Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/796
Tipo: Dissertação
Título: Transtorno mental: percepção do profissional do CAPS sobre sua formação e a participação da família
Autor: BOGO, Mariane Santos Janczeski 
Primeiro orientador: CHAPADEIRO, Cibele Alves
Resumo: A Reforma Psiquiátrica brasileira vem conduzindo diversas mudanças na compreensão e cuidado aos indivíduos com transtornos mentais, sendo o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) o serviço responsável pelo atendimento desses sujeitos. O cuidado da família adquire importância a partir da desinstitucionalização e desospitalização preconizados pela Reforma Psiquiátrica, como corresponsável pelo tratamento de seu familiar. Foram realizados dois estudos que tiveram como objetivo compreender como é o perfil dos profissionais que atuam no CAPS e o entendimento dos mesmos sobre o transtorno mental e a participação da família no tratamento de seu familiar com transtorno mental. Os estudos foram realizados com 10 profissionais de nível superior que trabalhavam em um CAPS 2 há pelo menos um ano. Os estudos foram pesquisas qualitativas. Foram realizadas entrevistas utilizando um roteiro de entrevista semiestruturado para cada estudo. Os dados foram tratados pela análise de conteúdo de Bardin e interpretados segundo a teoria familiar sistêmica e a literatura da área. A partir da análise do primeiro estudo, emergiram quatro categorias: 1- Formação profissional em saúde mental; 2- Percepção do profissional sobre o sofrimento mental; 3- Evolução do indivíduo com transtorno mental no tratamento; 4- Transtornos mais frequentemente atendidos no CAPS. A análise dos dados do segundo estudo produziu seis categorias: 1- Visão de família; 2- Desenvolvimento e avaliação das atividades com as famílias; 3- Envolvimento/participação da família no tratamento e nas atividades do CAPS; 4- Formas de acesso utilizadas pelos profissionais para conseguir o envolvimento da família no tratamento do usuário; 5- Mudanças no relacionamento família-usuário; 6- Repercussões do envolvimento da família no transtorno mental do familiar. A partir dos dados dos dois estudos, discute-se a complexidade do sofrimento mental, analisando os tipos e frequência que costumam ser mais atendidos no serviço, além do perfil e atuação dos profissionais que atuam nesse CAPS, demonstrando a evolução da Reforma Psiquiátrica. O CAPS oferece diversas atividades como os grupos de família, assembleias, palestras, seminários, passeatas, oficinas, atividades sócio culturais e beneficentes e a maioria dos familiares participam. Os profissionais do estudo avaliaram as atividades realizadas na instituição, tanto com usuários como com os familiares, acreditando corresponderem à proposta do CAPS, dentro da proposta psicossocial. Ressalta-se a importância da renovação e criação de novas estratégias de atuação e atividades com os usuários, além da participação e apoio da família, sendo essenciais para a reabilitação.
Resumo: The Brazilian Psychiatric Reform has led to several changes in the understanding and care of individuals with mental disorders, and the Psychosocial Attention Center (CAPS) is the service responsible for these subjects. The care of the family acquires importance from the deinstitutionalization and de-hospitalization advocated by the Psychiatric Reform, as co-responsible for the treatment of its relative. Two studies were carried out to understand the profile of the professionals working at the CAPS and their understanding about mental disorders and family participation in the treatment of their family member with mental disorder. The studies were conducted with 10 top-level professionals who had worked in a CAPS 2 for at least one year. The studies were qualitative research. Interviews were conducted using a semi-structured interview script for each study. The data were treated by the Bardin content analysis and interpreted according to the systemic family theory and the literature of the area. From the analysis of the first study, four categories emerged: 1- Vocational training in mental health; 2- Perception of the professional about mental suffering; 3- Evolution of the individual with mental disorder in the treatment; 4- Disorders most frequently seen in the CAPS. Data analysis of the second study produced six categories: 1- Family view; 2- Development and evaluation of activities with families; 3- Involvement of the family in the treatment and activities of the CAPS; 4- Forms of access used by professionals to achieve the involvement of the family in the treatment of the user; 5- Changes in the family-user relationship; 6- Repercussions of family involvement in the mental disorder of the family member. From the data of the two studies, the complexity of mental suffering is analyzed, analyzing the types and frequency that are most frequently served in the service, as well as the profile and performance of the professionals working in this CAPS, demonstrating the evolution of the Psychiatric Reform. The CAPS offers various activities such as family groups, assemblies, lectures, seminars, marches, workshops, cultural and charitable activities, and most of the family members participate. Study professionals evaluated the activities performed at the institution, both with users and their families, believing that they correspond to the CAPS proposal, within the psychosocial proposal. The importance of the renovation and creation of new strategies of action and activities with the users, besides the participation and support of the family, is essential, and they are essential for the rehabilitation.
Palavras-chave: Profissionais de Saúde.
Serviços de Saúde Mental.
Família.
Health Professional.
Mental Health Service.
Family.
Área do CNPQ: Psicologia
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citação: BOGO, Mariane Santos Janczeski. Transtorno mental: percepção do profissional do CAPS sobre sua formação e a participação da família. 2018. 90f . Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018 .
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 3-Aug-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Mariane S J Bogo.pdfDissert Mariane S J Bogo938,52 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons