Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/216
Tipo: Dissertação
Título: Prática de exames preventivos, risco familiar e fatores associados ao câncer de mama: Inquérito de Saúde da Mulher em Uberaba - MG, 2014
Título(s) alternativo(s): Preventive examinations practice, familial risk and associated factors with breast cancer: Women’s Health Survey in Uberaba - MG, 2014.
Autor: BURANELLO, Mariana Colombini 
Primeiro orientador: CASTRO, Shamyr Sulyvan de
Resumo: Mundialmente, o câncer mais frequente entre as mulheres é o de mama, correspondendo a 23% do total de novos casos. As principais estratégias no controle do câncer de mama envolvem a prevenção primária e secundária. A prevenção secundária é composta por ações de detecção precoce, sendo as únicas capazes de promover reduções nas taxas de mortalidade, recebendo maior atenção do sistema de saúde. A presente pesquisa tem por objetivos: caracterizar o perfil socioeconômico, epidemiológico e de saúde das mulheres em Uberaba, segundo a prática de exames preventivos de rastreamento para câncer de mama e o risco de câncer de mama pelo histórico familiar, bem como determinar a prevalência destes desfechos; verificar os hábitos de exames preventivos para câncer de mama entre mulheres de acordo com a faixa etária em Uberaba; verificar a associação entre a prática de exames preventivos de rastreamento para câncer de mama e renda, escolaridade, risco pelo histórico familiar e histórico pessoal de neoplasias geral e de neoplasias benignas da mama, idade, tipo de cobertura do exame de mamografia, etnia, chefe de família e estado conjugal; verificar a associação da ocorrência de câncer de mama segundo o risco pelo histórico familiar, atividade física, aleitamento, nuliparidade, obesidade, envelhecimento e tabagismo. Esta pesquisa faz parte de um projeto maior, o Inquérito de Saúde da Mulher em Uberaba MG (ISA – Mulher), estudo transversal de base populacional. Para a avaliação das características epidemiológicas e sociodemográficas foi utilizado o bloco de identificação dados gerais, antropométricos e de atividade física (questionário internacional de atividade física - IPAQ). Para a avaliação dos hábitos preventivos de exames para câncer de mama foi utilizado um questionário já utilizado em outros inquéritos populacionais com o mesmo objetivo. Para a determinação do risco de desenvolvimento do câncer de mama pelo histórico familiar foi utilizado o instrumento Family History Screen -7 (FHS-7). A amostra foi composta por 1520 mulheres acima de 20 anos residentes em Uberaba-MG. Após o processamento dos dados, a análise estatística foi realizada com medidas de associação com o teste de Qui Quadrado; análise de regressão bivariada e multivariada de Poisson, com significância de 5%. Os resultados demonstraram um perfil de prática de exames preventivos para câncer de mama composto de mulheres de etnia branca, escolaridade e renda per capita mais elevada, estado conjugal “em união”, não chefes de família e não tabagistas. O perfil da prática dos exames preventivos revelou uma maior prevalência da realização do exame clínico das mamas e mamografia para as mulheres entre 50┤69 anos e 40┤49 anos, sendo as mulheres de 70 anos ou mais as que apresentaram menor prevalência de hábitos preventivos. Os fatores associados à maior prevalência da prática dos exames preventivos para câncer de mama foram a faixa etária de 50┤69 anos e 40┤49 anos, renda per capita maior que 1 salário mínimo e cobertura do exame de mamografia pública ou por plano de saúde. A prevalência da ocorrência de câncer de mama na amostra estudada foi de 0,47%. Apenas a variável nuliparidade se associou com a ocorrência do câncer de mama.
Resumo: Worldwide, the most common type of cancer among women is breast cancer, corresponding 23% of all new cases. The main strategies in breast cancer control involve the primary and secondary prevention. The secondary prevention is composed of early detection actions, and these are the only ones capable of promoting reductions in mortality rates, receiving more attention of the health system. This research aims to: characterize the socioeconomic, epidemiological and health profile of women in Uberaba, according to the practice of preventive examinations for breast cancer and the risk of breast cancer by family history, as well as establish the prevalence of these outcomes; verify habits of preventive examinations for breast cancer among women according to age range in Uberaba; verify the association between the practice of preventive exams of breast cancer and income, education, risk by family history and personal history of general neoplasms and benign pleonasms of breast, age, type of mammography exam coverage, ethnicity, householder and marital status; verify the association of breast cancer occurrence according to risk by family history, physical activity, breast-feeding, nulliparity, obesity, aging and smoking. This research is part of a larger project, the Women's Health Survey in Uberaba MG (ISA - Woman), a transversal population-based study. For the evaluation of epidemiological and sociodemographic characteristics was used the identification block of general data, anthropometrics and physical activity (International Physical Activity Questionnaire - IPAQ). For the evaluation of preventive habits tests for breast cancer was used a questionnaire already used in other health surveys with the same goal. To determine the risk of developing breast cancer by family history was used the instrument Family History Screen 7 (FHS-7). The sample was composed for 1520 women over 20 years old living in Uberaba-MG. After processing the data, the statistical analysis was performed with association measures with the Chi Square test; analysis of bivariate and multivariate Poisson regression, with significance of 5%. The results showed a practice profile of preventive examinations for breast cancer composed by women of white ethnicity, education and income per capita higher, marital status "united", not households and non-smokers. The practice profile of preventive examinations revealed a higher prevalence realization of the clinical breast exam and mammogram for women between 50┤69 years old 40┤49 years old, with women of 70 years old or older who had the lowest prevalence of preventive habits. The factors associated with the higher prevalence of preventive examinations practice for breast cancer were the age range of 50┤69 years old and 40┤49 years old, per capita income higher than one minimum salary and coverage of public mammography exam or by health insurance. The prevalence of breast cancer occurrence in the studied sample was 0.47%. Just nulliparity variable was associated with the occurrence of breast cancer.
Palavras-chave: Saúde da Mulher
Neoplasias da Mama
Prevenção de Câncer de Mama
Fatores de Risco
Inquéritos Epidemiológicos
Women's Health
Breast Neoplasms
Breast Cancer Prevention
Risk Factors
Health Surveys
Área do CNPQ: Enfermagem
Idioma: por
País: Brasil
Editora / Evento / Instituição: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Sigla da instituição: UFTM
Departamento: Instituto de Ciências da Saúde - ICS::Curso de Graduação em Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde
Citação: BURANELLO, Mariana Colombini. Prática de exames preventivos, risco familiar e fatores associados ao câncer de mama: Inquérito de Saúde da Mulher em Uberaba - MG, 2014. 2016. 108 f. Dissertação (Mestrado em Atenção à Saúde) - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Data do documento: 21-Jan-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Mariana C Buranello.pdfDissert Mariana C Buranello827,75 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons