Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/971
Tipo: Dissertação
Título: Os “dinossauros” como marcas patêmicas: a relação museu/escola na comunidade rural de Peirópolis, município de Uberaba/MG
Autor: FERREIRA, Carmen Lucia 
Primeiro orientador: BOSSLER, Ana Paula
Resumo: Esta pesquisa teve como ponto inicial para seus estudos e reflexões, a busca pela compreensão da relação existente entre o "Museu dos Dinossauros" e a "Escola Municipal Frederico Peiró", ambos localizados na Comunidade Rural de Peirópolis, município de Uberaba, Minas Gerais, Brasil. Nossa pesquisa aproveita-se das particularidades ímpares da comunidade rural de Peirópolis, pois, o referido museu localiza-se bem diante da escola, há aproximadamente 100 metros dela. E para entender esta relação, buscamos compreender a visão de um grupo de alunos do 5º ano do Ensino Fundamental da referida escola por intermédio da metodologia do Grupo Focal. Para tanto, procuramos compreender as falas e desenhos produzidos por este grupo de alunos sobre o tema investigado, ou seja, como os alunos e a própria escola percebem o Museu dos Dinossauros? Para analisar tais falas e representações gráficas (desenhos) sobre a temática "Dinossauros" representada pelas peças (fósseis e réplicas) expostas em tal espaço, utilizamos o aporte teórico da análise do processo discursivo, especialmente os estudos de Patrick Charaudeau sobre os registros e marcas patêmicas relacionadas ao tema em foco. Este estudo nos permitiu verificar a força da temática "dinossauros" como marca patêmica, a qual vem sendo potencializada pelo cinema desde os anos 1914. As falas e desenhos dos sujeitos pesquisados apontaram para o interesse e o fascínio que o tema exerce sobre as crianças. Por outro lado, mesmo havendo este interesse, a pesquisa também aponta para a ausência de uma utilização sistemática e planejada do museu por parte da escola em foco, isto é, a análise das falas indicou que boa parte dos conhecimentos que os sujeitos investigados detêm acerca do tema, vêm do cinema, desenhos e/ou visitas esporádicas ao mencionado museu. A falta de utilização e/ou subutilização do museu pela escola nos mostra que, embora os alunos detenham conhecimentos desarticulados, fragmentados sobre o tema (o que é normal, pois estão em formação), eles não correlacionam, completamente, o museu como característica do "lugar" como espaço que lhes pertencem, como espaço vivido. Entretanto, a pesquisa sinalizou para a grande gama de informações que podem ser utilizadas pela escola para a formação integral dos educandos. Por fim, pudemos verificar que a relação escola/museu pode ser estreitada e que tais espaços podem se complementar não somente para o desenvolvimento da aprendizagem dos alunos, mas, sobretudo, para a efetivação de propostas que envolvam a escola, o museu e a comunidade rural de Peirópolis, o que pode contribuir para a potencialização intelectual dos alunos, a formação de professores por intermédio da construção de novas metodologias de ensino, bem como para o fortalecimento e divulgação do potencial científico e turístico de toda a comunidade investigada. Neste sentido, estar-se-ão edificando os principais aspectos e fatores necessários para a construção da identidade dos educandos no contexto de sua realidade local.
Resumo: This research had as a starting point for its studies and reflections the quest for understanding the relationship between the "Dinosaur Museum" and the "Escola Municipal Frederico Peiró", both located in the Rural community of Peirópolis, municipality of Uberaba, Minas Gerais, Brazil. Our research takes advantage of the unique peculiarities of the rural community of Peirópolis, since the Museum is located right in front of the school, a mere 100 meters away. And to study this relationship, we seek to understand the vision of a group of students in fifth grade (Elementary School) at the School mentioned, through the Grupo Focal methodology. To this end, we analyzed the words and drawings produced by this group of students on the topic investigated, that is, how the students and the School itself perceive the Dinosaur Museum. To analyze the students‘ words and graphical representations (drawings) on the theme "Dinosaurs", represented in parts of dinosaurs (fossils and replicas) exposed at the museum, we used the theoretical contribution of discursive process analysis, specifically the studies by Patrick Charaudeau about the records and pathematic marks related to this topic. This study allowed us to check the dynamism of the theme "dinosaurs" as a pathematic mark which has been powered by the cinema since 1914. The words and drawings of the subjects surveyed pointed to the interest and fascination that the topic brings to children. On the other hand, the survey also points to the lack of a systematic and planned use of the Museum by the School, that is, the analysis of the students' words indicated that most of the knowledge that the subjects investigated hold on the topic comes from movies, and/or sporadic visits to the Museum. The lack of or little use of the Museum by the School shows us that, although students hold fragmented knowledge on the topic (which is normal, because they are still developing), they don't completely correlate as a characteristic of the Museum a place that belongs to them, nor as their own living space. However, the research signaled to the wide range of information that can be used by the School for the integral formation of the students. Finally, we were able to verify that the School and the Museum may forge closer ties and that such spaces can complement not only the development of students' learning, but, above all, implement proposals involving the School, the Museum and the rural community of Peirópolis, which can contribute to the intellectual development of the students and teacher training through the construction of new teaching methodologies, as well as the strengthening and dissemination of scientific and tourist potential of the entire community investigated. In this sense, we will be building the main aspects and factors required for the construction of the identity of learners in the context of their local reality.
Palavras-chave: Espaços formais e não-formais.
Marcas patêmicas.
Dinossauros.
Escola.
Ensino-aprendizagem.
Formal and non-formal spaces.
Pathematic marks.
Dinosaurs.
School.
Teaching-learning process.
Área do CNPQ: Métodos e técnicas de ensino
Ensino-aprendizagem
Educação
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Educação, Letras, Artes, Ciências Humanas e Sociais - IELACHS::Curso de Graduação em Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: FERREIRA, Carmen Lucia. Os “dinossauros” como marcas patêmicas: a relação museu/escola na comunidade rural de Peirópolis, município de Uberaba/MG. 2016. 151f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2016 .
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 29-Feb-2016
Appears in Collections:Programa de Pós­-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Carmen L Ferreira.pdfDissert Carmen L Ferreira4,34 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons