Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/788
Tipo: Dissertação
Título: Análise de macrófagos M1 e M2 em modelo experimental de leishmaniose cutânea submetido à terapia fotodinâmica associada ao ácido 5-aminolevulínico
Título(s) alternativo(s): Analysis of macrophage types M1 and M2 in an experimental model of cutaneous leishmaniasis treated with photodynamic therapy associated with 5-aminolevulinic acid
Autor: SILVA, Mona Lisa Fabiana 
Primeiro orientador: RODRIGUES JUNIOR, Virmondes
Primeiro co-orientador: PAULINO, Tony de Paiva
Resumo: Introdução: A leishmaniose é uma doença infecciosa causada por parasitas do gênero Leishmania. Sua forma cutânea é causada pela L. major no velho mundo e pela Leishmania braziliensis nas Américas. Devido a sua localização, a Terapia Fotodinâmica pode representar uma abordagem terapêutica interessante. Os macrófagos são as células hospedeiras da Leishmania no homem e podem ser classificados como macrófagos M1 ou M2 dependendo do padrão de citocinas secretado. Neste estudo, avaliamos o perfil de macrófagos do tipo1 e tipo 2, a efetividade da Terapia Fotodinâmica (TFD) utilizando ao ácido aminolevulínico (ALA) no tratamento da leishmaniose cutânea (LC) e os níveis de Heme oxigenase 1 (HO-1) em modelo experimental de leishmaniose tratado com ALA-TFD. Métodos: Camundongos BALB/c machos com quatro semanas foram infectados nas patas com 1x106 formas amastigotas de Leishmania braziliensis, após 4 semanas os camundongos foram tratados com ALA, LUZ ou com ALA-TFD. Foi avaliada ex vivo a expressão dos marcadores mRNA interleucina (IL)-10 e Arginase-1 para identificação de macrófagos M2, TNF-α e iNOS para M1 e HO-1 no local da infecção. Resultados: O número de parasitas diminuiu significativamente nos grupos com TFD quando comparado aos demais. Os Níveis de iNOS foram maiores, não significativamente, no grupo TFD. Não houve diferença na expressão dos demais produtos testados. Conclusão: A morte do parasita não parece ser mediada pela modulação de macrófagos M1 ou M2 neste modelo experimental de leishmaniose tratado com ALA-PDT. A terapia reduz significativamente a carga parasitária in vivo sem a eliminação completa do parasita. O aumento de iNOS sugere a sua participação nos mecanismo microbicidas ativados por ALAPDT.
Resumo: Introduction: Leishmaniasis is an infectious disease caused by parasites of the genus Leishmania. Cutaneous leishmaniasis (CL) is caused by L. major in the old world and by L. braziliensis in the Americas. Considering the targeted organs, photodynamic therapy (PDT) may constitute a valuable therapeutic intervention. Macrophages are the host cells of Leishmania in mamals and may be classified into type M1 or M2 depending on the pattern of activation. In this study, we evaluated the profile of macrophage and the effectiveness of PDT for the treatment of experimental CL. Methods: BALB/c mice were infected in the foot pad with 1 x 106 amastigotes of L. braziliensis and treated with aminolevulinic acid (ALA), visible light, or ALA-PDT. The ex vivo mRNA expression levels of interleukin-10 and arginase-1, and TNF-α and induced nitric oxide synthase (iNOS) was quantitated for the identification of M2 and M1 macrophages, respectively. Results: The parasite load decreased significantly in the groups treated with PDT compared with the other groups. The iNOS levels were higher in the group treated with PDT, but the difference was not significant. Moreover, no significant difference was observed in the expression of the other markers evaluated. Conclusion: Parasite death does not appear to be mediated by the modulation of M1 or M2 macrophages in this experimental model of leishmaniasis treated with ALA-PDT. PDT significantly decreased the parasite load in vivo but did not eliminate parasitism. The increase in the iNOS levels suggests it might participate in the antimicrobial mechanisms triggered by ALA-PDT.
Palavras-chave: Terapia fotodinâmica.
ALA-TFD.
Leishmania braziliensis.
Ácido 5- aminolevulinico.
Macrófagos.
Photodynamic therapy.
ALA-PDT.
Leishmania braziliensis.
5-aminolevulinic acid.
Macrophages.
Área do CNPQ: Parasitologia
Imunologia
Microbiologia
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Medicina
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas
Citação: SILVA, Mona Lisa Fabiana. Análise de macrófagos M1 e M2 em modelo experimental de leishmaniose cutânea submetido à terapia fotodinâmica associada ao ácido 5-aminolevulínico. 2015. 43f. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 29-Jun-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Mona L F Silva.pdfDissert Mona L F Silva676,63 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons