Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/915
Tipo: Dissertação
Título: Fatores associados ao tempo sentado de idosos residentes nos municípios da Superintendência Regional de Saúde de Uberaba/Minas Gerais
Autor: MENEGUCI, Joilson 
Primeiro orientador: DAMIÃO, Renata
Resumo: Frente às evidências demonstradas na literatura, a avaliação do comportamento sedentário dos idosos torna-se uma preocupação crescente e de suma importância para Saúde Pública. Uma vez que, além do aumento significativo no número de idosos, esta população tende a despender maior tempo do dia em comportamento sedentário. Assim, o presente estudo teve os objetivos de associar o maior tempo sentado de idosos com o perfil sociodemográfico, clínico e hábitos e investigar a associação entre tempo sentado e a qualidade de vida de idosos. Estudo transversal realizado em 24 municípios localizados no Triângulo Mineiro, Minas Gerais, Brasil, e amostra de base populacional de 79.924 idosos. Os participantes elegíveis responderam um questionário estruturado, contendo informações sociodemográficas, clínicas, hábitos e qualidade de vida, e foram submetidos à avaliação da massa corporal e estatura. O tempo sentado total, minutos/dia, foi avaliado de acordo com o autorrelato de tempo sentado em um dia de semana e um dia de fim de semana e a qualidade de vida foi avaliada pelos instrumentos WHOQOL-BREF e WHOQOL-OLD. A análise fatorial de correspondência múltipla mostrou que o maior tempo sentado, ≥ 330 minutos/dia, associou-se às mulheres, ≥ 70 anos, sem escolarização, com hipertensão arterial e/ou diabetes mellitus, uso de medicamentos, percepção negativa do estado de saúde, dependentes para realização de atividades básicas da vida diária e não praticantes de atividade física. A associação entre o tempo sentado e qualidade de vida realizada por análise de regressão logística, indicou que foram associados ao maior tempo sentado, ≥ 334,28 minutos/dia, o escore ≤ 53,57 para o domínio físico (OR=1,807; IC 95%: 1,396 – 2,341) e ≤ 62,50 para faceta participação social (OR=1,425; IC 95%: 1,102 – 1,843). De acordo com os resultados do presente estudo, o maior tempo sentado dos idosos avaliados associou-se ao perfil sociodemográfico: sexo feminino, idade ≥ 70 anos e não escolarização; clínicas: hipertensão arterial, diabetes mellitus, uso de medicamentos, estado de saúde negativo e dependência para realização de atividades básicas da vida diária; e hábitos: não prática regular de atividade física. Em relação à qualidade de vida, os piores escores para o domínio físico e faceta participação social associaram-se ao maior tempo sentado.
Resumo: Front the evidences demonstrated in the literature, assessment of sedentary behavior in elderly has become a growing concern and of paramount importance for the public healthcare. Since, in addition to the significant increase in the number of elderly, this population tend to spend more time of the day in sedentary behavior. Thus, the aims of this study were to ascertain the association between the longer sitting time of the elderly with their socio-demographic, clinical, and habitual profile and research the association between sitting time and quality of life of elderly. A Cross-Sectional study was conducted in twenty-four municipalities located in the Triângulo Mineiro region, Minas Gerais, Brazil, based on a population of 79,924 aged 60 years old or older. Eligible participants completed a structured questionnaire, containing sociodemographic information, clinical, habits and quality of life, and underwent assessment of body mass and height. The overall sitting time was evaluated according to the self-report of time spent seated on a usual weekday and a usual weekend day and the quality of life was assessed by the instruments WHOQOL-BREF and WHOQOL-OLD. A Multiple Correspondence Factor Analysis showed that the greatest sitting time was associated with women, ≥70 years old, unschooled, suffering from arterial hypertension and/or diabetes mellitus, who use medication, have poor self-rated health, are dependent on others to perform the basic activities of daily living, and who do not have regular physical activity. The association between sitting time and quality of life, performed by logistic regression analysis, indicated that were associated with sitting time, ≥ 334.28 minutes/day the score ≤ 53,57 of domain Physical (OR=1.807; 95% CI: 1.396 – 2.341) and score ≤ 62.50 for facet of social participation (OR=1.425; 95% CI: 1.102 – 1.843). According to the results of this study, the longest sitting time by the elderly persons evaluated was associated with the socio-demographic profile: female, age ≥ 70 years old, and unschooled; clinical profile: arterial hypertension, diabetes mellitus, use of medication, poor self-rated health, and dependent on others to perform the basic activities of daily living; and habits: does not have regular physical activity. In relation to quality of life, the worst scores for the domain physical and facet social participation were associated with longer sitting time.
Palavras-chave: Saúde do Idoso.
Qualidade de Vida.
Epidemiologia.
Estudos Transversais.
Health of the Elderly.
Quality of life.
Epidemiology.
Cross-Sectional Studies.
Área do CNPQ: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Educação Física
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citação: MENEGUCI, Joilson. Fatores associados ao tempo sentado de idosos residentes nos municípios da Superintendência Regional de Saúde de Uberaba/Minas Gerais. 2014. 74f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 9-Jan-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Joilson Meneguci.pdfDissert Joilson Meneguci1,07 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons