Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/855
Tipo: Dissertação
Título: Análise comparativa da expressão in situ de RNAm para citocinas e fatores de crescimento em queloides e cicatrizes normais
Autor: TIVERON, Luciana Rodrigues da Cunha Colombo 
Primeiro orientador: RODRIGUES JUNIOR, Virmondes
Resumo: As cicatrizes queloideanas atualmente são consideradas processos inflamatórios crônicos e não mais neoplasias benignas da pele. Definimos queloides como cicatrizes patológicas hiperproliferativas fortemente inflamadas. Os fatores de crescimento e as citocinas apresentam funções importantes na fisiopatologia inflamatória do queloide. Objetiva-se com esse estudo a análise da expressão in situ do RNAm de algumas citocinas e fatores de crescimento na cicatriz queloideana em comparação com cicatrizes normais, dentre elas citamos TFG-β, FGF, IL-33, IL-22, arginase-1 e 2, iNOS, VIP e VIP-R1, TAC e TAC-R1. O estudo da expressão dessas substâncias nos queloides pode auxiliar na compreensão dos mecanismos fisiopatológicos de formação dessa cicatriz, de tal forma que a manipulação desses fatores na ferida possa ser uma estratégia terapêutica para reduzir o processo de formação de queloides. Para isso coletamos amostra de tecido cicatricial por biópsia de cicatriz queloideana e de cicatriz normotrófica, após armazenamento em RNA later, o material foi processado para extração do RNAm, confecção de cDNA e finalmente realização de qPCR. Foram avaliadas 98 biópsias, sendo 53 de pacientes com queloide e 45 cicatrizes normais. A idade dos pacientes portadores de queloide variou de 11 a 73 anos, com média de idade de 28 anos, predominância do gênero feminino em 58,5% e da etnia negra em 64,15% dos pacientes, e localização no lóbulo da orelha em 73,6% dos casos. Encontramos significativamente uma maior expressão de RNAm para TGF-β, IL-22 e ARG-1 nos queloides quando comparados às cicatrizes normais. Para IL-33, ARG-2 e VIP-R1 apesar do maior número de cópias de RNAm encontrado nos queloides, essa diferença não foi significativa. Os níveis de RNAm das amostras estudadas não foram detectáveis para FGF, iNOS, VIP, TAC e TAC-R1 e, portanto, os achados dessas substâncias foram inconclusivos nesse estudo. Portanto, entender os mecanismos celulares e moleculares que controlam a resposta inflamatória durante a cicatrização cutânea poderá promover estratégias para melhorar o tratamento de milhares de pacientes afetados pelas patologias cicatriciais ao redor do mundo. Enfim, novos estudos para o entendimento da associação dessas moléculas com os queloides se fazem necessários.
Resumo: Keloid scars are currently considered a chronic inflammatory process and no more a benign skin tumor. We define keloids as heavily inflamed hyperproliferative pathological scars. Growth factors and cytokines have important functions in the keloid inflammatory etiopathogenesis. The aim of this study was to analyze the in situ expression of TGF-β, FGF, IL-33, IL-22, arginase-1 and 2, iNOS , VIP and VIP-R1, TAC and TAC-R1 in keloid and normal scars. The study of the expression of these substances in keloids can help in understanding the pathophysiological mechanisms of this scar formation, so that the manipulation of these factors and interleukins in the wound may be a therapeutic strategy to reduce the process of keloid formation. For this we collected a scar tissue sample by keloid scar and normotrophic scar, after storage in later RNA, the material was processed for mRNA extraction, cDNA preparation and finally qPCR. 98 biopsies were evaluated, 53 of which had keloid and 45 normal scars. The age of patients with keloid ranged from 11 to 73 years, with a mean age of 28 years, there was predominance of the female gender with 58.5%, 64.15% of the patients belonged to the black ethnic group, and the most common location was in the earlobe in 73.6% of the cases. We found significantly greater expression of TGF-β, IL-22 and ARG-1 in keloids when compared to normal scars. For IL-33, ARG-2 and VIP-R1, despite the higher number of copies of mRNA found in keloids, this difference was not significant. However, for FGF, iNOS, VIP, TAC and TAC-R1 the mRNA levels were not detectable, and therefore the findings of these substances were inconclusive in this study. So, understanding the cellular and molecular mechanisms that control the inflammatory response during cutaneous healing may promote strategies to improve the treatment of patients with keloids. Finally, new studies to understand the association of these molecules with keloids are necessary.
Palavras-chave: Queloide.
Cicatrização.
Citocinas.
Keloid scar.
Wound healing.
Citokines.
Área do CNPQ: Imunologia Aplicada
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: TIVERON, Luciana Rodrigues da Cunha Colombo. Análise comparativa da expressão in situ de RNAm para citocinas e fatores de crescimento em queloides e cicatrizes normais. 2018. 87f . Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018 .
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 26-Jun-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Luciana R da C Colombo.pdfDissert Luciana R da C Colombo2,47 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons