila Simões
Primeiro co-orientador: MURTA, Eddie Fernando Cândido
Resumo: O objetivo deste estudo foi correlacionar a marcação tecidual por imuno-histoquímica de citocinas (IL2, IL5, IL6, IL8, IL10, TNF-α) e NOSi com parâmetros clínicos e patológicos de pacientes com tumor maligno de ovário primário. Como material e métodos, foram avaliadas prospectivamente 40 pacientes submetidas a tratamento cirúrgico de cistos ovarianos, de acordo com critérios pré-estabelecidos e com diagnóstico confirmado de câncer de ovário. O estudo imuno-histoquímico para citocinas (IL2, IL5, IL6, IL8, IL10, TNF-α) e NOSi foi realizado. Na análise estatística, foi utilizado o teste exato de Fisher. O nível de significância menor que 0,05. Como resultado foi verificado que o grau histológico 1 foi significantemente correlacionado com imuno-histoquímica de intensidades forte (2 e 3) para o TNF-α (p = 0,0028). Ainda em relação ao TNF-α, estádios iniciais (I e II, FIGO) foram mais relacionados à imuno-histoquímica de intensidades 2 e 3 no limiar de significância estatística (p = 0,0525). A marcação imuno-histoquímica 2 e 3 para IL-5 foi relacionada a uma sobrevida livre de doença igual ou inferior a 24 meses, o que sugere que é um fator de mau prognóstico, mas não houve significância estatística (p = 0,1771). Não houve significância estatística em relação a outras citocinas estudadas, nem em relação à NOSi. O estudo concluiu que a marcação imuno-histoquímica de forte intensidade para TNF-α está relacionada com neoplasia maligna de ovário grau histológico 1 e com estadiamentos mais iniciais (I e II, FIGO). O estudo da imunologia no câncer de ovário pode ajudar a compreender melhor os padrões de resposta do tumor para vários tratamentos. Portanto, o estudo de novos marcadores prognósticos no câncer primário do ovário é importante para o planejamento cirúrgico e adjuvante de pacientes, visto que o tratamento desta neoplasia ainda é um desafio para a Oncologia Ginecológica.
Resumo: The objective of this study was to correlate tissue marking by immunohistochemistry of cytokines (IL2, IL5, IL6, IL8, IL10, TNF-α) and iNOS with clinical and pathological parameters of patients with primary ovarian malignancy. As material and methods, were prospectively evaluated 40 patients undergoing surgical treatment for ovarian cysts in accordance with pre-established criteria and with confirmed diagnosis of ovarian cancer. Immunohistochemistry study for cytokines (IL2, IL5, IL6, IL8, IL10, TNF-α) and iNOS was performed. The evaluation of prognostic factors was performed using the Fisher’s exact test. The significance level was less than 0.05. As result it was found that the histological grade 1 was significantly correlated with immunohistochemical of intensity (2 and 3) for TNF-α (p=0.0028). Also in relation to TNF-α, early stages (I and II, FIGO) were more related to the strong intensity (2 and 3) of immunohistochemical labeling limit breadth of significance (p=0.0525). Strong staining immunohistochemical IL5 (2 and 3) was related to disease-free survival less than or equal to 24 months, suggesting that a factor of poor prognosis, but there was no statistical significance (p = 0.1771). There was no statistical significance in relation at other cytokines studied and iNOS. The study concluded that the immunohistochemical staining in strong intensity for TNF-α is related to ovarian cancer in histological grade 1 and stages I and II (FIGO). The study of immunology in ovarian cancer may help to better understand the patterns of tumor response to various treatments. Therefore, the study of new prognostic markers in primary cancer of the ovary is important for better planning of surgical and adjuvant treatment of patients since the treatment of this malignancy is still a challenge in Gynecologic Oncology.
Palavras-chave: Neoplasias ovarianas.
Citocinas.
NO Sintase.
Prognóstico.
Estadiamento de neoplasias.
Ovarian neoplasms.
Cytokines.
NO synthase.
Prognostic.
Staging of malignancies.
Área do CNPQ: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: MARTINS FILHO, Agrimaldo. Correlação de citocinas e óxido nítrico teciduais com fatores prognósticos em pacientes com neoplasias malignas de ovário. 2013. 79f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro,Uberaba, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 30-May-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Agrimaldo Martins Filho.pdfDissert Agrimaldo Martins Filho6,46 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons