Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/827
Tipo: Dissertação
Título: Análise do labirinto elétrico como instrumento de avaliação de coordenação motora em crianças em idade escolar
Autor: BRUNO, Ana Caroline Magrini 
Primeiro orientador: SOUZA, Luciane Aparecida Pascucci Sande de
Resumo: Visando que o processo de ganho de coordenação motora ocorre de maneira singular em cada criança, é importante analisar, supervisionar e enriquecer suas habilidades motoras. Assim é essencial que avaliações motoras sejam feitas, para identificar dificuldades ou atrasos no desenvolvimento motor. Dessa forma optamos por estudar o uso do labirinto elétrico (LE) como instrumento de avaliação em crianças. O LE exige destreza para orientar uma argola de alumínio em um labirinto feito de ferro, tentando não encostar a argola no labirinto. Neste estudo participaram 66 sujeitos com idade de 7 a 12 anos, divididos em 3 grupos, de acordo com sua faixa etária. Utilizamos a Bateria de Avaliação do Movimento para Crianças – Segunda Edição (MABC-2), e para realização do percurso no LE escolhemos argolas de 8 e 6 cm de diâmetro e comandos de velocidade distintos (confortável e maior velocidade). Foram feitas 3 coletas para cada atividade, e foi considerado a coleta com melhor desempenho quanto ao número de erros cometidos. Na análise da Anova Medidas Repetidas para a amostra, com tempo e erros como variáveis dependentes, e grupos e tarefas como variáveis independentes, foi obtido: para grupo F(4, 502)=8,6155, p=0,00*, e para tarefa F(6, 502)=69,209, p=0,00*, ambos apresentando diferença significativa. Considerando uma amostra menor de sujeitos (25), foi feito o teste de correlação Inter avaliador com alfa de cronbach = 0,748 apresentando confiabilidade moderada. Na análise da Anova Medidas Repetidas dos dados tempo e erros na execução do LE, houve diferença significativa entre os grupos e tarefas, dado já esperado por se tratar de 4 atividades totalmente distintas. Além disso a média de tempo foi próxima entre os grupos, porém os sujeitos do G3 apresentarão desvio padrão inferior aos G1 e G2. Como era esperado a mudança do comando para as tarefas 3 e 4, proporcionaram uma execução do percurso em menor tempo, e por consequência com maior número de erros. Dessa forma podemos concluir que o LE é um instrumento de grau de confiabilidade moderado e eficaz para avaliar a coordenação motora de membros superiores de crianças de 7 a 12 anos, considerando o tempo e o número de erros na realização da atividade.
Resumo: Introduction: The process of motor coordination gain occurs as an unique way in each child, so it is important to analyze, supervise and enrich their motor skills. Thus it is essential that motor assessments be done to identify difficulties or delays in motor development. We decided to study the use of the Buzz Wire (BW) as an instrument of evaluation in children. The BW requires dexterity to guide an aluminum ring in an iron labyrinth, trying not to touch the ring in the labyrinth. Methodology: In this study, 66 subjects aged 7 to 12 years, divided into 3 groups, according to their age group, participated. We used the MABC-2, the MABC-2, and for conducting the course in the BW, we selected rings of 8 and 6 cm in diameter and different speed controls (comfortable and faster). Three collections were made for each activity, and the best performing collection was considered for the number of errors made. Results: In the analysis of Anova Repeated Measures for the sample, with time and errors as dependent variables, and groups and tasks as independent variables, were obtained: for group F (4, 502) = 8.6155, p = 0.00 * , and for task F (6, 502) = 69,209, p = 0.00 *, both presenting significant difference. Considering a smaller sample of subjects (25), the interval correlation test with cronbach's alpha = 0.748 was performed, presenting moderate reliability. Discussion: In the analysis of the Anova Repeated Measurements of time and error data in the execution of the BW, there was a significant difference between the groups and tasks, already expected because it was 4 totally different activities. In addition, mean time was similar between groups, but G3 subjects had a standard deviation lower than G1 and G2. As it was expected the command change to tasks 3 and 4 provided an execution of the course in a shorter time, and consequently with a greater number of errors. Conclusion: We conclude that the BW is a moderate and effective reliability instrument to evaluate the motor coordination of upper limbs in children from 7 to 12 years, considering time and number of errors in performing the activity.
Palavras-chave: Coordenação motora.
Membro superior.
Destreza manual.
Crianças.
Escolares.
Motor coordination.
Upper limb.
Manual dexterity.
Children.
School children.
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: BRUNO, Ana Caroline Magrini. Análise do labirinto elétrico como instrumento de avaliação de coordenação motora em crianças em idade escolar. 2018. 45f . Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 30-Jan-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Ana C M Bruno.pdfDissert Ana C M Bruno830,02 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons