Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/909
Tipo: Tese
Título: Funcionalidade em idosos e sua relação coma a atividade física e o comportamento sedentário
Autor: MENEGUCI, Cíntia Aparecida Garcia 
Primeiro orientador: VIRTUOSO JUNIOR, Jair Sindra
Resumo: A incapacidade está associada negativamente à saúde dos idosos, sendo que sua prevenção pode ser alcançada por estilos de vida e comportamentos saudáveis ao longo da vida. Neste sentido, compreender as inter-relações entre o comportamento sedentário (CS), atividade física (AF) e a incapacidade, poderá auxiliar na implementação de ações de saúde pública mais assertivas. Assim, o objetivo geral deste trabalho foi estimar a prevalência de incapacidade em idosos e verificar a sua inter-relação com a AF e o CS. Para tanto, foram realizados dois estudos. O primeiro teve como objetivo estimar a prevalência da incapacidade em idosos brasileiros residentes na comunidade por meio de uma revisão sistemática e metanálise. O segundo caracterizou-se como um estudo transversal, com os objetivos de: 1) identificar a prevalência de incapacidade nas atividades básicas (ABVD) e instrumentais da vida diária (AIVD) e os fatores associados em idosos; 2) investigar a relação da AF e CS com a incapacidade nas ABVD e AIVD em idosos e seus possíveis mediadores; e 3) verificar o impacto da substituição do tempo despendido em CS, sono e AF na incapacidade nas ABVD e AIVD em idosos. Para o estudo de revisão sistemática, a busca na literatura foi realizada nas bases de dados eletrônicas Medline (via PubMed), SciELO, Web of Science, Scopus e CINAHL. O estudo transversal foi realizado com idosos cadastrados na Estratégia Saúde da Família e residentes na área urbana do município de Alcobaça, BA. Os participantes responderam a um questionário estruturado em forma de entrevista para medida da incapacidade nas ABVD e AIVD, AF, CS, fatores sociodemográficos e de saúde. As prevalências de incapacidade no Brasil, encontradas por meio da metanálise, foram de 19,0% (IC 95%: 16,0 – 22,0; I2 = 99,1%) para ABVD e 43,0% (IC 95%: 36,0 – 50,0; I2 = 98,9%) para AIVD. Em Alcobaça, BA, as prevalências foram de 21,2% para ABVD e 69,5% para AIVD. Fatores sociodemográficos, de saúde, AF e CS foram associados à incapacidade nas ABVD e AIVD. A AF apresentou associação direta com AIVD e mediada pela autoestima, resistência aeróbia, agilidade/equilíbrio. O CS apresentou associação indireta com AIVD, sendo mediada pela resistência aeróbia, estado nutricional, agilidade/equilíbrio. Em relação às ABVD, a AF apresentou associação indireta mediada pela resistência aeróbia e AIVD. A associação do CS com a ABVD foi mediada pela resistência aeróbia e pela flexibilidade de membros inferiores. A análise de substituição isotemporal indicou que a realocação do tempo despendido nosono ou em CS pela mesma quantidade de tempo em AF de intensidade moderada a vigorosa resultou em menores probabilidades de incapacidade nas ABVD e AIVD. Os resultados do presente estudo possibilitam compreender o processo da relação da AF e do CS para incapacidade, indicando a necessidade de estratégias para redução da prevalência da incapacidade em idosos e a importância da AF neste processo. Destaca-se que estratégias de intervenção a partir da redução do CS e aumento da AF levem em consideração os efeitos das variáveis mediadoras.
Resumo: Disability is negatively associated with health in older adults, and its prevention can be achieved by maintaining healthy behaviors throughout life. In this sense, understanding the interrelationships between sedentary behavior (SB), physical activity (PA) and disability, may help in the implementation of more assertive health actions. Thus, the objective of this study was to estimate the prevalence of disability in older adults and to verify their interrelationship with PA and SB. To this end, two studies were performed. The first aimed to estimate the prevalence of disability for Brazilian community-dwelling older adults through a systematic review with meta-analysis of the existent literature. The second study was a cross-sectional study, with the objectives of 1) identifying the prevalence of disability for basic activities (BADL) and instrumental of daily living (IADL) and their associated factors in older adults; 2) to investigate the relationship between PA and SB with disability in BADL and IADL in older adults and their possible mediators; and 3) to verify the impact of isotemporal substitution of SB, sleep time and PA on disability for BADL and IADL in older adults. For the systematic review, we searched the electronic databases Medline (via PubMed), SciELO, Web of Science, Scopus e CINAHL. The cross-sectional study was conducted with older adults enrolled in the Family Health Strategy and living in the urban area of the city of Alcobaça, State of Bahia. Participants answered an interview-based questionnaire, containing questions on sociodemographic, health and behavioral issues. The prevalence of disability in Brazil, according to the meta-analysis, was 19.0% (95%CI: 16.0-22.0, I2 = 99.1%) for BADL and 43.0% (95%CI: 36.0-50.0, I2 = 98.9%) for IADL. In Alcobaça, BA, prevalences were 21.2% for BADL and 69.5% for IADL. Sociodemographic, health, PA and SB factors were associated to disability in BADL and IADL. PA was directly and indirectly associated with IADL. The indirect association was mediated by self-esteem, aerobic endurance, agility/balance. SB had an indirect association with AIVD, being mediated by aerobic endurance, nutritional status and agility/balance. In relation to BADL, PA presented an indirect association mediated by aerobic endurance and IADL. The association of SB with BADL was mediated by aerobic endurance and lower body flexibility. The isotemporal replacement analysis indicated that reallocation of time spent in sleep or SB for the same amount of time in moderate to vigorous PA resulted in a lower probability of disability for BADL and IADL.The results of the present study made it possible to understand the relationship of PA and SB with disability, indicating the need for strategies to reduce the prevalence of disability in older adults and the importance of PA in this process. It should be emphasized that intervention strategies based on the reduction of SB and increase of PA should consider the effects of the mediating variables.
Palavras-chave: Classificação Internacional de Funcionalidade.
Incapacidade e saúde.
Saúde do idoso.
Revisão sistemática.
Metanálise.
Estilo de Vida.
International Classification of Functioning.
Disability and health.
Health of the elderly.
Systematic review.
Meta-analysis.
Life style.
Área do CNPQ: Enfermagem
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: MENEGUCI, Cíntia Aparecida Garcia. Funcionalidade em idosos e sua relação coma a atividade física e o comportamento sedentário. 2019. 183f. Tese (Doutorado em Atenção à Saúde) - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 26-Apr-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Cintia A G Meneguci.pdfTese Cintia A G Meneguci3,05 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons