Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/860
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação do infiltrado tumoral em camundongos induzidos a tumor de mama submetidos à imunoterapia com células dendríticas e atividade física
Autor: DESIDÉRIO , Chamberttan Souza 
Primeiro orientador: MURTA, Eddie Fernando Candido
Primeiro co-orientador: MICHELIN, Márcia Antoniazi Michelin
Resumo: O infiltrado inflamatório tem uma importante participação na reposta imune contra diversas doenças, entre elas o câncer. Diante disso, o trabalho tem como objetivo, avaliar o infiltrado inflamatório de camundongos induzidos ao tumor de mama, tratados com a vacina de Células Dendríticas, atividade física e terapia combinada (atividade física + vacina de células dendríticas). Para realização do estudo, foram utilizados 70 camundongos BALB/c, sendo 60 fêmeas e 10 de ambos os gêneros para extração de medula e confecção da vacina de Células Dendríticas, as fêmeas foram divididas em 4 grupos com n=15: grupo tumor sem tratamento(T), grupo tumor submetido a prática de atividade física(TAF), grupo tumor tratado com vacina de células dendríticas(TDC) e grupo tumor atividade física mais vacinação com células dendríticas(TTC) .O tumor dos animais foi extraído pós eutanásia para avaliação por imunofluorescência dos seguintes marcadores: linfócitos T auxiliares e citotóxicos(CD4 e CD8), MHC II( IA), moléculas co-estimulatórias (CD80, CD86 e CD152) e moléculas de adesão (CD54 e CD102). Como resultados verificamos um volume tumoral final menor estatisticamente significante dos grupos tratados quando comparados aos animais do grupo tumor sem tratamento, tendo apresentado valor de p<0.0030 para o grupo TAF, p<0,0023 para TDC e p<0,0182 para TC. Na avaliação dos marcadores de superfície verificou-se diferenças significativas na expressão de MHC II no grupo tumor DC comparado ao grupo T com p<0,0255. Verificamos alterações na expressão de CTLA-4, verificando uma diminuição estatisticamente significativa quando comparamos o grupo TDC com os grupos TAF e TTC, apresentando p<0,0178. Em relação as moléculas de adesão ICAM-1 e ICAM-2, observamos um aumento significativo para ICAM-1 em todos os grupos submetidos a algum tipo de imunoterapia verificando-se p<0,0001. A molécula de adesão ICAM-2 demonstrou um aumento significativo na sua expressão nos grupos que sofreram intervenção imunoterápica. Concluímos que os diferentes tipos de imunoterapia foram capazes de modular a resposta imune antitumoral, causando assim modificações no infiltrado que levaram a uma menor progressão tumoral.
Resumo: The inflammatory infiltrate has an important participation in the immune response against several diseases, among them cancer. Therefore, the objective of this study was to evaluate the inflammatory infiltrate of mice induced to the breast tumor, treated with the Dendritic Cell vaccine, physical activity and combined therapy (physical activity + dendritic cell vaccine). For the study, 70 BALB / c mice were used, 60 females and 10 of both genera for spinal cord extraction and Dendritic cell vaccine preparation, females were divided into 4 groups with n = 15: untreated tumor group (TTC), tumor group undergoing physical activity (TAF), tumor group treated with dendritic cell vaccine (TDC) and tumor group physical activity plus dendritic cell vaccination (TTC). Tumor of the animals was extracted post euthanasia for (CD4 and CD8), MHC II (IA), costimulatory molecules (CD80, CD86 and CD152) and adhesion molecules (CD54 and CD102) were evaluated by immunofluorescence evaluation of the following markers: helper and cytotoxic T lymphocytes. As results we found a final lower tumor volume statistically significant of the treated groups when compared to the animals of the untreated tumor group, presenting p <0.0030 for the TAF group, p <0.0023 for TDC and p <0.0182 for CT. In the evaluation of the surface markers there were significant differences in MHC II expression in the DC tumor group compared to the T group with p <0.0255. We verified changes in CTLA-4 expression, showing a statistically significant decrease when comparing the BDC group with the TAF and TTC groups, presenting p <0.0178. In relation to the ICAM-1 and ICAM-2 adhesion molecules, we observed a significant increase for ICAM-1 in all groups submitted to some type of immunotherapy, with p <0.0001. The ICAM-2 adhesion molecule demonstrated a significant increase in its expression in the groups that underwent immunotherapeutic intervention. We conclude that the different types of immunotherapy were able to modulate the antitumor immune response causing modifications in the infiltrate that led to a lesser tumor progression.
Palavras-chave: Neoplasias mamárias.
Imunoterapia.
Células dendríticas.
Exercício.
Antígenos de superfície.
Breast neoplasms.
Immunotherapy.
Dendritic cells.
Exercise.
Surface antigens.
Área do CNPQ: Imunologia
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: DESIDÉRIO , Chamberttan Souza. Avaliação do infiltrado tumoral em camundongos induzidos a tumor de mama submetidos à imunoterapia com células dendríticas e atividade física. 2017. 50f . Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017 .
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 30-Aug-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Chamberttan S Desidério.pdfDissert Chamberttan S Desidério1,56 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons